Planalto recua e reajusta em R$ 0,10 o preço do diesel

Valor será cobrado a partir desta quinta (18)

Foto- Agência Brasil

Por Gustavo Medeiros

Após adiar o reajuste no preço do diesel na última sexta-feira (12), o governo recuou, cedendo as pressões do mercado, e aumentou em R$ 0,1038. Com a alta, o litro vai custar R$ 2,2470 a partir desta quinta-feira (18). De acordo com o executivo, o novo valor, que será repassado para as refinarias, representa uma variação minima de 4,5% e máxima de 5,1 %, com a média de 4,84 %

O valor anunciado na última quarta (17) ficou R$ 0,0192 abaixo do que tinha sido determinado, que era, inicialmente previsto, de 5,74%. O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco afirmou que a politica de preços adotada pela empresa continuará seguindo as exigências do mercado internacional.

Castello Branco ainda ressaltou sobre a periodicidade dos ajustes, dizendo que serão flexibilizados até onde achar importante. A última alta foi determinada no dia 22 de março.

Foto-Reprodução/Petrobras

Ele ainda pontuou que o pacote do governo para setor de transportes, anunciado antes do aumento, contempla as principais reivindicações dos caminhoneiros, categoria que entrou em greve em maio de 2018, devido ao aumento abusivo no preço do óleo diesel.

Fonte: G1 e UOL

Anúncios

Prorrogado o prazo de inscrição para a III Mostra Sesc de Cinema

Divulgação

Os cineastas e produtores que quiserem se inscrever para a III Mostra Sesc de Cinema agora tem até as 17h de 19 de abril para submeter os trabalhos.
O festival ocorre desde 2017 e tem como objetivos promover e renovar o circuito cinematográfico brasileiro, incentivando novos produtores. Neste ano, as exibições serão entre 1º de novembro e 15 de dezembro e contará com uma novidade: além de curtas e longas-metragens, também serão admitidos médias-metragens.
Poderão participar pessoas físicas ou jurídicas residentes no Brasil, para as mostras Panorama Estadual, Panorama Brasil e Panorama Infanto-juvenil. Os filmes selecionados concorrerão a premiação. 

“Nosso objetivo é promover a difusão da produção cinematográfica brasileira que não chega ao circuito comercial de exibição, apresentando um panorama de diferentes olhares, além de permitir que artistas e cineastas de todo o Brasil possam mostrar seus trabalhos”, destaca Marco Fialho, analista audiovisual do Departamento Nacional do Sesc, em nota à imprensa.


Para se inscrever, basta acessar o endereço www.sesc.com.br/mostradecinema, ler o regulamento, preencher o formulário e enviar o filme. 

Fonte: Correio Braziliense

No quinto dia de trabalho, bombeiros intensificam buscas na Muzema

Numero de mortos foi atualizado para 16 no desabamento de dois prédios na Zona Oeste do Rio de Janeiro

Bombeiros trabalham entre os escombros nas buscas pelas vitimas do desabamento. Foto- Reprodução/Rede Globo

Por Gustavo Medeiros

Os bombeiros continuam intensificando as buscas por mais vitimas do desabamento de dois prédios na comunidade da Muzema, Zona Oeste do Rio de Janeiro, que aconteceu na última sexta-feira (12). Durante a madrugada desta terça-feira (16), o corpo de uma mulher foi encontrado entre os escombros.

Além disso, foram encontrados outros quatro corpos. Com isso, o numero de mortos subiu para 16. Oito pessoas ainda estão desaparecidas. Pela tarde, foi enterrado o corpo de Antônia Deivila Sampaio, de 31 anos, moradora de um dos prédios.

No quinto dia de buscas, o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Roberto Robadey, disse que os trabalhos no que restou dos prédios podem ser encerrados nesta quarta-feira (17). Para ele, essa possibilidade é real, uma vez que o trabalho está bastante adiantado.

Equipes fazem buracos na laje para encontrar os corpos. Foto – Reprodução/Rede Globo

Para realizar as buscas nos escombros,as equipes abriram buracos nas lajes para facilitar o deslocamento. Cerca de 112 homens trabalham no local em esquema de revezamento.Os bombeiros também contam com ajuda de cães farejadores, bem como o uso de maquinas pesadas como britadeiras e cortadores.

A Prefeitura do Rio informou que vai demolir os três prédios que ficam ao redor da área do desabamento. Cerca de 60 famílias já foram atendidas, sendo 38 desalojadas e 14 desabrigadas, segundo dados da Secretária Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos. O órgão afirmou que também vai arcar com os custos do enterro das vitimas.

Vista aérea dos escombros na Muzema. Foto- Renato Spyrro/AP Foto

Investigações -A Polícia Civil determinou a formação de uma força tarefa para investigar a relação de grupos milicianos de Rio das Pedras e Muzema na construção irregular dos prédios. O presidente da associação de moradores, Marcelo Diniz Anastácio da Silva prestou depoimento na 16ª Delegacia de Policia, na Barra da Tijuca. Ao sair, evitou falar com a imprensa sobre os responsáveis.

Fonte: G1 Rio, Jornal Nacional e Agência Brasil

Ladrão Raíz: Homem tenta roubar mulher simulando arma com batata-doce e é preso em Maceió

Vítima reagiu ao perceber que criminoso não estava armado. Ocorrência foi registrada no bairro do Benedito Bentes.

Por Juliana Barbosa

Um homem foi preso tentando roubar uma mulher no Benedito Bentes, parte alta de Maceió, usando uma batata-doce como se fosse uma arma de fogo.

De acordo com a Polícia, a ocorrência foi registrada na noite de segunda (15).

.Samuel Lira Rodrigues, de 29 anos, abordou a vítima fingindo portar uma arma de fogo, e conseguiu levar a vítima até um matagal, onde a agrediu com uma barra de ferro. Ao perceber que o “poderio de fogo” do criminoso era, na verdade, era uma batata-doce enrolada em um plástico preto, a mulher reagiu às agressões.

O criminoso acabou sendo preso e levado para a Central de Flagrantes I, no bairro do Farol, onde foi autuado por tentativa de roubo.

Fontes: Alagoas 24 horas, G1 AL

Defensoria Pública realiza mutirão de atendimento para mudança de nome e gênero nos registros de pessoas trans

O atendimento será realizado no dia 10 de Maio, das 08h30 às 12h.

Por Juliana Barbosa

Divulgação

O segundo mutirão de retificação de nome e gênero promovido pela Defensoria Pública da Bahia, acontece dia 10 de Maio, das 08h30 às 12h, na Escola Superior da Defensoria Pública da Bahia, na Rua Pedro Lessa, Nº 123, 1º Andar, Canela

Para participar do atendimento, os interessados deverão trazer os seus documentos pessoais (RG, CPF e título de eleitor).
Qualquer transexual maior de 18 anos pode requerer as alterações em seus documentos, sem a necessidade de apresentar a comprovação de cirurgia de redesignação sexual, laudo médico ou autorização judicial.

Fonte: Defensoria Pública da Bahia

Confusões e bate-bocas. 515 tuítes em dois meses. Não, não é um adolescente na internet, é o presidente do Brasil.

A cada três dias o presidente publica no Twitter alguma crítica, ironia ou questionamento ao trabalho dos veículos de comunicação.

Por Juliana Barbosa

As redes bolsonaristas estão saturadas de insinuações e sarcasmos indiscriminados contra as elites políticas que tentam sufocar o clamor popular encarnado em Bolsonaro e a tal “nova política”. Cabe ao governo deixar clara a distinção entre o que é oficial e o que é manifestação dos eleitores. O presidente já disse que não tem como conter os seguidores mais exaltados, o que é falso, ele tem meios de repreendê-los, como faz fartamente com os que o contrariam.

Não é possível, por exemplo, usar um canal oficial de comunicação para divulgar um panegírico do golpe de 64, ou então a conta oficial do presidente ou do Planalto para atacar adversários e a imprensa. Isso é o que faria a militância, não o governo.

Apesar da autossabotagem, o apoio à reforma entre os 513 deputados tem crescido, e hoje 190 se declaram a favor, ante 113 contra. Mas há trabalho à frente, já que a aprovação depende de 308 votos – além de 49 senadores, caso o projeto chegue ao Senado. Tampouco o governo tem o apoio necessário da população.

Segundo pesquisa do Datafolha, 51% dos brasileiros são contra o projeto. Entre os funcionários públicos, que têm uma das maiores bancadas na Câmara, 63% são contra. Só 17% dos brasileiros se dizem bem informados sobre a reforma, e justamente entre os mal informados, 62% a rejeitam.

Bolsonaro mostrou a potência política das mídias digitais na sua própria eleição, e uma pesquisa divulgada pela agência BCW aponta que ele é o chefe de Estado mais influente nas redes. Entretanto, essa influência é positiva até que ponto?

Um levantamento da revista Época revelou que:

Entre outubro de 2017 e 6 de março deste ano, de 3 mil tuítes seus, somente 9 mencionaram a Previdência. O Estado mostrou que nos dois primeiros meses de governo, de 515 tuítes, 95 cumprimentavam amigos e aliados, 51 eram ideológicos, 31 criticaram a imprensa, 30 responderam a críticas e apenas 5, ou seja 1%, mencionavam a reforma da Previdência. A cada três dias o presidente publica no Twitter alguma crítica, ironia ou questionamento ao trabalho dos veículos de comunicação.

O entrevero entre o presidente da República e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em fins de março, foi paradigmático. Irritado com os comentários depreciativos de Carlos Bolsonaro nas redes sociais, Maia ameaçou deixar a articulação da reforma, acusando o governo de “terceirizar” suas responsabilidades.

Em Janeiro, enquanto o anúncio da renúncia ao mandato do deputado Jean Wyllys dominava as redes sociais – tornou-se o assunto mais comentado no Twitter brasileiro, duas publicações do presidente Jair Bolsonaro e de seu filho Carlos foram interpretadas como uma ironia sobre a decisão do psolista.

O perfil do presidente publicou “grande dia”, seguindo de um sinal de positivo, às 16h16m. Dois minutos depois, às 16h18m, Carlos Bolsonaro escreveu: “vá com Deus e seja feliz”, seguido também do sinal de positivo.

Reprodução: Twitter

As publicações geraram imediata reação, com xingamentos de eleitores solidários à decisão de Jean Wyllys e também aplausos de apoiadores do presidente. Meia hora depois de seu primeiro post, Carlos voltou ao Twitter, marcando o perfil do pai e a imagem de um avião junto à primeira mensagem – dando a entender que o post se referia ao retorno de Jair da viagem à Suíça.

Mais tarde, em nova mensagem, Carlos Bolsonaro criticou os que interpretaram a publicação do perfil do presidente como uma ironia ao deputado do PSOL:

“O presidente está proibido de dizer “GRANDE DIA”, após importante passagem por Davos! O nível de desespero devido a tantas derrotas consecutivas os levam a pirar nas próprias narrativas que inventam! Meu Deus”.

O próprio presidente voltou ao Twitter para negar que estivesse se referindo a Jean Wyllys. Segundo Bolsonaro, o comentário seria uma comemoração da viagem à Suíça: “Fake news! Referi-me à missão concluída, reuniões produtivas com chefes de Estado, voltando ao país que amo, Bolsa batendo novo recorde na casa dos 97.000 e confiança no nosso país sendo restabelecida, isso faz de hoje um grande dia!”, escreveu.

Reprodução:Twitter

Um comentário de Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) em sua conta pessoal do Twitter requentou a controversa discussão. O deputado estadual comentou que o serviço de streamings se mostrou interessado em produzir uma série sobre Jair Bolsonaro, de maneira semelhante ao que foi feito com O Mecanismo.


Algum tempo depois, porém, a conta oficial da Netflix no Brasil respondeu à publicação e desmentiu a afirmação do parlamentar. A mensagem da plataforma de streamings veio repleta de ironia e baseada em um meme da internet. A réplica, claro, viralizou e, até o momento, já foi compartilhada 81 mil vezes, além de render milhares de comentários com GIFs e montagens.

Reprodução: Twitter

No entanto, o filho de Bolsonaro rebateu à resposta do serviço de streamings divulgando que possui testemunhas que poderiam comprovar que a companhia, de fato, procurou pelo deputado e que marcou até mesmo reuniões para colocar o projeto em prática.

Reprodução: Twitter

O presidente Jair Bolsonaro decidiu apagar duas polêmicas publicações feitas em seu Twitter durante o carnaval. Em uma delas, o presidente expõe um vídeo em que um homem urina na cabeça de outro. Na segunda, Bolsonaro questionava: “O que é golden shower?

Reprodução Twitter

A exclusão acontece depois de os advogados das pessoas que aparecem no vídeo entrarem com um mandado de segurança contra o presidente no Supremo Tribunal Federal (STF).

Reprodução: Twitter

A ação no STF corre em segredo de Justiça. Ela foi protocolada na quarta-feira (19/3), pelos advogados Flavio Bizzo Grossi e Cynthia de Miranda Almeida Rosa Galib, que representam P.C.B.O, cujo nome não aparece no processo. O impetrado é o presidente da República, representado pela Advocacia-Geral da União (AGU). Um dia depois de chegar à Suprema Corte, o processo foi distribuído e a relatoria ficou a cargo do ministro Marco Aurélio.

Mas, as polêmicas não param por aí. A vergonha também não.

“O Exército não matou ninguém, não”. Com essas palavras, o presidente Jair Bolsonaro comentou, pela primeira vez, nesta sexta-feira (12) a morte de Evaldo dos Santos Rosa, de 51 anos, no Rio de Janeiro. Rosa foi assassinado pelo Exército no último domingo (7): o carro em que ele estava foi alvo de 80 tiros de fuzil – os soldados disseram ter confundido o carro com o de criminosos.

Reprodução: Twitter

A frase foi dita por Bolsonaro durante a inauguração de um aeroporto em Macapá (AP). “O Exército é do povo, e não pode acusar o povo de ser assassino, não. Houve um incidente, uma morte”, acrescentou o presidente. “No Exército sempre tem um responsável”.

Na mesma semana em que faz pouco caso do sofrimento diante de uma tragédia familiar causada pelo Estado, o atual presidente, e seus pupilos, usa o twitter para mais uma vez, envergonhar o povo brasileiro. Se solidarizou com um homem sem escrúpulos, e noção alguma do que é humor.

Viva a liberdade de expressão! Dos “humoristas”, é claro. Os jornalistas e professores devem permanecer calados.

Reprodução:Twitter

Nesta quarta (10/4), Danilo Gentili foi condenado a 6 meses e 28 dias de detenção, em regime semiaberto, pelo crime de injúria contra a deputada Maria do Rosário (PT-RS). Segundo a juíza Maria Isabel do Prado, da 5ª Vara Federal Criminal de São Paulo, ao gravar um vídeo em resposta a uma notificação extrajudicial recebida, o humorista ofendeu a dignidade da deputada, chamando-a de “puta”.

Para a juíza, o “humorista” ultrapassou os limites da ética e da liberdade de expressão, cometendo o crime de injúria. Na sentença, ela afastou os argumentos de Gentili de que não houve dolo em ofender a honra ou a dignidade por se tratar de uma peça humorística.

Ao induzir seus seguidores no Twitter a considerar o deputado federal Marcelo Freixo (Psol-RJ) assassino e farsante, além de chamá-lo de “merda”, o “comediante” Danilo Gentili extrapolou a crítica política, utilizando-se de artifícios ilegais e ilegítimos com o único intuito de prejudicar a reputação de Freixo, além de incitar ódio entre seu público.

Com esse entendimento, a 26ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (11/4), aumentou de R$ 10 mil para R$ 20 mil a indenização por danos morais que Gentili deve pagar a Freixo.

A vergonha é em família mas, as custas da imaturidade do presidente da república, fica por conta da população. O Brasil desce ladeiras abaixo. E ainda veremos muito mais que isso.

Reprodução :Twitter

Fontes: Estadão, Conjur, canaltech, Twitter.

Saulo e Luiz Caldas esquentaram a noite paulistana com grandes sucessos

Os dois artistas se apresentaram no último final de semana no SESC Pompeia

Saulo e Luiz Caldas levaram o melhor da musica baiana para o palco do SESC Pompeia Foto – Thaty Carvalho/Instagram

Por Gustavo Medeiros

O SESC Pompeia em São Paulo recebeu o axé da Bahia durante o ultimo final de semana com as apresentações de Saulo e Luiz Caldas . Os artistas levaram para a capital paulista um pouco da nossa baianidade com um repertório de versões acústicas e intimistas dos grandes sucessos de carreira no show “Frenesi pra Ademar.”.

Musicas como “Magia”, “Haja Amor”, “É Tão Bom”, ” Raiz de Todo Bem” e “Anjo” contagiaram os fãs dos dois artistas. As apresentações, que aconteceram no sábado (13) e no domingo (14), esquentaram a fria noite paulistana.

Foto – Thaty Carvalho/Instagram

Além dos seus maiores sucessos, Saulo e Luiz Caldas trouxeram outros hits da axé music que se tornaram clássicos como “Mimar Você”, “Zanzibar (as cores)” entre outros.

A ideia de fazer um show reunindo grandes sucessos da musica baiana surgiu no ano passado, quando os dois artistas se apresentaram em uma ação beneficente em prol da saúde do musico Ademar Furtacor, autor da musica Frenesi, grande clássico da axé music nos anos 80.

Assista um pouco do show que aconteceu aqui em Salvador

Fonte: Canal Aberto

Mulher é morta dentro de casa, na Bahia. Companheiro é principal suspeito.

Crime que vitimou Tatiane Conceição Almeida ocorreu em Mata de São João, na madrugada desta terça-feira (16). Segundo família, vítima já havia sido agredida outras vezes.

Por Juliana Barbosa

Tatiane Conceição Aureliana foi agredida por volta de 1h da madrugada, na Rua do Campo. — Foto: Arquivo Pessoal

Mais um caso de feminicídio choca a Bahia. Uma mulher de 28 anos morreu após ser espancada dentro de casa, em Mata de São João, na região metropolitana de Salvador, na madrugada desta terça-feira (16). Conforme a polícia, o companheiro dela é o principal suspeito do crime, que não teve a identidade revelada, e está foragido O casal tem uma filha de dois meses.

Ainda de acordo com a polícia, Tatiane Conceição Aureliana foi agredida por volta de 1h da madrugada, na Rua do Campo. Após ficar sabendo do caso, familiares de Tatiane acionaram a polícia, que foi ao local e encontrou a mulher já morta. O corpo dela foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IMl) de Camaçari, na mesma região.

Além da bebê de dois meses, a mulher deixa três filhos de relacionamentos anteriores. As crianças estão sendo cuidadas pela família dela.

Segundo Crispina Conceição, irmã da vítima, Tatiane estava se relacionando com o suspeito há um ano e meio, e já havia histórico de agressão na relação.

“O espancamento é reincidente. A gente aconselhava para que ela separasse dele, mas ela sempre voltava. Já sabemos que ela foi espancada três vezes. Em uma das vezes, ela foi espancada dentro da casa de minha mãe, sem minha mãe saber. A gente pediu para que ela desse queixa, mas ela dizia que não, que tinha medo dele”, afirmou Conceição.

O caso foi registrado na Delegacia de Praia do Forte. Não há informações sobre a motivação do crime.

Fonte: G1 BA

Valor do Salário Mínimo será de R$ 1040 em 2020

Diferença será de apenas R$ 11, se comparado com reajuste real

Foto- Reprodução/Internet

Por Gustavo Medeiros

Não vai ser em 2020 que os brasileiros vão ganhar um aumento real do salário mínimo. A previsão para o ano que vem contará com apenas R$ 42 a mais, isso por que o valor do minimo vai passar de R$ 998,00 para R$ 1040,00. O anuncio foi feito pela equipe econômica do governo durante essa segunda-feira (15).

Se o Planalto levasse em conta a regra de reajuste em vigor até este ano, o valor seria 26% maior do que foi anunciado, passando para R$ 1050,89, uma diferença de apenas R$ 11, se comparado com o valor previsto. O numero foi fechado com base em um reajuste sem ganho real para os trabalhadores. A equipe econômica procurou estabelecer apenas a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Caso o reajuste seja aprovado pelo Congresso, o valor só começará a entrar em vigor apenas em janeiro do ano que vem, com pagamento a partir de fevereiro. O salário mínimo serve de referencia para mais de 45 milhões de pessoas e é base para pagamento de benefícios como a aposentadoria e o PIS/PASEP por exemplo.

O Executivo ainda projetou os valores para o mínimo de 2021 (R$ 1082) e 2022 (R$ 1123).

Confira mais sobre o valor do minimo para 2020,clicando aqui

Fonte: G1, UOL e O Globo

A partir de Maio, tatuadora vai cobrir, de graça, tattoos feitas em vítimas de assediador de BH.

Um total de 40 mulheres denunciaram Leandro Caldeira, responsável pelo Tattoo Reggae Studio, lugar onde aconteceram dezenas de abusos sexuais contra clientes desde 2012.

Por Juliana Barbosa

A tatuadora mineira Isadora Carvalho – Foto internet

Para ajudar as vítimas de um tatuador preso em Belo Horizonte por abuso sexual, a tatuadora Isadora Carvalho está oferecendo seus serviços para cobrir a marca na pele que passou a simbolizar não o sentido original da tatuagem, mas sim o abuso sofrido. Dona do Isa Tattoo Arts, na capital mineira, Isadora se comprometeu a gratuitamente realizar a cobertura das tatuagens que Leandro fez nas vítimas, justamente enquanto os abusos ocorriam.

Outro estúdio de tatuagem, a Godarc Tattoo, teve iniciativa semelhante e irá cobrar apenas 30% do valor da tatuagem, que será destinado à Casa de Referência da Mulher Tina Martins.

Isadora é uma das referências do nicho de tatuagem na capital mineira. Ela está na Austrália, mas retornará ao Brasil ao maio, onde irá reservar em seu estúdio um horário diário para atender as vítimas.

“Uma tatuagem conta uma história de vida. Nenhum tatuador quer que sua arte conte uma lembrança triste”, diz Isadora, que baseada nesse sentimento, decidiu abrir seu estúdio para as mulheres assediadas.

Isadora é uma das referências do nicho de tatuagem na capital mineira. Ela está na Austrália, mas retornará ao Brasil em maio, onde irá reservar em seu estúdio, um horário diário para atender as vítimas.

“A gente sente muito prazer pelo que faz, fazemos porque a gente ama. O ganho financeiro é mais uma consequência. Como as minhas tatuagens têm um valor mais alto, não é todo mundo que tem acesso. Uma cobertura, fazer essa re-significação, tem um valor ainda mais alto. Por isso tivemos essa ideia”, conta a profissional.

A tatuadora diz que já cobriu a tatuagem de três vítimas do tatuador da Savassi. “A primeira menina ainda não sabia bem o que tinha ocorrido. Já a segunda, tomou um pavor dele. Mesmo assim ainda se culpou um pouco, queria entender se era um problema somente com ela, mas aí expliquei tudo. A terceira chorou muito, pediu para fazer a cobertura da tatuagem, disse que havia sido o pior momento da vida dela”, relata.

“Eu nunca passei por isso, mas sou mulher, então consigo imaginar a situação. Sei que é um momento de carência emocional, e que essa ajuda fará uma diferença na vida delas”, diz Isadora.

As vítimas que desejarem cobrir a tatuagem antiga deverão preencher um formulário no perfil do Instagramdo estúdio de Isa. “Elas deverão preencher o formulário e anexar fotos das tatuagens. Dessa forma, eu e minha equipe faremos uma análise para ver melhor forma de fazer a cobertura”.

Ela também fará parcerias com clínicas de remoção a laser. “Se a tatuagem for muito grande, pode precisar de algumas sessões de laser. A cobertura não é uma coisa muito fácil, a pessoa precisa estar aberta às sugestões do tatuador”, explica.

Já a proprietária da Godarc Tatuagem, Camilla Camos, deseja transformar as lembranças traumática vividas por essas mulheres em algo positivo. “Logo após a repercussão do caso, muitas pessoas nos marcaram em publicações. Somos um estúdio só de mulheres, estamos sempre engajadas em causas femininas”, afirma.

O estúdio de Camilla cobrará apenas 30% do valor da tatuagem dessas mulheres até julho. “Queremos proporcionar, para essas mulheres, uma experiência completa, a melhor possível. Já re-significamos a tatuagem de uma vítima, outras já estão agendadas”.

A moça que quiser alterar ou cobrir a tatuagem precisa enviar um relato com a foto da tatuagem e uma ideia do que deseja fazer para cobri-la para o e-mail gordarc.tatuagem@gmail.com.

Será ofertada uma vaga por mês, durante três meses, para cada tatuadora do estúdio.

“O valor pode variar de acordo com o que a mulher quiser fazer. Algumas querem somente cobrir, outras querem mudar completamente, aumentar. O importante é elas saírem satisfeitas e felizes”, completa.

Vale lembrar que todo o dinheiro arrecadado será transferido para a Casa de Referência da Mulher Tina Martins, que presta serviços de atendimento à mulher em situação de violência.

Relembre o caso:

View this post on Instagram

As investigações sobre as Denúncias de abusos sexuais contra um dos tatuadores de um estúdio localizado na Avenida Nossa Senhora do Carmo, na Savassi, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, continuam. A delegada Ana Paula Balbino, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, orienta as mulheres que tenham sido vítimas do homem a procurar a Polícia Civil para realizar o registro. Ao menos, 40 mulheres utilizaram as redes sociais para relatar terem sido vítimas do homem enquanto realizavam uma tatuagem. O número de pessoas que formalizaram as denúncias junto a polícia não foi divulgado pela Polícia Civil. Segundo a corporação, as informações estão sendo mantidas em sigilo para não atrapalhar as investigações. As histórias vieram à tona depois que a ativista e professora de literatura Duda Salabert, que também foi candidata ao Senado nas últimas eleições, utilizou o Instagram para falar sobre sua preferência em tatuar com profissionais mulheres. Depois da publicação, recebeu diversas mensagens de mulheres relatando casos de abusos, entre eles, os casos da empresa da capital mineira. Equipes da Polícia Civil iniciaram nessa terça-feira diligências, consideradas imprescindíveis pela corporação. Entre as histórias recebidas pela ativista, grande parte relatava um profissional que trabalha no estúdio na Savassi. Os relatos são de casos que ocorrem desde 2012. Em contato com a reportagem, Duda afirmou que está em contato com uma promotora do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) para ver qual atitude será tomada dentro da rede de proteção à Mulher. Leia mais neste post. Fonte: EM.com.br #mulheres #abuso #assedio #tatuagem #denuncia #bh #belohorizonte #respeito

A post shared by Mulherada_Empoderada (@mulherada_empoderada) on

Reprodução: Instagram

Mulheres procuraram a Polícia Civil e a ativista Duda Salabert para denunciar o tatuador Leandro Caldeira Alves Pereira, de 44 anos, por assédio sexual. A ativista publicou em redes sociais, no início do mês, novos relatos de abuso. O tatuador, que é dono de um estúdio na Savassi, bairro nobre de Belo Horizonte, se diz inocente.

Leandro foi preso em Lagoa Santa, na Grande BH, no domingo, 31 de Março, e levado para o presídio. Ele teve a prisão decretada pela juíza Patrícia Santos Firmo, após pedido da Polícia Civil, e foi encontrado escondido na casa de amigos.

Leandro vai responder pelo crime de violação sexual mediante fraude.

Novos relatos

“Aconteceu comigo também! Ele foi fazer o desenho nas minhas costas e o membro dele ficava na minha cara grande parte do tempo”, disse uma das mulheres à ativista Duda Salabert.

“Eu sou mais uma vítima dele! Infelizmente, minha tatuagem, que era para marcar algo com significado da minha fé, se tornou a marca mais feia do meu corpo”, relatou outra cliente.

Os depoimentos de abuso se repetem e reafirmam o modo com que Leleco, apelido do profissional, usava para violar as mulheres durante as sessões de tatuagem.

Uma das mulheres disse que desistiu da terceira sessão necessária para concluir a tatuagem após o assédio:

“Em 2009, eu fiz uma tatuagem na coxa que teve duas sessões (eram três, mas a terceira eu não compareci). Era muito nova, tinha 19 anos. Enquanto tatuava ele pegava minha bunda e depois começou a colocar o dedo na minha vagina. Eu ficava tentando demonstrar o desconforto, mas foi terrível. […] Na segunda sessão, pedi que um amigo fosse me encontrar de tão arrasada que eu estava. ”

Vítimas relatam que foram abusadas durante sessões de tatuagem. — Foto: Reprodução/Instagram

Outra mulher – que não mora em BH – disse que em 2007, com 17 anos, conheceu Leandro por intermédio de um amigo. O tatuador disse para a jovem que faria o desenho nela, mesmo sem a autorização da mãe. Ele, então, teria indicado que ela tatuasse a virilha ou cóccix, local onde a mãe não veria. A jovem foi ao estúdio e pediu que o desenho fosse testado no pescoço, mas Leandro teria pedido para ela ficar só de calcinha:

“Cheguei lá e ele queria colar os decalques em mim. Disse que ia ficar melhor na virilha. Aí quis testar na nuca e ele só falava na virilha, até que percebi que ele estava excitado, porque dava pra ver na calça. Ele insistia muito, eu só tinha 17 anos, me senti coagida, ele então me fez tirar a calça para colar o decalque.”

A vítima disse que aproveitou que outro cliente chegou ao estúdio para escapar e nunca mais retornou.

Mulher disse que era menor de idade quando foi abusada por tatuador. — Foto: Reprodução/Instagram
Tatuador era considerado foragido e foi levado para delegacia na Região Metropolitana — Foto: Daniel Galvão/TV Globo

Orientações na hora de tatuar –

Isadora Carvalho- Reprodução
  1. NÃO é necessário ficar sem roupas em situação alguma na hora da tatuagem. A não ser que o desenho seja feito em uma região íntima.
  2. Mesmo se for tatuar uma região abaixo dos seios ou costela, sempre existe a OPÇÃO de ir com sutiãs que ficam colados nos seios. E isso não interfere em NADA no procedimento!
  3. Também tem a OPÇÃO de se cobrir com a sua blusa ou colar um papel toalha e fita crepe em cima.
  4. Um tatuador ou tatuadora profissional NUNCA vai te pedir para tirar nada da roupa que não seja necessário. O(a) profissional deve te mostrar opções para que você se sinta mais confortável durante o procedimento, como te oferecer um lençol ou avental hospitalar, por exemplo.
  5. Quando for uma tatuagem em que seja necessário contato de apoio em qualquer região do seu corpo, é sempre AVISADO antes, de forma RESPEITOSA. Isso nunca deve ser imposto a clientes, como visto em alguns relatos.
  6. Se você desconfiar de qualquer abuso, VÁ EMBORA! Não se preocupe com tatuagem pela metade, pois isso pode ser resolvido.
  7. Fique atenta à qualquer elogio ou comentário invasivo que te deixe DESCONFORTÁVEL.
  8. Historicamente, a tatuagem é uma profissão muito marginalizada. Hoje em dia, usamos todos os recursos possíveis para ter uma apresentação mais séria e PROFISSIONAL. Pode ter certeza que um tatuador bacana se preocupará em tirar todas as suas dúvidas, desde o momento da marcação de horário até o pós-tattoo.
  9. E, se ainda assim você não se sentir segura, não faça! Parte do processo é ter identificação e confiança no profissional. Se te deixou desconfortável em algum momento, procure outra pessoa para fazer sua tatuagem.
    Godarc Tatuagem

Fontes: G1; hypeness, razoesparaacreditar

Insights do Cotidiano

Por si mesmo

Por Priscilla Fraga

Imagem: Internet


“[…]

Quem julga saber

E esquece de aprender

Coitado de quem se interessa pouco

E quando chorar

Tristeza pra lavar

Num ombro cai metade do sufoco

O novo virá

Pra re-harmonizar

A terra, o ar, água e o fogo

E sem se queixar

As peças vão voltar

Pra mesma caixa no final do jogo

Pode esperar

O tempo nos dirá

Que nada como um dia após o outro”

(Um Dia Após o Outro -Tiago Iorc)

Imagem: Internet


O Transtorno do Espectro Autista afeta três áreas: Linguagem (fala; linguagem corporal; flexibilização do pensamento, etc.), Socialização (Iniciar e manter uma conversa; hiposensibilidade ou hipersensibilidade ao toque, etc.) e Estereotipias, além dos interesses restritos, porém afeta também todos aqueles que convivem.

Ainda não se sabe quais as causas do Autismo, só sabemos que ter alguém com esse espectro no nosso meio incita de nós; sensibilidade, dedicação e acima de tudo paciência.  Há momentos que não saberemos o que fazer, pois receita de bolo pronto nesses casos, não existe; cada ser é singular, por mais que traços seja comuns, eles se manifestam de maneiras variadas e diferentes.

Aquele a quem recebe esse diagnóstico também é uma criança, um adolescente ou um adulto e que sua aceitação independe entre ser ou não ser autista. Confesso, que o sentimento algumas vezes é de impotência, inércia, porque muitas vezes as nossas expectativas, são  transfiguradas em frustrações.

Para além do ser cuidado, quem cuida merece ser olhado, o mundo não é perfeito, não somos perfeitos, mas exigimos na nossa relação com o outro essa perfeição, cada um só pode ofertar aquilo que tem. A cada dia, é importante ter em mente que é necessário respeitar o espaço, o limite e outro na tentativa de parar de idealizar o mundo e as pessoas.

Imagem: Internet

Referências:

GÓMEZ, Ana Maria Salgado; TERÁN, Nora Espinosa. Transtornos de aprendizagem e autismo. São Paulo: Grupo Cultural, 2014.

ROTTA, N. T.; OHLWEILER, L.; RIESGO, R. S. Transtornos da aprendizagem: abordagem neurobiológica e multidisciplinar. 2.ed. Porto Alegre: Artmed, 2016.

SILVA, Ana Beatriz Barbosa; GAIATO, Mayra Bonifacio; REVELES, Leandro Thadeu. Mundo Singular: entenda o autismo. Rio de Janeiro: Ed. Objetiva Ltda, 2012.

A Feira

Convívio de ema: o harém que troca de machos

Imagem: Os Bichos da Editora Abril

Tudo depende de como combinamos as coisas.

O esforço é o da empatia, em alemão einflung, usado por Freud em Os chistes e sua relação com o inconsciente, de 1905.

Este esforço de colocar-se no lugar do outro é que te fornece a identidade.

Porque sem o outro, não tinha como a gente se afirmar nada. No RG, é o outro que diz e carimba.

Vejam como a ema resolve tocar a vida em um modelo de convívio que resolve esta inevitável crise de identidade da modernidade cartesiana e ajuda bem a entender o conceito de liberdade como uma condenação ao modo sartreano de ver a vida.

Porque quando escolhemos uma opção entre milhares, nunca saberemos se aquela foi mesmo a correta.

Nunca experimentaremos as outras que não escolhemos; e como precisamos escolher toda hora uma coisa ou ação em meio a milhares, a probabilidade aritmética de escolhermos errado é muito alta.

A escolha da ema, que gemeu no tronco do jurema, na música de Gilberto Gil, é por um modelo que seria bem problemático seguir em uma sociedade humana contemporânea.

A ema adotou um tipo de modelo que envolve harém e libertação, em fluxo constante e divertido, ao desenvolver um convívio em grupos de um macho e algumas fêmeas.

Quem cuida dos filhotes é o senhor Emo, um ser muito tenso quando trata-se de defender sua galerinha de eminhos fofos.

Quem conhece o jogador Emo, revelado pelo Redenção, ídolo do Bahia, vai entender como é a ema, porque é mesmo que estar vendo Emo.

Pois estes emos, os de pluma e pernas longas e pescoço comprido, não podem nem se ver, que é briga certa, hostilidade total.

A mulher que se controi na ema é poliamorista e tem um desenvolvimento de gênero de fazer inveja a qualquer movimento feminista: depois que uma fêmea põe os ovos, o emo é que vai ficar chocando e cuidando, enquanto a mamãe volta logo pro rolê com as outras emas parças.

Seria mais ou menos depois do parto, o maridão leva o bebê, a mamãe deixa o leitinho naqueles recipientes apropriados tipo uma mamadeira, o maridão cuida do bebê e a mamãe sai pra comemorar o parto bem sucedido com a galera que já tá esperando com todas as providências administradas.

O chato desta questão de gênero, que tomou proporções maiores que a velha luta de classes, é a possibilidade de alguma injustiça com o emo pai que ficou cuidando da ninhada. É que as mina ema tão solta na pista e se aparecer outro macho com algum charme e que apeteçam os instintos emais, elas não vêem nenhum problema em deixar-se devorar pelo novo amor. E em série, respeitando-se a filinha com alguma senha naquelas cabeça azuada de ave selvagem meio vida louca.

Este revezamento faz do harém o protagonista em lugar do emo macho alfa TOP. Porque quanto mais fecundadas por machos diversos, mais uma ema terá variedade genética para resistência a doenças. Também concorre para tipo uma eugenia, considerando-se os padrões mais desejados pelas emas, no momento de entregar-se a um novo emo. É a inclinação para preservar e melhorar a espécie.

Para Schopenhauer, amor era muito isso. Biologia. Quando nos inclinamos por alguém é porque o instinto está certo que o objeto do desejo é o melhor possível para melhorar a espécie. É mais atração que virtude.

Uma criatura como a ema, com este desenvolvimento, no momento de relacionar-se, não é considerada nos Pampas. O povo necessitado vê na ema a oportunidade de arrancar as plumas para conseguir um dinheirinho extra.

Um lugar com tanta carne e proteína animal, como é esta vastidão de natureza do Rio Grande do Sul  e Argentina, podia servir de alívio para a ema viver em paz, com sua sofreguidão curada de galera, mas que nada: a ema é caçada como se caça bezerro.

As emas tão ali de boa com seu emo novo, em mais um rodízio alegrador, quando recebe no pescoção uma boleadora rodopiante que deve doer como quê!

Espécie humana, sai fora, já deu o que tinha de dar, vai cuidar de seu restinho de planeta, que em duas gerações acaba. 

Ficar matando um ser, que é muito superior na hora de relacionar-se, é mais uma vergonha que tenho de meus ditos semelhantes.

FINAL

Avanço científico! Coração é impresso em 3D a partir de tecido humano

Israelenses apresentam protótipo de órgão do tamanho de uma cereja, produzido com células de paciente. Segundo cientistas, é o primeiro coração com vasos sanguíneos, ventrículos e câmaras impresso em laboratório.

Por Juliana Barbosa

Professor Tal Dvir, da Universidade de Tel Aviv, segura protótipo de coração

Cientistas da Universidade de Tel Aviv, em Jerusalém, apresentaram nesta segunda-feira (15/04) um coração vivo feito a partir de tecido humano com uma impressora 3D.

O estudo, publicado na revista Advanced Science, abre caminho para a realização de transplantes sem risco de rejeição, já que o órgão é feito com células do próprio paciente. 

“Já haviam conseguido imprimir em 3D a estrutura de um coração, mas esta é a primeira vez que alguém conseguiu projetar e imprimir um coração inteiro, repleto de células, vasos sanguíneos, ventrículos e câmaras”, disse o professor Tal Dvir, que liderou a pesquisa, ressaltando que o coração está completo, vivo e palpitando.

“Realizamos uma pequena biópsia de tecido adiposo do paciente, removemos todas as células e as separamos do colágeno e de outros biomateriais, as reprogramamos para que fossem células-tronco e, então, as diferenciamos para que sejam células cardíacas e células de vasos sanguíneos”, detalhou o pesquisador.

Posteriormente, os materiais biológicos foram processados para convertê-los em bio-tinta, o que permite imprimir com as células, afirmou.

O protótipo de coração apresentado a jornalistas nesta segunda-feira tem cerca de três centímetros, o equivalente ao tamanho do órgão de um coelho ou de uma cereja.

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas

Segundo conta o The Jerusalem Post, doenças do coração são as principais causas de mortes entre homens e mulheres nos Estados Unidos. Em Israel os problemas cardíacos só perdem para o câncer. O transplante de coração é muitas vezes a única alternativa para pacientes em estágios finais de falhas no coração e tem sido muito muito utilizada, mas infelizmente há uma lista de espera muito grande, muitos dos pacientes acabam morrendo esperando pelo transplante.

“Este coração é feito de células humanas e materiais biológicos específicos do paciente. Em nosso processo, esses materiais servem como bio-tintas, substâncias feitas de açúcares e proteínas que podem ser usadas para impressão 3D de modelos complexos de tecidos ”
Disse Dvir.

Tal Dvir, professor e cientista líder na pesquisa

No momento, as células podem se contrair, mas o coração completo não bombeia. “Ainda é muito básico”, diz Dvir. De acordo com o pesquisador, é preciso desenvolvê-lo mais, para conseguir um órgão que possa ser transplantado para um ser humano.

“O próximo passo é amadurecer essas células e ajudá-las para que se comuniquem entre elas, de forma que se contraiam juntas. É preciso ensinar as células a se comportarem adequadamente”, explicou Dvir.

Segundo eles, é preciso ensinar esse coração a se comportar como o de um humano.

“Depois, teremos outro desafio, que é conseguir desenvolver um coração maior, com mais células. Temos que descobrir como criar células suficientes para produzir um coração humano”, acrescentou.

Futuramente, a equipe liderada por Dvir planeja transplantar os corações em pequenos animais, como coelhos e ratos.

“Talvez, em dez anos, haja impressoras de órgãos nos melhores hospitais do mundo, e esses procedimentos sejam conduzidos rotineiramente”, disse Dvir.

Fontes: DW; Mundo Conectado


Ponto turístico de Paris, Catedral de Notre-Dame está em chamas

Incêndio começou no final da tarde, de acordo com o horário local

Foto – Bernoit Tessier/AFP

Por Gustavo Medeiros

Um incêndio está atingindo,neste momento, a Catedral de Notre-Dame, um dos pontos turísticos mais importantes de Paris. O caso foi relatado primeiro por usuários nas redes sociais. Pouco mais de uma hora após o ocorrido, a procuradoria abriu uma investigação para averiguar as causas.

Segundo informações, o fogo começou a se alastrar na parte superior da catedral e pode estar relacionado as obras de restauração. Vários bombeiros vão trabalhar durante a noite para conseguir apagar o fogo. Dias antes, as 16 estatuas em cobre que ficavam no pavimento afetado pelo incêndio foram retiradas pela primeira vez, em um seculo, para serem limpas.

O porta voz da igreja contou que as chamas começaram a se formar no final da tarde (horário local), por volta das 18h50, minutos depois do local ter sido fechado para visitação. Uma parte da fachada também foi atingida pelo fogo.

Cerca de uma hora após o começo do incêndio, uma estrutura central em formato de flecha, que passava por reformas, desabou. A principio, autoridades locais tratam o episódio como um acidente e descartam a hipótese de atentado terrorista.

Na sua pagina do Twitter, o presidente Emmanuel Macron disse que a nação inteira está em choque ao ver a Notre Dame em chamas.

Em nota nas redes sociais, presidente Emmanuel Macron expressa o sentimento dos franceses com o ocorrido em Notre Dame

A Catedral de Notre Dame começou a ser construída em 1164 e só foi concluída em 1345. A igreja foi palco de diversos acontecimentos como a coroação do Rei Henrique VI em 1431, durante a Guerra dos Cem Anos, a coroação de Napoleão Bonaparte em 1802 e a beatificação de Joana D’Arc em 1909.

Fonte: UOL, Agência France Presse (AFP), Le Monde e G1

Mulheres Muito Mais que Isso: Conheça as cientistas negras que fizeram história na Nasa;

Katherine Johnson, Dorothy Vaughan e Mary Jackson,
apelidadas de “computadores humanos”, calculavam manualmente equações necessárias para que as viagens espaciais acontecessem.

Por Juliana Barbosa

Dorothy Vaughan, Katherine Johnson e Mary Jackson / NASA / COLEÇÃO DONALDSON / COLEÇÃO SMITH / GADO / GETTY IMAGES

O que todo mundo sabe é que, em maio de 1961, Alan Shepard consagrou-se como o primeiro americano no espaço mas, em abril de 1961 a Rússia viria a ser o primeiro país do mundo a conseguir esse feito. A expedição americana já estava planejada para o ano anterior, mas não conseguiu se concretizar a tempo de bater os russos. Em fevereiro de 1962, John Glenn foi o primeiro a entrar na órbita da Terra. Mas o que praticamente ninguém sabia, até pouco tempo atrás, é que três mulheres negras foram cruciais para que essas empreitadas dessem certo.

Tudo começou em 1943, o auge da Segunda Guerra Mundial, quando
Dorothy Vaughan embarcou no Langley Memorial Aeronautical Laboratory. O laboratório fazia parte do
Comitê Consultivo Nacional para Aeronáutica (NACA), que mais tarde se tornaria a NASA . O esforço de guerra estava indo em direção ao céu, o que incitou um enorme esforço de contratação para atender a demanda por “computadores humanos” para processar dados aeronáuticos. Contratar Vaughan e outras pessoas negras foi possível graças a uma ordem executiva que o Presidente Roosevelt emitiu em 1941, que proibia a discriminação no governo e em empregos de defesa, e criou a Fair Employment Practices Commission.A Ordem Executiva 9346, emitida em 1943, expandiu o poder da comissão para impor uma política de contratação não discriminatória. Essas ordens são amplamente vistas como o primeiro reconhecimento governamental da disparidade racial no emprego desde a Reconstrução, o período turbulento após a Guerra Civil.

Os anos de Jim Crow ainda estavam em pleno andamento – então os afro-americanos, conhecidos coletivamente como Unidade de Computação da Área Oeste, e os brancos que trabalhavam no programa foram segregados.  Mary Jackson se juntou à equipe de computação em 1951, e Katherine Johnson seguiu o exemplo em 1953. Como a Corrida Espacial começou a aumentar depois da guerra, o mesmo aconteceu com a ênfase nos dados aeroespaciais. As três mulheres não desfrutaram de escassez de realizações, antes e ao longo de seus anos na NASA. Aqui estão cinco conquistas notáveis.

1. Eles enviaram astronautas para o espaço com sucesso.

Katherine Johnson era um gênio de matemática certificado, tendo se formado no colegial aos 14 anos e na faculdade aos 18 anos. Ela calculou a trajetória do vôo espacial de Alan Shephard , que fez história em 1961 como o primeiro americano no espaço. Mais tarde, quando computadores reais foram empregados para traçar a missão Amizade 7 de John Glenn , o astronauta pediu especificamente que Johnson manejasse os números à mão, tão forte era sua confiança em suas proezas matemáticas.

2. Katherine Johnson ajudou a integrar a West Virginia University.

Em 1939, Johnson foi um dos três estudantes escolhidos para integrar a West Virginia University . Pioneira antes de ingressar na NACA, Johnson se matriculou nos anos de pós-graduação tradicionalmente brancos – e em alguns casos décadas – antes que muitas outras universidades fizessem o mesmo.

3. Dorothy Vaughan foi a primeira gerente negra da NASA.

Vaughan, a primeira do trio a ingressar na NACA, destacou-se tanto como um computador que foi promovida em 1949 para gerenciar as mulheres da West End Computing. Era raro uma mulher conseguir tal posição, mas, para uma mulher negra, era praticamente inédito. Ela comandou o grupo por quase uma década, até que as instalações segregadas foram eliminadas. Durante sua gestão, defendeu promoções e aumentos salariais para sua equipe, bem como para mulheres brancas que trabalham como computadores em outros grupos.View image on Twitter

View image on Twitter

NPR Extra@NPRextra

#HiddenFigures no more: Meet the black women who helped send America to space, via @elizblair http://n.pr/2hOSY2x 822:35 PM – Dec 20, 201669 people are talking about thisTwitter Ads info and privacy

4. Mary Jackson foi a primeira engenheira negra da NASA.

Jackson passou dois anos na posição de computação, mas optou por trabalhar para o engenheiro da NASA, Kazimierz Czarnecki, quando surgiu a oportunidade. Por sua insistência, ela obteve permissão para participar de aulas exclusivas para brancos e se matriculou em um programa de treinamento que lhe rendeu uma promoção de matemática para engenheira. Em 1958, ela se tornou a primeira engenheira negra da NASA  .

5. Vaughan enviou satélites para o espaço.

Depois que os escritórios da NASA foram dessegregados e ela perdeu o título de gerente, Vaughan não diminuiu a velocidade. Ela provou seu talento científico mais uma vez ao se tornar um proficiente programador de FORTRAN , uma linguagem de programação de computador que revolucionou a velocidade e a eficácia do processo. Usando essas habilidades, ela ajudou a enviar satélites para a órbita como parte do importante programa de veículo de lançamento SCOUT (teste de utilidade orbital controlado sólido). 

Katherine Johnson

Circa 1980, NASA)

O site oficial da NASA define Katherine como “a garota que amava contar”. Nascida em 26 de agosto de 1918, no interior da Virgínia Ocidental, ela foi uma aluna genial desde o colégio. Formou-se no High School aos 14 anos e na faculdade aos 18.

Trabalhou durante anos como professora e passou um tempo como dona de casa, dedicando-se aos filhos. Em 1953, conseguiu ingressar no Comitê Nacional de Consultoria para Aeronáutica (NACA), agência que deu origem à NASA em 1958. Inicialmente, o cargo dela na NACA era de computer, pois ela resolvia os cálculos que os computadores viriam a fazer mais tarde.

Katherine foi responsável por calcular a trajetória da expedição de Alan Shepard, que aconteceu em 1961. Já na operação que colocou John Glenn na órbita da Terra, ela foi crucial para a verificação dos cálculos feitos em computador. Mesmo com a ascensão da tecnologia, naquela época o trabalho matemático era muito braçal e as contas feitas por computadores precisavam ser exaustivamente analisadas. Em 1969, a cientista também contribuiu para planejar a trajetória do lendário Apollo 11. Katherine foi a primeira grande mulher da história da NASA.

Katherine Johnson, agora com 104 anos, é a única sobrevivente do trio. O então presidente Barack Obama concedeu-lhe a Medalha Presidencial da Liberdade, a mais alta honraria civil dos EUA, em 2015.

Reprodução:Internet

Dorothy Vaughan

Foto: Daily Press

Nasceu em 20 de setembro de 1910, no Missouri e iniciou sua carreira na NACA em 1943. Segundo conta o site oficial da NASA, a NACA já contratava mulheres como computers humanos desde 1935. Era um trabalho muito tedioso e pouquíssimo reconhecido, por isso diversas mulheres eram empregadas para tais vagas.

Dorothy trabalhou durante 28 anos na NACA/NASA, sempre na área de computadores (antes e depois da utilização de computadores eletrônicos). Em 1949, passou a coordenar uma equipe de computers formada exclusivamente por mulheres. Quando Katherine Johnson entrou na NACA, Dorothy era sua chefe. A cientista era especialmente genial na área da decodificação e seu trabalho foi determinante para a implementação do Fortran (sistema de linguagem de programação criado nos anos 1950) dentro da NASA.

Dorothy se dividia entre o trabalho nas missões espaciais e a vida como mãe. Um de seus filhos também chegou a trabalhar na NASA, inclusive. Ela faleceu em 10 de novembro de 2008, aos 98 anos.

Mary Jackson

Mary Jackson trabalhando na NASA Langley

Nasceu em 9 de abril de 1921, na Virgínia. Ela era engenheira, mas começou na NACA como computer, em 1951. Mary passou a demonstrar um talento incomum para análise de dados e aprimoramento técnicos nos testes do chamado “túnel de vento” (que simulava os voos). Ela basicamente fazia o trabalho dos engenheiros, mas sendo reconhecida apenas como uma computer comum. Segundo o site oficial da NASA: “a mesa dela ficava junto com as das outras computers e somente muitos, muitos anos depois, permitiram que ela trabalhasse diretamente com os engenheiros de testes de voo”.

Insatisfeita ao ver a forma desigual como a NASA tratava as minorias e as mulheres, ela começou a ser uma espécie de mentora, instruindo funcionários menos favorecidos sobre como eles poderiam ascender profissionalmente. Décadas depois, conseguiu assumir cargos de liderança e passou a batalhar por igualdade de direitos dentro da agência, chamando a atenção do governo americano em Washington. Lembrada como uma das figuras mais humanas da história da NASA, Mary colocou sua reputação em jogo na época, mas teve sua voz ouvida e foi pioneira em batalhar pelas minorias na agência.

Assim como Katherine e Dorothy, ela também se dividia entre a NASA e a criação dos filhos. A engenheira faleceu em 11 de fevereiro de 2005, aos 83 anos.

Reconhecimento Mundial – Livro e filme

Essa é a história contada no livro Hidden Figures (Figuras Escondidas, em tradução livre), lançado em 2016 pela escritora Margot Lee Shetterly . Depois de décadas no ostracismo, a trajetória das cientistas Katherine JohnsonDorothy Vaughan e Mary Jackson finalmente está sendo prestigiada e já virou até filme – que ganhou o título de Estrelas Além do Tempo, no Brasil.

O elenco conta com as maravilhosas Taraji P. Henson (Empire), Octavia Spencer(Histórias Cruzadas) e Janelle Monáe (em seu primeiro trabalho de destaque no cinema) nos papéis principais. Vale a pena assistir. Confira o Trailer:

 “Hidden Figures”

Premiado com o Oscar e vencedor do Globo de Ouro, essas importantes mulheres afro-americanas finalmente estão sendo reconhecidas pelo incrível trabalho que contribuíram para a exploração espacial e a matemática em suas variadas carreiras. Mulheres acima de qualquer expectativa. Mulheres Muito Mais Que Isso!

Fontes: libguides.usc; entertainment.howstuffworks; O Pipoqueiro; M de Mulher, UOL,


Baianão: Nos acréscimos, Bahia empata na primeira partida da final

Jogo contra o Bahia de Feira contou com o auxilio do VAR


Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia

Por Gustavo Medeiros

Foi nos acréscimos. Assim como na partida do meio de semana, o Bahia conseguiu definir sua situação nos minutos finais. No primeiro jogo da final do Campeonato Baiano, o tricolor da capital empatou com o xará de Feira de Santana por 1 a 1 no Estádio Joia da Princesa. Bruninho marcou primeiro para o Tremendão e Rogério empatou para o Tricolor de Aço.

Com o resultado, as duas equipes podem vencer por qualquer resultado para colocar a mão na taça. Já o empate leva a decisão para a disputa de pênaltis.Além disso, a partida foi marcada pela utilização da tecnologia por meio do VAR (Assistente de Vídeo), que auxiliou o juiz na anulação de alguns lances polêmicos.

Outros Estaduais– Campeonatos de outros estados também estão na fase decisiva. Em São Paulo, o tricolor paulista empatou sem gols com o Corinthians. Já no Rio, o Flamengo confirmou favoritismo ao vencer o Vasco por 2 a 0 e em Minas o Cruzeiro consegue reverter a vantagem e vence o rival Atlético por 2 a 1.

Fonte: Bahia.ba e globoesporte.com

Encenação da Paixão de Cristo abre comemorações da Semana Santa em Salvador

Peça “A Paixão do Salvador” foi apresentada na Praça Municipal

A peça contou sobre os últimos passos de Jesus. Foto – Gustavo Medeiros

Por Gustavo Medeiros

Abrindo as comemorações da Semana Santa neste final de semana, o espetáculo “A Paixão do Salvador” narrou os últimos dias de Jesus Cristo, sua vida,morte e ressurreição. Apresentado na Praça Municipal em um palco montado em frente ao Palácio Thomé de Sousa , a peça contou com a realização e produção da Comunidade Católica Shalom e da Arquidiocese de Salvador.

Foto- Gustavo Medeiros

Além disso, a apresentação reuniu fieis de diversos credos e contou com a apresentação do cantor católico Diogo Fernandes, que veio de Santa Catarina especialmente para prestigiar a encenação. Cerca de 170 profissionais estiveram envolvidos na produção, que narrou as passagens de Jesus com seus discípulos e apresentou o seu legado de amor e paz que é seguido por cristãos no mundo todo.

A peça teve entrada gratuita e o publico também poderia contribuir com 1 kg de alimento não perecível.

Domingo de Ramos – As comemorações pela Semana Santa também foram abertas com a tradicional Caminhada de Ramos, que saiu do Campo Grande e foi até a Praça Municipal. Durante a procissão, os fieis celebraram a entrada de Jesus Cristo em Jerusalém.

Foto – Ramon Ferraz/Tv Bahia

Após a caminhada, os participantes assistiram uma missa celebrada pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger.

Em um gesto de humildade, Papa Francisco beija pés de líderes do Sudão do Sul

Pontífice pediu para que as lideranças, em guerra civil, cumprissem o acordo de cessar-fogo

Foto – Reprodução (Facebook)

Por Gustavo Medeiros

Uma imagem está correndo o mundo desde a última sexta-feira (12) e se tornou viral nas redes sociais. Após ficar isolado em um retiro espiritual, o Papa Francisco foi fotografado beijando os pés de líderes do Sudão do Sul, que vivem em guerra pelo controle do país.

Depois do gesto,presenciado por outras autoridades, o Pontífice pediu ao presidente Salva Kirr e seu ex-vice,Riek Machar, para respeitarem o pedido de cessar-fogo e que formem o governo de união a partir do próximo mês.

Ao finalizar seu discurso, Francisco confirmou uma visita ao país africano em breve.

Fonte : Jornal Extra e Correio da Manhã

Decreto presidencial revoga conselhos

Governo Federal decide reduzir de 700 para menos de 50 o numero de órgãos consultivos

Imagem-Reprodução Internet

Por Gustavo Medeiros

No pacote divulgado pela Presidência da Republica para comemorar os 100 dias de governo na última quinta-feira (11), foi assinado o Decreto 9759, que reduz de 700 para menos de 50 o numero de conselhos participativos e consultivos,previstos pela Politica Nacional de Participação Social (PNPS) e pelo Sistema Nacional de Participação Social (SNPS). Os programas, criados pela ex-presidente Dilma Rousseff (PT) em 2014 também serão extintos.

Além dos conselhos, faz parte do “revogaço” a extinção de comissões, comitês, grupos,juntas,equipes, fóruns, mesas e outras denominações dadas a colegiados que não tenham sido criados por lei.Esses órgãos terão um prazo de 60 dias para justificar a sua existência.

Entre os órgãos ameaçados, estão organismos fundamentais para a sociedade brasileira como o Conselho Nacional Para a Pessoa com Deficiência (CONADE), o Conselho Nacional de Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos do LGBT ( CNDC/LGBT), o Conselho de Transparência Pública e Combate a Corrupção CTPCC) entre outros.

A extinção do CONADE contraria a agenda da primeira dama,que consistia na inclusão de pessoas com deficiência auditiva.

Em entrevista para o site Rede Brasil Atual, a advogada Carla Bezerra alerta que a extinção dos órgãos representativos deverão causar uma enorme insegurança jurídica. Ela ainda falou que um decreto editado unilateralmente pelo presidente não precisa ser submetido ao Congresso e está abaixo de uma lei,ou seja, os colegiados só podem ser extinguidos com previsão em outros decretos ou portarias.

O deputado federal Alessandro Molon (PSB-RJ), líder da oposição, informou que apresentará um Projeto de Decreto Legislativo (PDL),para sustar os efeitos do decreto presidencial.

Fonte – Rede Brasil Atual e O Estado de São Paulo

Solar Amado Bahia será reaberto em maio

Casarão histórico vai abrigar sorveteria conceito, museu e espaço para eventos

Foto – Gustavo Medeiros

Por Gustavo Medeiros

Localizado no bairro da Ribeira, na Península de Itapagipe, o Solar Amado Bahia será reaberto para visitações a partir de maio. O casarão, que estava em leilão para cobrir o pagamento de dividas trabalhistas, foi arrematado pelo empresário Natanael Couto, dono da marca Sorvetes Real.

Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em 1981, o prédio vai abrigar uma sorveteria conceito e um museu, que contará a história do sorvete, além de um espaço para eventos. A data de reabertura do solar será no dia 08 de maio, às 14 h.

O casarão – O Solar Amado Bahia começou a ser construído em 1901 e só foi inaugurado em 1904 para o casamento das filhas do comerciante Francisco Amado Bahia, antigo proprietário. Em 1949, com a morte do patriarca, o imóvel foi doado à Associação dos Empregados no Comercio da Bahia para a instalação de um sanatório, o que não aconteceu.

Na década de 60, o casarão chegou a abrigar uma escola, que foi desativada após o tombamento pelo IPHAN.Projetado pelo arquiteto português Francisco Mendonça, o prédio possui dois pavimentos e diversos elementos decorativos importados da Europa

Fonte: Metro 1 e G1 Bahia

Ritmos dançantes e temáticas atuais marcaram a apresentação de Elza Soares no TCA

Com seis décadas de carreira, cantora apresentou musicas do seu último trabalho

Imagem-Reprodução TVE

Por Gustavo Medeiros

Acabou agora a pouco o show da cantora Elza Soares no Teatro Castro Alves (TCA). Ela voltou à Salvador para apresentar as musicas de seu mais recente trabalho, o álbum “Deus é Mulher”.

No repertório do show, canções bastante politizadas com temáticas extremamente atuais como empoderamento feminino e negro, preconceitos religiosos e liberdade sexual. Elza apresentou no palco do TCA, um trabalho alegre e dançante, com uma roupagem bem contemporânea , muito diferente das musicas do trabalho anterior, ” A Mulher do Fim do Mundo”.

Produzido por Guilherme Kastrup,o show trouxe uma Elza experiente, atual e sem medo de arriscar em outros ritmos como o Eletrônico e o Punk-Rock, bem como as suas influencias da Black Music. Uma síntese de seis décadas de carreira, marcadas por uma voz rasgada e inconfundível.

Professora cria projeto que incentiva atitudes afirmativas e combate o racismo no âmbito escolar

Público alvo são os alunos do Ensino Fundamental de uma escola pública em Porto Alegre

Foto – Marcelo G.Ribeiro (Jornal do Comercio – RS)

Por Gustavo Medeiros

Uma professora de Porto Alegre mostrou que é possível combater o racismo e promover a representatividade por meio da educação. Para isso, Larissa Moraes idealizou o projeto “Afroativos-Solte o cabelo e prenda o preconceito”, que conta com a participação dos alunos da Escola Municipal Saint’Hillaire.

Criado há dois anos, o projeto é voltado para estudantes do Ensino Fundamental e tem como objetivo promover empoderamento, conscientização e transformação por meio de uma educação afirmativa. Por meio do Afroativos, as crianças abordam sobre temas como racismo entre outras questões sociais e raciais.

Segundo a professora, o projeto partiu da carta escrita por uma aluna, que relatava situações em que sofre preconceito, principalmente por conta do cabelo crespo. Através deste depoimento, surgiu um debate proposto por outra estudante. e a sala de aula, a partir daí, se tornou um espaço para se opor a qualquer tipo de discriminação.

A atividade saiu da sala de aula e ganhou os espaços comuns do colégio. Os resultados da iniciativa são refletidos no comportamento dos próprios alunos, seja no desenvolvimento de uma autoestima ligada a identidade afrobrasileira ou então na multiplicação de ações que dialogam com a representatividade negra.

Foto – Afroativos

O projeto formou monitores entre os próprios estudantes e fomentou iniciativas como a criação do Calendário Afroafirmativo, que apresenta, a cada mês, os grandes marcos e acontecimentos da cultura afro, assim como as personalidades negras,suas biografias e realizações.

O material também traz fotos de estudantes e mais um apanhando de informações sobre os locais de referencia para a resistência negra, uma forma de estimular o pertencimento e a apropriação da ancestralidade. O calendário está disponível para download.

Para contribuir com o material, os interessados podem mandar um e-mail para afroativos@gmail.com .

Fonte – Lunetas e Jornal do Comércio (RS)

Pílulas de Química

Desodorante, antitranspirante, alumínio, bicarbonato, leite de magnésia, aerossol, rolon (roll-on), minâncora, leite de rosa. Será que há muita coisa para por debaixo do braço?

Reprodução:internet

Por Hélio Messeder

Cerca de 90% do nosso suor é composto por água e aqueles 10% (nada vagabundos) são formados por proteínas, sais minerais e gorduras. Nada disso tem cheiro. Na pele, existem aquelas colônias de bactérias e fungos que se alimentam dessas gorduras e proteínas e liberam substâncias com cheiros nada agradáveis, em geral ácidos carboxílicos. Nas axilas, o negócio ainda é um pouco pior, o lugar é úmido e escondido da luz formando um verdadeiro ambiente para proliferação desses seres microscópicos e, portanto, uma verdadeira fábrica natural de substâncias desagradáveis. A química nos ajuda a resolver isso com desodorantes e antitranspirantes.

O desodorante atua reagindo com as substâncias produzidas pelas bactérias e, ao mesmo tempo, tenta acabar com elas, já que as mesmas estão fazendo a moradia no seu suvaco. Nem todo desodorante é antitranspirante. Os agentes antitranspirantes, compostos com base em alumínio, tem como função bloquear as glândulas sudoríparas das axilas. Esses compostos formam uma película gelatinosa que aderem às glândulas e diminui a vazão de suor, cortando a fonte de alimentação das bactérias, diminuindo os ácidos produzidos e consequentemente o odor nada agradável. Com o tempo, o suor vai dissolvendo essa película gelatinosa e o antitranspirante vai parando de fazer efeito. É hora de tomar aquele banho maroto e renovar o desodorante.

Reprodução- Internet

Algumas pessoas ainda questionam se o uso do antitranspirante não seria prejudicial a saúde e se o tal do alumínio não causaria câncer. O que as minhas pesquisas indicaram é que não nenhuma relação explicita entre câncer e alumínio dos desodorantes. A quantidade absorvida pela pele é muito pequena e, assim, muito longe da quantidade considerada danosa. Os estudos continuam, mas até então o produto é super seguro. Se você está realmente preocupado com câncer, já falei isso antes, dê uma olhada na política de agrotóxicos liberados no nosso país e verá que lá temos problemas graves de substâncias que causam câncer e estão nos nossos alimentos.

Não há diferença, quanto a atuação química, entre os desodorantes/antitranspirantes roll-on e aerossol. Mas a forma em que essas substâncias chegam as axilas podem ter influência no efeito. Um desodorante roll-on possui loções cremosas que ajudam na hidratação da pele e podem garantir uma cobertura maior dos poros, no entanto eles demoram mais para secar que os aerossóis e assim podem aderir na roupa e não cumprirem sua função. A adesão dos antitranspirantes na fibra das roupas é um negócio tão interessante que merecerá ser discutida em outro momento. Muitos materiais caseiros já foram usados para nos ajudar com esse problema “suvacal”.

O uso de bicarbonato de sódio e leite de magnésia, por exemplo, funcionam com desodorantes, porque são substâncias que reagem com os ácidos carboxílicos mal cheirosos produzidos pelas bactérias. A Minâncora e o Leite de rosa possuem na sua composição óxido de zinco e o cloreto de benzalcônio que funcionam como antibacterianos. Todos esses materiais também contraem o tecido da pele e, assim,diminuem levemente a quantidade de suor. O limão também teria efeito, pois atuaria como bactericida. O problema dessas receitas é sempre a duração e a proporção de cada uma dessas substâncias para que o efeito seja de fato efetivo. Nenhuma delas atua, de fato, como antitranspirante. É isso pessoal, espero ter ajudado vocês a ficarem quimicamente cremosos e cheirosos nessa semana.

Se você gostou curta, compartilhe com os amigos e dê um joinha aqui no canal (brincadeira, pronto, passou o momento bloguerinho youtuber!).

Referências:

https://www.hc.unicamp.br/node/828

MUNCHEN, S. Cosméticos: uma possibilidade de abordagem para o ensino de Química. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Santa Maria, 2012

PARENTE, Leila Maria Leal et al. Câncer de mama e cosméticos. Arte Médica Ampliada, v. 35, n. 1, 2015.

Petrobras adia reajuste no valor do diesel

Aumento seria repassado nos postos a partir deste sexta

Foto- Agência Brasil

Por Gustavo Medeiros

Depois de anunciar o aumento no preço do diesel na última quinta-feira (11), a Petrobras recuou e informou que vai manter o valor praticado desde quando mudou a sua política de ajustes, no final de março. O litro passaria de R$ 2,1432 para R$ 2,2662, uma alta de 5,7% e seria cobrado nesta sexta-feira (12).

Se caso fosse confirmado o reajuste no preço, seria o maior desde o inicio do mandato de Jair Bolsonaro e de Roberto Castello Branco, presidente da Petrobras. A última alta real no valor do diesel foi de 3,5%, dado no dia 23 de fevereiro. Os valores, que representam uma média do que é cobrado nos postos de entrega, foram retirados do site da companhia.

Em março, a Petrobras se comprometeu a congelar o preço do óleo diesel nas refinarias por 15 dias. Neste início do ano, com a alta dos preços do petróleo, o diesel voltou a ser uma ameaça.

A variação no preço do diesel depende do aumento ou redução do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) nos estados.

Fonte – Metro 1 e O Estado de São Paulo

Mulheres Muito Mais que Isso – Katie Bouman: Quem é a jovem cientista que revelou como é um buraco negro?

A americana que liderou a criação de um algoritmo fundamental para esta mais nova conquista da ciência, tem 29 anos, é doutora em engenharia elétrica e ciência da computação.

Por Juliana Barbosa

Assistindo, ainda sem acreditar, enquanto a primeira imagem que eu fiz de um buraco negro estava em processo de ser reconstruída’. Reprodução Facebook.

Aos 29 anos, Katherine Louise Bouman é uma professora assistente de ciência da computação no Instituto de Tecnologia da Califórnia. Katie é doutora em engenharia elétrica e ciência da computação pelo MIT (Massachusetts Institute of Technology) e está cursando um pós-doutorado em Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics

Katie compartilhou em seu Facebook sua reação ao olhar para esta imagem inédita: “Apesar de termos algumas ideias de como estes buracos negros possam aparentar, ainda não conseguimos de fato tirar uma foto de um.”

Ela trabalhou no código por quase seis anos, desde a época em que era aluna da graduação no MIT, e agora colhe os frutos de seus estudos. Toda a pesquisa foi feita em conjunto ao projeto Telescópio de Horizonte de Eventos (EHT, em inglês) e a cientista liderou outros 200 cientistas na empreitada para chegar na imagem perfeita do buraco negro.

Segundo o site MIT News, apenas um telescópio não seria grande o suficiente para enxergar um buraco negro. Para isso, então, o algoritmo desenvolvido pela cientista armazenou dados de oito radiotelescópios nos quatro cantos do mundo. O escaneamento do buraco negro, que mede 40 bilhões de quilômetros, ou três milhões de vezes o tamanho da Terra, demorou 10 dias.

Para armazenar tantos dados, foram necessários 5 petabytes. De acordo com a revista Superinteressante, apenas 1,5 petabyte equivale a 10 bilhões de fotos do Facebook. Com os 5 petabytes de informação utilizados para abrigar os dados que compuseram a foto do buraco negro, seria possível armazenar os efeitos especiais do filme Avatar (2009) por cinco vezes, de James Cameron.

“Há mais de um século, Albert Einstein publicou pela primeira vez sua teoria da relatividade. Desde então, cientistas forneceram muitas evidências para sustentá-la. Mas uma das coias previstas em sua teoria, os buracos negros, ainda não foram observados diretamente”, explicou Bouman em 2016 durante uma palestra no evento TEDxBeaconStreet.

A mulher que fotografou o invisível

O grande problema para se fotografar um buraco negro, além da distância, é claro, é que ele é tecnicamente invisível. Apesar de ser uma região de gravidade massiva, ele tem uma massa que tende a zero. Assim, o jeito é pegar sua sombra que pode ser visualizada quando há interação com substâncias ao seu redor. O que os cientistas conseguiram capturar foi o brilho de gases que são aquecidos a temperaturas altíssimas e sugados da borda do buraco negro para dentro.

Reprodução Internet

“Assim como um artista forense usa descrições limitadas para formar uma imagem usando seu conhecimento sobre o formato do rosto, os algoritmos de imagem que eu desenvolvi usam nossos dados limitados de telescópios para compor uma imagem”, explicou a jovem no TEDxBeaconStreet.

Einstein conseguiu imaginar como deveria ser um buraco negro muito antes da sua teoria ser colocada à prova com a foto publicada nesta semana.

Reprodução: Internet

Para guardar tantas informações assim, uma pilha de HDs externos foi necessária, todas com gás hélio em seu interior para evitar danos aos discos e a perda de dados. Depois disso, eles foram transportados de avião até chegarem aos supercomputadores no Instituto Max Planck de Radioastronomia, na Alemanha, e no Observatório Haystack, do MIT, nos Estados Unidos.

A foto nasceu da união de todos os dados. “Nós borramos duas imagens e então as sobrepusemos para conseguir a foto”, explicou ela ao jornal diário norte-americano The Washington Post.

Reprodução Internet

Katie posou para uma foto “abraçando” a pilha de discos rígidos.
No Twitter, o MIT comparou a cientista com Margaret Hamilton, também pesquisadora da instituição que escreveu códigos que ajudaram a colocar o homem na lua.

Um telescópio do tamanho da Terra

A cientista e a equipe do projeto Event Horizon Telescope (EHT) – responsável pelo feito desta quarta-feira – costumam brincar que captar uma imagem do Sagittarius A, um buraco negro no centro da Via Láctea e que é um dos principais objetos de estudo do time, seria o mesmo que tentar fotografar uma fruta colocada na Lua.

E, como para observar objetos cada vez menores no espaço, é preciso telescópios cada vez maiores, neste caso, a equipe precisaria de um telescópio do tamanho da… Terra.

Por isso, o time do EHT bolou uma alternativa, digamos, mais viável – ainda que bastante complexa.

O projeto reúne oito radiotelescópios ao redor do mundo – do Polo Sul ao Havaí, passando também pelo Chile e Espanha. Com esta rede, os cientistas mimetizam uma espécie de “telescópio virtual” do tamanho da Terra através de uma técnica chamada de interferometria.

É a partir daí que entra o trabalho de Bouman: ela criou soluções matemáticas que preenchem lacunas de dados surgidas, por exemplo, com o atraso inevitável da entrada de ondas de rádio na atmosfera terrestre.

Ela começou a fazer o algoritmo há três anos, quando ainda era estudante de pós-graduação no MIT, liderou o projeto, assistida por uma equipe do Laboratório de Inteligência Artificial e Ciência da Computação do MIT, do Centro Harvard-Smithsonian de Astrofísica e do MIT Haystack Observatory.

Seu trabalho também inovou na forma de combinar estes dados para recompor uma imagem.

“Em linha gerais, temos trabalhado até aqui em como fazer a melhor imagem possível (do buraco negro)”, explicou a jovem à BBC em 2017. “Mas, para começar, foi superdifícil. Não apenas os dados estão superespalhados, mas é incrivelmente barulhento. Temos que lidar com coisas como a atmosfera embaralhando o nosso sinal.”

Da sua abordagem inovadora, Bouman também tornou públicos os modelos criados e dados recolhidos neste processo, para uso de outros pesquisadores.

Trajetória acadêmica

Afinal de contas, qual foi a trajetória de Katie Bouman até se tornar um dos membros da Event Horizon Telescope Collaboration, equipe do MIT que obteve a imagem? Bom, na verdade o trabalho do EHT sequer seria o que hoje é sem sua participação.

A primeira vez que apresentou a fórmula para o algoritmo, Katie tinha apenas 27 anos e era estudante de mestrado em Engenharia Elétrica e Ciências da Computação no Instituto de Tecnologia de Massachusetts, o MIT. A partir de então, passou a liderar a equipe de cientistas – ao longo dos últimos três anos foram cerca de 200 – que tentava extrair os dados dos radiotelescópios.

Sua dissertação de mestradoEstimando as Propriedades Materiais do Tecido através da Observação do Movimento, recebeu o Prêmio Ernst Guillemin de Melhor Tese de Mestrado. Concluiu também no MIT o seu doutorado. Antes do mestrado, a cientista cursou graduação em Engenharia Elétrica na Universidade de Michigan.

Katie Bouman: aos 29 anos, ela liderou uma equipe de 200 cientistas (MIT/Divulgação)

Horas depois do lançamento da importante da foto, o nome da pesquisadora se tornou uma sensação internacional, com seu nome viralizando no Twitter.

“Há 3 anos, a estudante de pós-graduação do MIT, Katie Bouman, liderou a criação de um novo algoritmo para produzir a primeira imagem de um buraco negro”, escreveu o MIT Computer Science & Artificial Intelligence Lab nas redes sociais. “Hoje, essa imagem foi lançada.”

Agora, Bouman espera que sua equipe possa prosseguir com a realização de vídeos dos buracos negros – que, eventualmente, podem revelar outros aspectos físicos, como os campos magnéticos nestes objetos.

Em seu currículo, a cientista diz também trabalhar para que “métodos computacionais expandam as fronteiras para a geração de imagens interdisciplinar”. Katie, de pesquisadora espacial, se tornou uma estrela. Uma mulher muito mais que isso.

Fontes: BBC, MIT, Exame, R7, Tecmundo

Cocriador do Wikileaks, Julian Assange é detido em Londres

O jornalista e ativista estava asilado na embaixada do Equador. Presidente equatoriano cassa asilo diplomático

Após sete anos asilado na embaixada equatoriana, Assange é detido por policiais. Foto – Agência Reuters

Por Gustavo Medeiros

Sete anos depois, o cocriador do site Wikileaks,Julian Assange, é detido na embaixada do Equador em Londres durante esta quinta-feira (11). O presidente do pais sul-americano, Lenin Moreno, cassou o asilo diplomático que era oferecido ao ativista australiano. O anuncio da prisão foi feito no Twitter da Policia Metropolitana. Ele foi levado a uma delegação, no centro da capital britânica, e depois seguiu para a corte de Westminster.

Em uma mensagem, o presidente equatoriano deixou um vídeo em que afirma ter solicitado ao Reino Unido a garantia de que o jornalista não seria entregue para extradição a um país com penas mais duras, como torturas ou penas de morte. Para atender as solicitações, os Estados Unidos decidiu flexibilizar suas penas para receber Assange.

O criador do Wikileaks compareceu perante a um juiz britânico depois que autoridades norte-americanas emitiram um pedido de extradição à justiça do Reino Unido. Segundo informou a Scotland Yard,que foi reiterada pela primeira-ministra Teresa May, a detenção foi uma resposta ao pedido de extradição do governo dos Estados Unidos.

Preso, Julian Assange ainda responde a um processo por ter deixado de se apresentar a justiça britânica. Além disso, o fundador do Wikileaks enfrenta a grave acusação de crime contra a segurança dos computadores, como a publicação de centenas de milhares de documentos considerados sigilosos pelo Departamento de Defesa norteamericano.Na ocasião, Assange teve a colaboração de Chelsea Manning, que atuava no Pentagono com o nome de Bradley.

Julian e Bradley publicaram,juntos, toneladas de material secreto, onde havia informações sobre a Guerra do Iraque e no Afeganistão ou telegramas diplomáticos do Departamento de Estado, que colocou a supremacia americana em risco com o resto do mundo.

Em 2012, Assange foi alvo de uma ordem europeia de prisão expedida pela Suécia, onde foi acusado de dois crimes sexuais, depois arquivados.Com isso, o jornalista pediu asilo a Embaixada do Equador, concedido pelo então presidente Rafael Correa, que também concedeu a nacionalidade equatoriana.

Wikileaks – Julian Assange criou o Wikileaks em 2006,mas foi em 2010 que o site ganhou notoriedade ao divulgar imagens de soldados americanos matando 18 civis no Iraque.

O site é uma organização internacional sem fins lucrativos que  tinha a finalidade de divulgar documentos e imagens confidenciais, em boa parte sigilosas, que são obtidas de empresas e agências governamentais. Qualquer pessoa poderia submeter documentos confidenciais com a garantia de que a sua seria preservada enquanto eles fossem publicados.

Infografia – Folhapress

A longo dos anos, jornalistas, ativistas, políticos e dissidentes utilizaram a plataforma para revelar segredos de países e empresas.

Fonte – El Pais, Olhar Digital e G1

Favorita ao prêmio, Paula Sperling, do BBB19, é a representação racista da sociedade brasileira.

A sister vomita vários comentários racistas, protagoniza polêmicas mas depois se desculpa: “Foi sem querer, eu sou assim”.

Por Juliana Barbosa

Reprodução: internet

Queridinha de boa parte do público nos primeiros dias de Big Brother Brasil 19, Paula von Sperling divide opiniões entre os telespectadores. No atual contexto político social, as atitudes da sister são legitimadas, mesmo cometendo excessos, demonstrando injúria racial, e intolerância religiosa, crimes previsto pela constituição de 1988. Na última festa a sister brigou com a “melhor amiga” Hariany. Entretanto, apenas a estudante de moda foi expulsa por agressão. A bacharel em direito é alvo de críticas nas redes sociais por comentários sobre temas como cotas, “humor negro’ e racismo reverso. As opiniões controversas da mineira repercutiram negativamente. O assunto “BBB protege racista” virou um dos mais comentados no Twitter.

Muitos se chocam com a atitude da sister, mas a verdade é que ela representa uma grande parcela da sociedade que acredita que racismo é mimimi, que cotas não deveriam existir, que cabelo bom é só o liso, que todo “favelado” é ladrão, que as pessoas estão muito chatas e problematizando tudo, e que racismo inverso é uma realidade.

E não pense que Paula é uma menina ingênua que não sabe o que diz. Assim como toda essa parcela da sociedade, a bacharel em Direito tem plena consciência de suas falas e, no fundo, sabe que, na verdade, usa todas essas justificativas para encobrir o racismo que pratica porque, de certa forma, sente que seu lugar de privilegiada pode ficar ameaçado. E tudo isso fica bastante claro na seguinte fala da participante: “Desculpa, Brasil, foi sem querer. Eu sou assim desde pequena(…) Mas é legal(…) Eu só falei a verdade”. Para a sister, ser racista é falar a verdade ou ter a coragem de dizer o que os outros pensam e não têm coragem de falar. Falta filtro, mas não falta consciência. Paula sabe. Aquele seu parente também. E o Estado também. Não é “sem querer querendo”. Mas é aquela coisa, né? O Brasil não é racista, “até tem amigos que são negros”.

A Globo não tem exibido as falas de Paula no programa editado. A única exceção foi parte de uma conversa que ela teve com Gabriela Hebling, Hana Khalil, Rodrigo França e Isabella Cecchi

Durante um papo, a Paula sugeriu que piadas contra “loira burra” podem ser equiparadas a racismo: “Vamos supor. Alguém faz um ato de racismo contra um negro. Fala assim: ‘Você é um neguinho não sei o quê’. Mas e se chega numa loira e fala: ‘Essa é uma loira burra e tal’. Começa a denegrir a pessoa por ser loira”. “Mas não é racismo”, contestou Gabriela. “Não é racismo. Lógico que não é racismo”, concordou a loira. Veja:

Reprodução Twitter

Cotas raciais

O que a emissora não mostrou foram outros pontos polêmicos dessa conversa. “Vocês concordam com cota pra negro em universidade?”, questionou Paula. A pergunta foi respondida por um “vixe” de Gabriela e um “ih”” de Rodrigo. “Eu não concordo, pra mim isso é uma forma de racismo do Estado”, complementou a loira.  “Pode ser pauta pra outro momento? Porque é muito longo…”, rebateu o cientista social. “Mas concorda sim ou não? Talvez ou depende?”, provocou a Paula.  “Antes de eu falar se eu concordo ou discordo, acho melhor a gente refletir e cada um continua com a sua posição, ou não.
Para falar sobre é mais complexo e a gente senta um dia e toma um drink”, ponderou Rodrigo.
“Você não tem cota racial na universidade sem que você venha de escola pública”, observou Isabella. “Existe a cota para baixa renda e racial. Não tem necessidade de ter racial”, rebateu Paula.
Na sequência, Rodrigo pegou um livro para ler um texto cujo título era “Falar em racismo reverso é como acreditar em unicórnios”. Assista:

Humor negro

Ainda nesse papo, que aconteceu na área externa da casa do BBB19 na tarde de quarta (30), Paula definiu o que acredita ser humor negro: “É você pegar uma pessoa negra e começar a fazer piadinha contra ela. isso é humor negro”.  “Isso é humor negro? Eu achei que era outra coisa”, ironizou Gabriela. “Aí a gente leva por consideração humor negro porque eu tô fazendo piada com uma coisa que eu não deveria. Quando a gente joga no Google humor
negro tem um monte de piada racista”, argumentou a mineira.

Outras polêmicas

Essas não foram as primeiras opiniões de Paula que repercutiram mal fora da casa. Em 20 de janeiro, ela disse que também tinha “cabelo ruim” ao ouvir de Gabriela que o cabelo de Elana Valenária era cacheado. “Ruim é preconceito”, rebateu a paulista. 

Ao relatar que uma amiga foi esfaqueada pelo ex-namorado ciumento, a advogada também comentou com Hariany e Diego Wantowsky que pensou que o criminoso era um “faveladão”, mas se surpreendeu ao descobrir que era um “cara branquinho:

Paula exibe traços patológico, ainda que isso NÃO seja justificativa para racismo. A sister assim como muitos sociopatas, apresenta um comportamento antissocial, diminuição da capacidade de empatia/remorso e baixo controle comportamental ou, por outro, pela presença de uma atitude de dominância desmedida. Psicopatia não é loucura, mas sim um grave transtorno de personalidade que não tem cura. Como ela mesma define, não faz amizades, diz “o que vem a cabeça”, como se fosse juíza da moral. Na verdade, é um padrão etnocêntrico e eurocêntrico. Às vésperas do final do reality show, Paula e a Hariany protagonizaram cenas de agressão, que são contra o regulamento do programa. Entretanto, apenas Hariany foi desclassificada.

Tudo começou com o notório incômodo de Paula na última festa do BBB 19.

Paula deita no jardim enquanto Alan, Carolina e Hariany se abraçam .

O começo da briga

Na madrugada desta quinta-feira, 11/4, a dupla curtia a Festa Internet junto com Carolina e Alan quando o clima desandou. Paula deixou a pista de dança e seguiu até o banheiro. Lá, falou sozinha do desejo de “ficar na Final com sua amiga”.

Depois, Paula voltou para o agito e encontrou sua colega de confinamento abraçada com Carolina e Alan. Em seguida, Paula voltou pra dentro da casa. Hariany foi atrás de Paula e as duas se encontraram no banheiro, onde Hariany disparou:

“Minha filha, vou falar a verdade gosto de você: às vezes você fala as coisas sem noção. Você não tem medo de magoar as pessoas”.

Paula mandou Hariany calar a boca e foi para o Quarto Ouro. Hariany seguiu a confinada e pediu satisfação: “Está mandando eu calar a boca por quê? O que foi, o que está rolando?”. Sem resposta, Hariany continuou falando e avisou que as duas conversariam sobre a amizade delas, mas fora da casa.

Como Paula não respondia, Hariany deixou o Quarto Ouro. Mas, quando estava no meio da sala, desabafou: “Ignorante, velho”. E decidiu voltar para o Quarto, onde encontra Paula falando com Carolina sobre a relação das duas: “Eu não sei o que é amizade”. Hariany continuou desabafando e criticando Paula: “Tô falando sério! Eu amo ela, mas ela me tira a paciência! Para de ser assim!”.

Paula se levanta com os braços abertos e vai em direção a Hariany, que a empurra. Confira no vídeo:

O meio da briga

Twitter


Paula e Hariany se encontraram de novo. A estudante estava sozinha no banheiro e Paula foi em busca da colega. Depois de abrir a porta do reservado várias vezes, a mineira conseguiu dar seu recado e pediu para Hariany: “Você pode me ensinar a ter uma amiga”. Se você pensou que a conversa ia acabar aqui, esquece! Paula chegou a brincar com a sister e literalmente puxou Hariany pela sala, mas quando as duas sentaram no sofá, voltaram a trocar farpas.

“Amiguinha, olha para mim. Olha para mim”, disparou Paula, que continuou abraçada. “Você fica cutucando a gente”, reclamou Hariany e a bacharel em direito questionou: “O que eu falei?”. “Você fala de um jeito que tira as pessoas do sério. Aí eu te empurrei e agora eu estou triste”, responde a estudante de moda chorando.

Após a discussão entre Paula e Hariany, que protagonizaram até um empurrão, a estudante de moda se trancou no banheiro para chorar sozinha. Paula ficou esperando no lado de fora, e quando Hariany saiu elas conversaram e após a bacharel em direito arrastou a amiga pela sala.

Paula abraçou Hariany após a sister deixar o reservado, e a estudante de moda começou a chorar. A estudante de moda sentou no chão para chorar, Paula continuou abraçando a amiga que estava desesperada. “Eu te empurrei”, disse Hariany chorando bastante.

Paula teve uma postura bastante inadequada, não só com os adversários em todos aqueles comentários que estão sendo amplamente discutidos pela sociedade até hoje, mas também com a “amiguinha” Hariany. Ainda teve o episódio do arrastão após a primeira briga, mas fato é que Paula deveria ser eliminada pelo público, pois apresentou credenciais mais que suficientes para isso. Entretanto, apenas Hariany pagou o preço pela imaturidade. Quantas pessoas iguais à Paula você não conhece?

Fontes: Gshow, UOL, Capricho, Significados, Observatório de televisão.

Síndrome do mão-pé-boca atinge crianças de Salvador e do Recôncavo

Cerca de 50 casos já foram confirmados pela Sesab

Doença deixa o corpo com bolhas e feridas entre outros sintomas. Foto- Almiro Sena (CORREIO)

Por Gustavo Medeiros

Nos últimos dias, a Secretária de Saúde (Sesab) vem investigando um surto relacionado a doença conhecida como mão-pé-boca. Só em Salvador e em Nazaré, no Recôncavo, foram cerca de 50 casos. Segundo informações da secretária, esse numero pode variar, pois a síndrome não possui notificação compulsória.

Em Nazaré, cerca de 16 alunos de uma creche foram infectados pela doença. Os estudantes estão afastados das atividades.A secretária de saúde do município já trata os casos como surto. Em Salvador, ao todo, 30 casos já foram confirmados.

De acordo com a Sesab, a síndrome atinge crianças dos 6 meses a 3 anos e é considerado um agravo contagioso causado pelo vírus Coxsachie, que habita o sistema digestivo. A mão-pé-boca tem como sintomas febre alta, lesões na boca, amigdalas, faringe e manchas vermelhas que podem evoluir para ulcerações.

Fonte: CORREIO e Bahia.ba

American Airlines contrata primeira comissária de bordo com Síndrome de Down

Shantell tem apenas 17 anos, mas já fez história na American Airlines, a maior companhia aérea do planeta.

Foto: Divulgação/ Razões para acreditar

Por Juliana Barbosa

A norte-americana foi contratada como comissária de bordo e prestará serviços no Aeroporto Metropolitano de Columbia, na capital do estado da Carolina do Sul (EUA). A jovem é a primeira pessoa com síndrome de Down a ser contratada pela empresa em seus 93 anos de operações.

Segundo Deanna Miller Berry, a mãe da jovem, ela chegou ao local bastante animada em seu primeiro dia, já utilizando o uniforme da companhia aérea.
A aeromoça comemorou seu aniversário exatamente no dia em que foi contratada – que presente!

Reprodução: Instagram

“Parabéns, Shannie! Estamos orgulhosos de tê-la como parte da família e estamos ansiosos para compartilhar os céus com você!”, escreveu a America Airlines em seu perfil oficial no Twitter.

Além de ter síndrome de Down, Shantell sofre de laringomalácia, traqueomalácia e malácia da tranqueia, problemas respiratórios congênitos. Tais condições danificaram quase 90% de suas vias aéreas, de modo que ela e a mãe precisam fazer exames de rotina no Hospital Infantil de Cincinnati com frequência.

“Sempre pegamos vôos, e é por isso que eu acho que ela se apaixonou por aviões e pela sensação de estar no ar. Ela já esteve em mais de 57 vôos “, diz a mãe.

Reprodução: Instagram

A organização sem fins lucrativos de apoio à jovem aeromoça, Saving Shannie Foundation, afirma que a adolescente está lutando contra diversos males que afetam sua saúde respiratória e comprometem sua qualidade de vida. No entanto, ela é forte: deseja inspirar muitos outros jovens que, como Shantell, querem realizar seus sonhos, apesar de suas limitações.

Fontes: Fique Sabendo; Razões para acreditar

Chuva causa alagamento e transtorno em Salvador; confira

O acumulado é de 37 mm em apenas uma hora.

Rua Djalma Dutra, no bairro de Brotas, em Salvador, alagada — Foto: Reprodução/TV Bahia

Por Juliana Barbosa

A chuva forte que atingiu Salvador na manhã desta quinta-feira (11) provocou alagamentos em avenidas e fez a Defesa Civil de Salvador (Codesal) elevar para alto o risco de deslizamentos de terras. A previsão é de continuidade de chuvas moderadas para os próximos dias.De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão é de que Salvador siga com o tempo nublado e pancadas de chuva isolada. A temperatura nesta quinta-feira varia entre 25ºC e 32ºC.

Na Avenida Centenário e no bairro da Barra, alguns carros ficaram parados na água. O acúmulo também foi registrado no bairro de Ondina e no Vale do Canela, além das avenidas Vasco da Gama, Garibaldi e Suburbana.

A chuva começou por volta das 10h35 na região da Federação. O acumulado é de 37 mm em apenas uma hora. O registro das últimas 96 horas apontam que choveu 66 mm em Salvador. A chuva alagou o campus da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e a avenida Adhemar de Barros, em Ondina. No Comércio, o trânsito ficou lento.

Chuva forte provoca alagamento e para trânsito em Salvador (Foto: Geovane Paes/ Leitor)

Na rua Afonso Celso, na Barra, os carros encontram dificuldades para passar, e pedestres precisam colocar os pés na água para caminhar pelo local. Situação semelhante ocorre na Cidade Baixa, nos bairros do Uruguai e Bonfim.O maior número de ocorrências (33 casos) foram registrados pelas prefeituras bairros de Itapuã e Ipitanga.

De acordo com a Codesal, até 12h desta quinta-feira, o órgão registrou 85 ocorrências. Do total, 22 foram avaliações de imóveis alagados, nove ameaças de desabamentos, uma ameaça de desabamento de muro, sete ameaças de deslizamentos, duas árvores ameaçando cair, 21 avaliações de imóveis alagados, quatro deslizamentos de terra, cinco infiltrações e uma orientação técnica. 

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) emitiu alerta na tarde desta quinta-feira (11) indicando que Salvador tem alto risco para deslizamentos e chuvas para os próximos dias. 

Deve-se evitar transitar pelas áreas alagadas, redobrar a atenção para buracos nas pistas e lembrar de ligar os faróis. Para os pedestres, a orientação para quem tiver de sair de casa, não esquecer o guarda-chuva e um bom agasalho.

Fonte:CORREIO, G1 BA


Barragem corre risco de rompimento em Maiquinique

Situação é pior do que a de Brumadinho. Auditores interditaram local

Foto- Divulgação

Por Gustavo Medeiros

Sob risco de rompimento, uma barragem foi interditada no município de Maiquinique (630 km de Salvador) na última terça-feira (9). De acordo com a Superintendência Regional do Trabalho (STR/BA) , há risco iminente de rompimento e inundação de lama e demais rejeitos nas instalações da empresa que explora o serviço.

Segundo os auditores responsáveis pela inspeção, a situação da barragem é pior do que a de Brumadinho. A construção também foi apontada na categoria de risco alto pela Agência Nacional de Mineração (ANM) e não poderá receber mais rejeitos.

No relatório emitido pelos auditores, foi constatado que há graves problemas de segurança e saúde no local,além de apresentar sinais de comprometimento da estrutura e não monitoramento de segurança. O documento comprova que a Grafite do Brasil, responsável pela barragem, estava ciente das irregularidades e não adotou as medidas necessárias. Cerca de 150 empregados trabalham no local.

A fiscalização contou com a parceria dos agentes do Ministério Público federal (MPF), Ministério Público do Trabalho (MPT) e Ministério Público Estadual.

Fonte: Correio da Bahia e Bahia.ba

Equipe de cientistas registra primeira imagem de um buraco negro

Corpo celeste foi encontrado a 54 milhões de anos luz da Terra

Foto – EHT Collaboration

Por Gustavo Medeiros

Cientistas revelaram nesta quarta-feira (10) a primeira imagem real de um buraco negro. A equipe internacional, que faz parte do projeto Telescópio de Horizonte de Eventos (EHT), registrou o corpo que está localizado em uma galaxia a 54 milhões de anos luz da Terra. Anteriormente, buracos negros eram retratados com imagens conceituais ou animações.

O anuncio da imagem foi feito em entrevistas simultâneas nas cidades de Washington, Bruxelas, Santiago, Taipe e Tóquio. As informações sobre esse trabalho estarão na publicação cientifica Astrophysical Journal Letters.

Este foi um grande marco na astrofísica, pois a existência do fenômeno é discutida há 200 anos. Com a imagem, a ciência pode comprovar que a maioria das galaxias possuem buracos negros. Para fazer esse registro, uma rede de telescópios foi criada com a finalidade de obter mais informações sobre esses corpos celestes, que são caracterizados por possuírem campos gravitacionais tão fortes.

O buraco negro registrado tem 40 bilhões de quilômetros de diâmetro e foi descrito pelos cientistas como “monstro”e foi encontrado na galaxia M87 (ou Messier 87). De acordo com a imagem, no entorno é possível ver um halo de poeira e gás, denominado pelos astrônomos de “Horizonte de Eventos”.

Para captar as imagens deste corpo, foram utilizados oito telescópios em diferentes partes do mundo, com suas lentes em direção a galaxia M87. Todos os equipamentos foram utilizados simultaneamente, com o auxilio de relógios atômicos extremamente precisos, com o objetivo de captar uma sequencia de planos.

Fonte: BBC e Revista Veja

No apagar das luzes, Bahia vence e se classifica na Copa do Brasil

Elton garantiu o triunfo tricolor sobre o CRB

Foto.Romildo de Jesus/ Bahia Noticias

Por Gustavo Medeiros

Somente aos 54 minutos do 2º tempo, bem no finalzinho do jogo, o Bahia garantiu sua vaga na próxima fase da Copa do Brasil com o gol solitário de Elton contra o CRB. A partida, que ocorreu na Arena Fonte, na noite da última terça (9) marcou a estreia do técnico Roger Machado no comando do Tricolor. No primeiro jogo, em Maceió, empate por 1 a 1.

Apesar de ter criado mais jogadas e com mais posse de bola na partida, a equipe ainda demonstrou que precisa acertar mais nas finalizações. Além disso, o Bahia penou para passar pela retranca do adversário e errou muitos passes bobos.

Com a vitória suada, o Tricolor de Aço garantiu sua vaga para a quarta fase do torneio e espera o sorteio para ver qual será o próximo adversário.

Fonte – globoesporte. com

Marília Mendonça se apresenta no Largo do Pelourinho na noite desta terça

Show gratuito faz parte do projeto “Te Vejo em Todos os Cantos”

Foto- Divulgação

Por Gustavo Medeiros

Dona de grandes sucessos como Infiel e Ciumeira, a cantora sertaneja Marília Mendonça estará fazendo um show em Salvador nesta terça-feira (9) a partir das 19h. Ela se apresentará gratuitamente no Largo do Pelourinho.

A apresentação faz parte do projeto “Te Vejo em Todos os Cantos.”, idealizado pela própria Marília e que tem como finalidade gravar uma musica inédita em cada capital brasileira, contando sempre com participações especiais.

A canção inédita que será gravada no show é composta por Felipe Escandurras e Rafinha RSQ.

Fonte – Bahia.ba

Produto químico vaza no Instituto de Química da UFBA

Vazamento aconteceu no 5º andar . Professores,alunos e funcionários saíram assustados

Foto- Divulgação

Por Gustavo Medeiros

Na manhã desta terça-feira (9), um produto químico vazou no 5º andar do Instituto de Química da Universidade Federal da Bahia (UFBA) em Ondina. Professores, funcionários e alunos saíram assustados temendo o risco de inalação.

Segundo a Secretária de Segurança Pública (SSP), por meio do Centro Integrado de Comunicação (CICOM), o produto que vazou é um liquido chamado 1-Pentanethiol, que causa irritação nos olhos,na pele e dificulta a respiração.

Alguns funcionários,portando mascaras, tiveram acesso ao local para realizar a limpeza. Por enquanto o prédio está isolado.

Fonte – BNews e G1 Bahia

Estudantes do Subúrbio Ferroviário criam aplicativo de denúncia que ajuda mulheres na luta contra violência

O app tem a versão bilíngue (Português/Inglês) e podem ser feitas denúncias sob anonimato. 

Por Juliana Barbosa

Foto:Evandro Veiga

Quando criaram o aplicativo ‘Conscientizando’ em março do ano passado,
os estudantes Alan Robert do Carmo, 17 anos, e Carlos Eduardo Soares, 18, não tinham noção da abrangência. Hoje, já somam mais de 2 mil acessos – 99% no Brasil e 1% nos Estados Unidos. “A Bahia foi o estado que deu mais acesso, 80%. Neste universo, Salvador foi responsável por 90% dos acessos. Os 10% que restavam foi em Feira de Santana”, declarou Carlos.

Sororidade na palma da mão. A plataforma bate na tecla de que a violência doméstica é a principal causa de mortes dentro do feminicídio. O Brasil é o quinto país do mundo que mais mata mulheres. Denunciar um caso de agressão não é fácil – prova disso, é que cerca de 40% das mulheres que têm essa coragem desistem e não retornam à delegacia depois, para dar continuidade ao caso. No app, é possível pedir ajuda e denunciar. Tudo de forma anônima. Os dois meninos são alunos do 3º ano do ensino médio no Colégio Estadual Sete de Setembro, no bairro de Paripe, no Subúrbio Ferroviário de Salvador.

“Tivemos a ideia durante um projeto cujo tema no passado foi a violência contra a mulher. Então, resolvemos criar o app, que é uma forma de comunicação mais sensível para as pessoas entenderem, que serve para incentivar a denúncia. Apesar de existir o Disque 180, Central de Atendimento à Mulher, as mulheres desconhecem o serviço ou têm medo”, explica Alan.

O aplicativo pode ser baixado em qualquer celular Android e traz como conteúdo inicial a Lei Maria da Penha – que foi sancionada em 2015 e é considerada pela Organização das Nações Unidas (ONU) como uma das três melhores legislações do mundo no enfrentamento à violência contra as mulheres. No Brasil a Lei Nº 10.778/2003, estabelece a notificação compulsória, no território nacional, do caso de violência contra a mulher que for atendida em serviços de saúde públicos ou privados.

‘Conscientizando’. tem a versão bilíngue (Português/Inglês) .“Além disso, tem os tipos de violência, relatos atualizados, telefones de todas as delegacias especializadas em atendimento à mulher no país”, completa.

Violência conta a Mulher:

Divulgação: Internet

A violência contra a mulher é todo ato que resulte em morte ou lesão (física, sexual ou psicológica) de mulheres, independente de ser na esfera  pública ou privada. Este tipo de violência visa um grupo específico, com o gênero da vítima sendo o motivo principal. Isso significa que os atos de violência são cometidos contra as mulheres expressamente porque são mulheres. Por isso, é uma categoria separada de outras violências do cotidiano. A violência contra mulher é distribuída em categorias bem amplas, e todas podem ser denunciadas. Elas podem ser: violência física, psicológica, patrimonial, moral e sexual.

O serviço nacional de denúncias de violência contra a mulher é o Disque 180.

Alan e Carlos – Foto: Evandro Veiga

Quem utiliza outro sistema operacional, como o iOS, pode contar com outros aplicativos similares.

Além de denunciar os criminosos, usuárias também podem conversar com outras vítimas e trocar conselhos e experiências. Veja Lista:

1. SOS Mulher
Uma iniciativa do Ministério Público do Estado do Amapá, o aplicativo permite que a mulher registre até cinco contatos de emergência que podem ser ativados através de mensagens automáticas. Outra coisa muito interessante é o espaço dedicado a depoimentos pessoais, que vão desde desabafos sobre casos de assédio até textos empoderadores para vítimas, estimulando que elas sempre denunciem os criminosos. O aplicativo está disponível apenas para iOS.


2. Salve Maria
O aplicativo é uma iniciativa do Governo do Estado do Piauí para que as mulheres consigam enviar de maneira anônima denúncias. De acordo com uma matéria realizada pelo jornal Bom Dia Piauí, o “botão do pânico”, que manda um alerta para a viatura de polícia mais próxima da ocorrência, foi acionado 192 vezes entre março de 2017 e junho de 2018. Violências física e moral foram as mais denunciadas. O aplicativo está disponível tanto para Android quanto para iOS.

3. Me Respeita!
“Mais do que um aplicativo, queremos ser um auxílio no combate à violência contra a mulher”. É isso o que informa a biografia do app, que pode ser usada por uma usuária que queira relatar um assédio e/ou cadastrar um contato de emergência por precaução. Para se cadastrar, é preciso colocar um nome e um contato de emergência, que será sempre ativado no caso de necessidade – e se acionado pela usuária, é claro. O aplicativo está disponível para Android.

4. SaiPraLá
Criado pela Catharina Doria, nossa colunista do Diário de Intercâmbio, o aplicativo surgiu depois de a garota já ter passado por muitas situações constrangedoras em espaços públicos. “O intuito do SaiPraLá é mapear o assédio e atuar na prevenção dele, mostrar para as mulheres quais são os locais onde mais ocorrem assédios e pressionar os órgãos responsáveis pela nossa segurança para que tomem atitudes”, conta a criadora. O aplicativo só está disponível para iOS.

5. Mete A Colher
O aplicativo combate a violência doméstica, principal causa de mortes dentro do feminicídio. No app, é possível pedir ajuda e denunciar de forma anônima. Uma rede de apoio também está disponível para a usuária que esteja carecendo de ajuda. O aplicativo está disponível para o sistema Android, mas é esperado que ele chegue em breve para iOS.

Estima-se que 12 pessoas do sexo feminino sejam mortas diariamente. O criminoso, na maioria dos casos, é alguém próximo à vítima, como um namorado ou marido. Por medo, vergonha e/ou culpa, muitas mulheres deixam de ir à delegacia mais próxima denunciar. O que pouca gente sabe, contudo, é que os aplicativos de denúncia são muito úteis e, diversas vezes, uma saída eficaz para mulheres que estão precisando de ajuda.
Se você tiver alguma outra indicação, deixe nos comentários, para que cada vez mais garotas tenham acesso a esse tipo de conteúdo!

Fontes: CORREIRO, Capricho.


Vitória perde de goleada e é eliminado do Nordestão

Leão tomou quatro gols do Fortaleza e não marcou nenhum

Sem ação, o Vitória foi facilmente dominado pelo Fortaleza. Foto – LC Moreira (Futura Press)

Por Gustavo Medeiros

No duelo entre os leões, o do Pici se saiu melhor. Fora de casa e diante da torcida adversária, o Vitória perdeu para o Fortaleza por 4 a 0 na noite da última segunda-feira (8), em partida válida pelas quartas de final da Copa do Nordeste.

Com o resultado, o Fortaleza garantiu a sua vaga para a fase seguinte do Nordestão. Já o Leão da Barra foi eliminado sem vencer uma partida sequer no torneio. A partir de agora, a equipe treinada por Claudio Tencati vai focar na estreia da Série B, que será contra o Botafogo-SP.

Os gols do tricolor cearense foram marcados por Junior Santos (duas vezes) , Edinho e Dodô.

Fonte – Bahia Noticias

Temporal castiga Rio de Janeiro na noite desta segunda

Volta para casa do carioca tem sido de muitos transtornos. Jardim Botânico é o bairro mais afetado

Com o rempor, varias ruas do Jardim Botânico ficaram debaixo d’água. Foto – Reprodução Internet

Por Gustavo Medeiros

O Rio de Janeiro está debaixo d’água. Um temporal começou a atingir a capital carioca no inicio da noite desta segunda-feira (8). Ruas alagadas, árvores derrubadas e muita gente ilhada em carros e ônibus. A volta para casa do carioca está sendo de muito transtorno com as fortes chuvas.

Em quatro horas, choveu no Rio mais do que nos dias 6 e 7 de fevereiro, quando seis pessoas morreram no último temporal. A cidade entrou em estágio de atenção por volta das 18h35. As 20h55, foi acionado o estágio de crise, o mais grave dos três níveis de risco. Cerca de 39 sirenes foram acionadas em 20 comunidades.

O Jardim Botânico foi um dos bairros mais afetados pelas fortes chuvas. O alagamento fez com que ruas e avenidas do bairro virassem rios com fortes correntezas, arrastando carros.

Segundo o Alerta Rio, que monitora as condições de tempo, as chuvas se espalharam por diferentes pontos da capital e há previsão de mais chuva em várias regiões.

Fonte : G1 Rio

Delegado diz que ‘tudo indica’ que veículo fuzilado com 80 tiros, foi confundido com o de criminosos. Dez militares são presos após ação do Exército.

Três homens foram baleados; um deles, Evaldo Rosa, de 51 anos, não resistiu.
Polícia Civil ajudou a realizar a perícia no local:

Por Juliana Barbosa

Traseira do carro ficou perfurada de balas — Foto: Reprodução/TV Globo

O fuzilamento de um carro em Guadalupe, Zona Norte do Rio, causando a morte do músico Evaldo Rosa, de 51 anos, e deixou dois feridos, na tarde de domingo (7), levou o Exército a prender 10 militares nesta segunda-feira (8).

Carro roubado

A hipótese de os militares terem se confundido seria reforçada com um registro de ocorrência feito na 30ª DP (Marechal Hermes).

Um motorista – que não teve a identidade divulgada – informou que foi assaltado por cinco homens em um sedã branco por volta das 14h (meia hora antes do incidente) na própria Estrada do Camboatá, perto do Piscinão de Deodoro.

Num primeiro momento, o Comando Militar do Leste afirmou que o morto era um assaltante. Depois, citando “inconsistências” nos depoimentos, determinou a prisão em flagrante de 10 dos 12 militares ouvidos, “em virtude de descumprimento de regras de engajamento”. A investigação ficará a cargo do Exército. Para o delegado Leonardo Salgado, da Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro, “tudo indica” que os militares do Exército se confundiram.

“Não foi encontrada nenhuma arma. Tudo que foi apurado é que eles eram realmente pessoas, uma família normal, de bem, e que acabaram sendo vítimas dos militares”, afirmou.

Embora o caso esteja com a Polícia Judiciária Militar, o delegado vê a possibilidade de prisão. “Fica muito difícil tomar uma posição diferente dessa. Ao que tudo indica, não vejo uma legítima defesa. Os indícios apontam pra uma prisão em flagrante.”

“O Exército Brasileiro (…) repudia veementemente excessos ou abusos que venham a ser cometidos quando do exercício das suas atividades”, afirmou o CML.

O músico Evaldo dos Santos Rosa — Foto: Reprodução/Facebook

Os militares foram ouvidos na Delegacia de Polícia Judiciária Militar. Ocaso é investigado pelo Exército devido a uma lei sancionada em 2017 pelo então presidente Michel Temer (MDB).

Foto: Fábio Teixeira/AP

O Fato

O que seria um domingo comum, terminou em tragédia. O músico Edvaldo dos Santos Rosa, junto com a família, iam para um chá de bebê. Além do músico que dirigia o veículo, a esposa, o filho de sete anos, o sogro e a afilhada do casal, também estavam no carro. Por volta de 14h40 , veículo que seguia pela Estrada do Camboatá, em Guadalupe, quase chegando ao acesso à Avenida Brasil, foi alvo de pelo menos 80 disparos de fuzis de soldados do Exército. Evaldo morreu na hora. O sogro dele, Sérgio, foi baleado nos glúteos. Seu quadro era estável até a noite de domingo. A esposa, o filho de 7 anos e a amiga não se feriram. Um pedestre que passava no local também ficou ferido ao tentar ajudar. Ainda não há informações sobre seu estado de saúde.


Veja com foi ação militar em Guadalupe — Foto: Infográfico: Wagner Magalhães/G1

O professor Guilherme Boulos, foi candidato a presidência em 2018 questionou a ação nas redes sociais.

Reprodução Twitter

A deputada estadual Renata Souza (PSOL), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), afirmou que pretende entrar com uma representação no Ministério Público Federal (MPF) pedindo à instituição que investigue a morte de Evaldo. 

A versão da família

  1. A afilhada do casal que estava no carro afirma que o grupo estava indo para um chá de bebê e que Evaldo, que dirigia o Ford Ka sedan, era segurança e músico;
  2. O trânsito fluía sem problemas e não havia blitz na estrada;
  3. Um tiro entrou pelo vidro e atingiu Evaldo, que morreu na hora;
  4. Com o motorista desacordado, o sogro dele, Sérgio Gonçalves, que estava no carona, controlou a direção por mais 200 metros;
  5. Os tiros continuaram;
  6. A mulher de Evaldo, o filho do casal e uma amiga, no banco de trás, se abaixaram e depois saltaram do carro;
  7. Sérgio foi baleado do lado de fora do carro;
  8. Nove soldados com fuzis se aproximaram do carro, sem cessar os disparos;
  9. Um morador foi tentar ajudar Sérgio e também foi atingido no peito;
  10. Blindados do Exército cercaram o local.

“Não tinha blitz, não tinha arrastão, não tinha vestígio de nada, estava normal. A gente foi pego de surpresa”, diz a amiga da família. “O carro perdeu a direção, o Evaldo foi baleado, e mesmo assim eles continuaram atirando. A gente está sem entender até agora”, emenda.

Luciana Nogueira, esposa do músico Evaldo dos Santos Rosa, morto no último domingo. Foto: Wilson Júnior/Estadão Conteúdo

Segundo a viúva, moradores chegaram a tentar socorrer seu marido, Evaldo Rosa, mas militares continuaram atirando. ‘Perdi meu melhor amigo’, lamentou Luciana Nogueira. O meu filho estava no carro, viu tudo. Ele quer a foto do pai. Eu falei que o pai está no hospital. Por que o quartel fez isso? Os vizinhos começaram a socorrer, mas eles continuaram atirando. E falei: ‘moço, socorre o meu esposo’. Eles não fizeram nada e ficaram de deboche“, disse ela, emocionada.

Luciana contou que estavam indo para um chá de bebê, e que pegaram aquele caminho próximo ao quartel porque se sentiam seguros. “Eu falei: ali é calmo, ali é nossa área. E eu vi o quartel. Tava protegida, da mesma forma que, quando eu vejo um policial, eu me sinto protegida”, relatou.

Ela comentou um pouco mais sobre o marido, que além de ser músico, trabalhava como segurança em uma creche.

“Eu perdi meu melhor amigo. Eu estava com ele há 27 anos. Adorava música, um homem caseiro, trabalhador. Cuidava de mim como ninguém. Meu deus, meu deus”, repetia ela.

O filho mais velho do músico, Daniel Rosa da Silva, de 29 anos, contou que além dos 80 tiros disparados contra o carro de sua família, foram encontradas mais de 200 cápsulas no chão.

Despedida

Conhecido como Manduca, Evaldo era músico e segurança. O corpo dele foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) e deve ser enterrado nesta terça-feira.

Nas redes sociais, o grupo Remelexo da Cor postou uma homenagem. “Olho pro céu e peço a Deus / Que mande a paz do sentimento verdadeiro dos mortais / Aqui embaixo o pesadelo está, demais, demais / Demais, demais, demais😢😔 Neste domingo perdemos um grande amigo ,o primeiro cavaquinista do Grupo Remelexo da Cor (Manduca). Deixamos aqui um abraço é nosso sentimento para todos familiares”.

Sempre as mesmas desculpas.
Matou por confundir guarda chuvas com Fuzil; 
matou por confundir Furadeira com revólver
Matou por confundir Saco de pipoca com drogas;
Matou por confundir Celular com arma de fogo
Matou por confundir Ferramenta com arma de fogo
Matou Músico por confundir com assaltante; 
Mas, uma coisa é inconfundível: A cor. 
Muito Racismo, Muitas “Confusões”.

Fontes: G1, Diário do Centro do Mundo, Estadão

Após uma série de polêmicas, Bolsonaro demite Vélez e nomeia Abraham Weintraub como ministro da Educação

Vélez enfrentava ‘guerra’ no MEC provocada por desentendimentos entre assessores. No período na pasta, ele protagonizou uma série de polêmicas; relembre.

Por Juliana Barbosa

Foto: Divulgação/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro mais uma vez governa através de rede social e, anuncia nesta segunda-feira (8), a demissão do ministro da educação Ricardo Vélez Rodríguez. Bolsonaro informou também que o novo ministro será Abraham Weintraub.

Reprodução Internet

Bolsonaro e Vélez tiveram uma reunião no Palácio do Planalto nesta segunda, pouco antes do anúncio da demissão do agora ex-ministro.

Reprodução Internet

Depois, o presidente corrigiu uma parte da informação sobre o currículo de Weintraub. Disse que ele não tem doutorado, mas sim mestrado. “Corrigindo: Abraham possui mestrado em Administração na área de Finanças pela FGV e MBA Executivo Internacional pelo OneMBA, com título reconhecido pelas escolas: FGV/Brasil, RSM/Holanda, UNC/Estados Unidos, CUHK/China e EGADE-ITESM/México.

A exoneração de Vélez e a nomeação de Weintraub foram publicadas em edição extra do “Diário Oficial da União” nesta segunda-feira.

Colombiano naturalizado brasileiro, Vélez Rodríguez tomou posse no cargo em 1º de janeiro e enfrentava uma “guerra interna” no MEC provocada por desentendimentos entre militares e seguidores do escritor Olavo de Carvalho

O presidente Jair Bolsonaro ao lado de Ricardo Vélez Rodriguez, então ministro da Educação (MEC/Divulgação)

.Na semana em que o governo Jair Bolsonaro completa seus 100 dias marca uma gestão que, entre crises, controvérsias e recuos, gerou insegurança nos servidores, nos gestores estaduais e municipais e nos especialistas sobre os riscos para a execução de metas e ações prioritárias.

Dono de um dos maiores orçamentos do governo federal, o Ministério da Educação (MEC) se arrasta desde a metade de janeiro em uma disputa interna que opõe dois grupos com visões distintas de como a pasta deve operar. Houve ao menos 14 demissões no alto escalão, inclusive para o cargo de secretário-executivo (o “número 2” da gestão), além da publicação de documentos oficiais com incongruências, que depois foram anulados, além de frases polêmicas de Vélez, que levaram a críticas.

Ilustração e infografia: Osvalter Urbinati

Na sexta (5), o presidente Jair Bolsonaro disse que estava “bastante claro que não está dando certo” o trabalho de Vélez no Ministério da Educação. Segundo Bolsonaro, “está faltando gestão” na pasta.

A declaração do presidente ocorreu dois dias após o então ministro dizer que pretendia revisar livros didáticos sobre o golpe de 1964 e a ditadura militar. Depois, Vélez disse que as mudanças não seriam uma doutrinação. “Mudanças poderiam ser realizadas progressivamente, trazendo uma versão mais ampla da História, e só após passar por uma banca de cientistas da área. Doutrinação como foi feito pela esquerda, jamais“.

Foto: Renato Costa | Estadão Conteúdo|

Classificada como fraca por alguns e desastrosa por outros, a curta administração de Vélez à frente do Ministério da Educação (MEC) conseguiu desagradar militares, seguidores de Olavo de Carvalho, bolsonaristas, seus próprios ex-alunos e, sem contar, é claro, a oposição.O comunicado da sua saída já era esperado por todos: pela esfera mais próxima de Bolsonaro, pelos amigos e inimigos dentro e fora do MEC.

Confira abaixo os principais pontos polêmicos da gestão Vélez:

  • Livros didáticos: Em janeiro, o edital para compra de livros escolares foi publicado sem que houvesse trechos importantes que norteariam a aquisição das obras. Entre eles, foram excluídos itens que evitariam a compra de obras com erros e propagandas. O edital também não trazia mais a exigência de que as obras retratassem a diversidade étnica e o compromisso com ações de combate à violência contra a mulher. No dia seguinte, o edital foi anulado.
  • Presidência do Inep vaga: Ainda em janeiro, a presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) Maria Inês Fini, no cargo há 3 anos, foi exonerada. O ex-professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Marcus Vinicius Rodrigues foi nomeado para o cargo. Dois meses depois, também foi demitido. Ele saiu da pasta dizendo que não há comunicação dentro do MEC. Até a noite de sexta-feira (5), ninguém havia sido nomeado para o cargo.
  • Alfabetização: Após a extinção da Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA), a expectativa era que as crianças fossem avaliadas no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). No entanto, a portaria do Saeb foi publicada sem essa previsão. Um dia depois, foi anulada.
  • Trocas no cargo ‘número 2’ do MEC: Quatro nomes foram anunciados para o cargo de secretário-executivo do MEC em três meses de gestão.
  • Frases polêmicas: Vélez disse que o brasileiro seria “canibal” ao viajar: “Rouba coisas dos hotéis, rouba o assento salva-vidas do avião; ele acha que sai de casa e pode carregar tudo. Esse é o tipo de coisa que tem de ser revertido na escola”, declarou. O Congresso pediu que ele fosse se explicar. Em documento ao Supremo Tribunal Federal (STF), o Vélez disse que foi “infeliz” ao fazer a declaração. Em outra ocasião, Vélez afirmou que a universidade não seria para todos.
  • Educação moral e cívica e retomada do Projeto Rondon: Vélez publicou um vídeo anunciando que a “educação moral e cívica” voltaria às escolas e que retomaria o Projeto Rondon, mas não disse como.
  • Slogan de campanha e filmagem ilegal de crianças: Vélez enviou uma carta a todas as escolas do país pedindo para que fosse lido o slogan de campanha de Bolsonaro e que as crianças fossem filmadas cantando o Hino Nacional. A leitura do slogan pode ferir a Constituição, e a gravação de crianças sem autorização dos responsáveis vai contra o Estatuto da Criança e do Adolescente.
  • Enem: o Inep, vinculado ao MEC, criou uma comissão para fiscalizar o conteúdo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O grupo deveria fazer uma “leitura transversal” das questões que compõem o Banco Nacional de Itens para “verificar a sua pertinência com a realidade social”. A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), do Ministério Público Federal (MPF) pediu esclarecimentos.
  • Golpe militar e ditadura nos livros didáticos: Vélez disse que pretende fazer uma revisão nos livros didáticos que contam a história do golpe de 1964 e da ditadura militar no Brasil. Educadores e historiadores afirmaram que a revisão seria um retrocesso.
“Ilustração e infografia: Osvalter Urbinati.”

Para o lugar do Vélez, Bolsonaro indicou o economista Abraham
Weintraub, que já trabalhava no governo Bolsonaro. Ele era secretário-executivo da Casa Civil, segundo cargo mais importante dentro da pasta.

Foto: Sérgio Lima/Poder 360

Conheça o novo ministro:

Foto: Rafael Carvalho/governo de transição

Abraham Weintraub é formado em Ciências Econômicas pela Universidade de São Paulo (1994) e mestre em administração na área de finanças pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Ele é professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e atuou no mercado financeiro por mais de 20 anos. Na iniciativa privada, trabalhou no Banco Votorantim por 18 anos, onde foi economista-chefe e diretor, e foi sócio na Quest Investimentos.

Weintraub atuou na equipe do governo de transição. Junto com o irmão, Arthur Weintraub, foi responsável pela área de Previdência no período. Os dois foram indicados a Bolsonaro pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. O ministro da Casa Civil conheceu os irmãos Weintraub em um seminário internacional sobre Previdência realizado, em 2017, no Congresso Nacional.

Fontes:Agência Brasil, G1, Estadão, Gazeta Do Povo, Folha de São Paulo, Viagora.

A equipe do Muito Mais que Isso comemora o dia do Jornalista trabalhando.

Afinal, a notícia não pode esperar! Jornalista, a nossa pauta hoje é você!

Por Juliana Barbosa

Você , caro colega, é nossa manchete! O Dia do Jornalista, comemorado em 07 de abril, foi instituído em 1931, por decisão da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), como homenagem ao médico e jornalista Giovanni Battista Líbero Badaró, morto por inimigos políticos em 1830.

Líbero Badaró, como era mais conhecido, era um oposicionista ao imperador D. Pedro I e foi o criador do Observatório Constitucional, jornal independente que focava em temas políticos até então censurados ou encobertos pelo monarca. Badaró era defensor da liberdade de imprensa e morreu em virtude de suas denúncias e de sua ideologia que contrariava os homens do poder.

Esse foi um dos fatores que levaram à renúncia de D. Pedro em 07 de abril de 1831.

Essa história, nós jornalistas, já conhecemos. Entretanto, a equipe do Muito Mais que Isso foi e vai além! Hoje, celebramos o nosso dia com a primeira reportagem de rua , 100% feita pela nossa equipe, e assinada por Gustavo Medeiros. A Pauta hoje somos nós. Que vivenciamos essa “cachaça” do jornalismo na veia todos os dias. Então, como todo vício, temos muitos dias de ressaca.

Num país que desvaloriza nossa profissão, conhecida outrora como “o quarto poder’, ser jornalista é trabalhar por amor. Se você é estudante ou foca – recém formado – saiba que não ficaremos ricos de uma hora para outra: aqui não é a loteria federal. Também não sairemos da sala de aula, imediatante, para a bancada daquele jornal. Ou sendo aquele locutor, daquela rádio,ou então o editor chefe de tal revista. Saiba também que não há garantias de que ficaremos ricos. Provavelmente, poucos de nós.

A caminhada é árdua, para levarmos a você, leitor, telespectador, ouvinte, a notícia com qualidade, credibilidade e verdade. Como todo ser humano, não somos imparciais. Mas, procuramos agir com ética e, ajudar a formar opiniões baseadas nos fatos.

O Quarto Poder

A ideia de quarto poder surgiu a partir de meados do século 19 como recurso no meio de sociedades democráticas: um órgão responsável por fiscalizar os abusos dos três poderes originais (Legislativo, Executivo e Judiciário). Esse poder, representado pela imprensa, teria como dever denunciar violações dos direitos nos regimes democráticos.

O quarto poder não representa mais – não em sua totalidade – o conceito de fiscalizar os poderes e nortear os cidadãos. Principalmente no Brasil.

Assim como houve a renúncia de D. Pedro I em 07 de abril de 1831, nós jornalistas, e grande parte da população, aguardamos algumas outras renúncias. Defendemos a liberdade: a palavra chave da comunicação, do nosso dever. E hoje, nossa primeira matéria foi justamente sobre isso: liberdade. 07 de Abril de 2018, nós tivemos que escrever um capítulo forte e triste da nossa história. Desagradável, intragável. Um ano depois, continuamos investigando algo que já é de conhecimento geral mas, a democracia está ameaçada e a lei tirou o véu da justiça.

7 de Abril de 2019 – um ano da prisão do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva. Um ano que estamos assistindo o retrocesso. Então, caros colegas, vamos unir nossa categoria, e ir a luta por justiça. Sem beneficiados financeiramente, partidariamente ou ambos. Que a lei se faça efetivamente para todos. Só assim, teremos o “poder” de fiscalizar os abusos dos Legislativo, Executivo e Judiciário. Da desigualdade social. De sermos a voz do cidadão. O plantão de um jornalista não termina nunca, pois há notícia em todo lugar. Vivemos pelo jornalismo. Vivemos o jornalismo.

Agora chega de Blá blá bá que temos outra pauta para fazer!

Atos marcaram primeiro ano da prisão de Lula

Em Salvador, milhares de militantes saíram em passeata do Campo Grande ao Farol da Barra. Atividades fazem parte da Marcha Lula Livre

Foto – Midia Ninja

Por Gustavo Medeiros

Durante este final de semana, o Brasil e várias partes do mundo receberam atos que reivindicam a liberdade de Luis Inácio Lula da Silva, preso há um ano, completado neste domingo (7), na carceragem da Policia Federal em Curitiba. Estas ações fazem parte da Marcha Lula Livre e se estendem até a próxima terça-feira (10).

Desde sexta-feira (5), militantes de partidos de esquerda, integrantes de movimentos sociais, artistas, estudantes e simpatizantes se mobilizam em diversas atividades para lembrar dos programas presidenciais e projetos que ajudaram na melhoria de vida dos brasileiros, denunciando os atos do Poder Judiciário que contribuíram para a condenação .

Foto- Gustavo Medeiros

Durante o dia de hoje, passeatas e atos ao ar livre reuniram centenas de milhares de pessoas nas ruas de 17 capitais brasileiras e mais 15 países para pedir pela soltura de Lula. Em Salvador, diversos grupos, lideranças políticas,sindicais e militantes saíram em passeata do Campo Grande até o Farol da Barra. Palavras de ordem, protestos contra a prisão e o governo Bolsonaro marcaram a marcha na capital baiana.

Outras 23 cidades também tiveram atos pedindo a liberdade de Lula.

Confira as fotos da Marcha em Salvador

Relembre os dias que antecederam a prisão de Lula

Neste domingo (07), faz um ano em que o ex-presidente está preso na carceragem da PF

Multidão em volta de Lula em uma imagem que ganhou o mundo.Foto – Revista Fórum

Por Gustavo Medeiros

São Bernardo do Campo (SP), 07 de abril de 2018. Uma multidão estava reunida dentro e na porta do Sindicato dos Metalúrgicos do Grande ABC, berço e palco das lutas sindicais desde os últimos anos da Ditadura Militar. Nas dependências mais próximas, várias pessoas reunidas em caravanas se reuniam, juntando as outras já existentes. A partir do que era visto em tomadas aéreas, feitas pelas equipes de reportagem, a expectativa era grande em ver aquele brasileiro de Caetés (PE) e sua reação em frente àquela situação já provocada pela medida ,que tinha sido tomada pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e ordenada pelo juiz do Tribunal Regional Federal, Sergio Moro.

Em meio a aquela grande multidão que tomava as ruas próximas ao sindicato, estavam as viaturas da Policia Federal a espera de Luis Inácio Lula da Silva, o ex-presidente que governou o país entre os anos de 2003 a 2010. Dias antes, o clima era de união e força entre as várias lideranças presentes nas dependências do prédio de numero 231, localizado a rua João Basso. Militantes se revezavam em uma demonstração de resistência ao pedido de prisão expedido pelo juiz do Tribunal Regional Federal (TRF).

Imagem – Instituto Lula

A cada apoio dado por lideranças políticas e de movimentos sociais, Lula dava sinais de que não iria se entregar fácil e mostrou, em rede nacional, a força de um carisma pessoal, que conquistou lideres mundiais como Barack Obama e Angela Merkel. A multidão presente nos quarteirões ao entorno do sindicato era a radiografia perfeita da esperança de um povo espantado com a sucessão de fatos negativos que afetavam a política nacional desde meados de 2014. Foram os dias mais intensos na vida de um ex-presidente, oriundo das camadas populares.

Relembrando os fatos

Na quinta-feira, 05 de abril, o Supremo Tribunal federal (STF), em uma votação apertada que durou 11 horas, decidiu, em 6 votos a 5, por negar o pedido de habeas corpus feito pela defesa de Lula. A decisão dos ministros abriu um caminho definitivo para a prisão, em decorrência da condenação pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O dia seguinte a decisão proferida pelo Supremo foi de muita apreensão para quem estava acompanhando o desenrolar dos acontecimentos. Antes mesmo da decisão completar 24 horas, o TRF-4, comandado pelo atual ministro Sergio Moro, ordenou em despacho pela prisão de Lula, concedendo a oportunidade de se apresentar voluntariamente à Policia Federal, em Curitiba, às 17h, o que não foi acatado pelo ex-presidente. As horas se passavam e a expectativa pelo desfecho dos fatos tomava conta de todos.

Neste instante, a resistência se tornava palavra de ordem dentro do prédio do Sindicato dos Metalúrgicos e nas ruas ao entorno. Já eram duas noites em vigília e uma certa indefinição que intrigavam os analistas políticos.Esperava-se que Lula comparecesse a missa de aniversário de Marisa Letícia (sua esposa, que faleceu em 2017), mas ele não se apresentou, permanecendo em seu reduto ao lado de aliados e outras lideranças políticas e populares.

Foto – Ricardo Stuckert

Somente as 18h 42 do dia 07, Lula deixa o Sindicato dos Metalúrgicos para se entregar a Polícia Federal. Após 26h de muita tensão, o operário que virou presidente se entregava aos policiais que, impedidos pela militância, tiveram que sair a pé até a viatura.

Antes de se entregar para cumprir a pena de 12 anos, Lula fez um discurso aos milhares de militantes que estavam presentes, criticando a condução da operação Lava Jato e reforçando a sua inocência. Ele ainda convocou a militância para defender o seu legado. Ao seu lado estavam Manuela D’Avila e Guilherme Boulos, sempre presentes nos momentos mais tensos daqueles dias frios de outono.

Além disso, o ex-presidente proferiu mais críticas a imprensa e justificou o motivo que o fez se entregar a justiça. “Vou cumprir o mandado deles. Estou fazendo uma coisa muito consciente. Se dependesse da minha vontade, eu não iria. Eu vou porque não vão dizer amanhã que eu estou escondido, que eu estou foragido.”, afirmou.

Após o discurso, Lula seguia para a prisão em Curitiba. Os dias que antecederam a detenção, mostraram a força que tem a maior liderança popular da América Latina em mobilizar pessoas para defenderem seu legado.

Conclusão dos fatos

Diante dos fatos, podemos concluir que o dia 07 de abril de 2018 entrará para a história como uma data lembrada na síntese dos acontecimentos que antecederam a prisão, da condução coercitiva até a condenação pelos crimes “cometidos”.

A prisão do ex-presidente expôs um judiciário desnudo em seus interesses, aliados a outros setores de poder. Além disso, abriu diversos debates, como a prisão em segunda instância após condenação criminal entre outros assuntos referentes ao papel das instituições jurídicas no verdadeiro cumprimento imparcial das leis.

A verdade é que a justiça brasileira saiu manchada aos olhos do mundo ao não dar o direito de defesa ao cidadão Luís Inácio Lula da Silva, assim como outros tantos tem. Não veremos mais o poder judiciário como uma instituição seria e zelosa com as leis deste jovem país.

Fonte – O Estado de São Paulo

Justiça autoriza adolescente de 14 anos a continuar na faculdade: ‘Estava na expectativa’

Justiça autorizou que Enzo Grechi de Carli, morador de Tatuí (SP), continuasse com a matrícula no curso superior de automação industrial na Fatec.

Por Juliana Barbosa

‘Bastante esperançoso’, diz jovem de 14 anos que conseguiu decisão definitiva para frequentar faculdade em Tatuí — Foto: Reprodução/TV TEM

O adolescente Enzo Grechi de Carli , de 14 anos, que passou no vestibular e conseguiu a decisão definitiva na Justiça para continuar frequentando a faculdade ao mesmo tempo em que cursa o Ensino Médio diz que estava ansioso para saber se realmente continuaria cursando automação industrial na Fatec de Tatuí (SP).

Para ele, a decisão foi um alívio e garante com que tenha novos aprendizados.

“Eu estava na expectativa e bastante esperançoso. Porque, no meu ponto de vista, não percebo tanta diferença entre a escola e a faculdade”, afirma.

Enzo passou na 14ª colocação no vestibular em julho de 2018 e, em seguida, a família entrou na Justiça para garantir que o adolescente realizasse o curso superior.

Com uma liminar, ele foi autorizado a fazer a graduação, mas somente a decisão definitiva da Justiça garantiu a permanência dele Fatec.

Enzo diz que mesmo com a diferença de idade, foi muito bem recebido pelos colegas e pela faculdade.

“Fui super bem recebido e converso bastante com meus colegas da escola e da faculdade. Já estou em época de provas e elas têm sido tranquilas. Tenho uma facilidade maior para entender o conteúdo e estou me dando super bem”, diz

‘Superdotado’

Estudante de 14 anos cursa graduação de automação industrial em faculdade de Tatuí — Foto: Reprodução/TV TEM

Segundo a mãe, de Enzo, Fabiana de Cásia Grechi de Carli, o estudante passou por diversas avaliações neurológicas, psicológicas e neuropsicológicas durante o processo, que constatou a superdotação do menino.

“Confiante nunca estávamos, mas sabíamos que ele tinha capacidade para conseguir. Ele sempre foi meio diferente, mas nunca comparei pois cada criança é única”, afirma.

“[O processo] foi bem longo. Ele fez acompanhamento para avaliar a capacidade cognitiva. A lei assiste por conta da superdotação, mas ele continua cursando o ensino regular”, diz.

Na decisão, o juiz Marcelo Nalesso Salmaso alegou que uma avaliação psicológica foi realizada pela equipe técnica e ela apontou que o “curso superior em automação realizado na Fatec parece estar sendo importante para motivá-lo, estimular seu potencial criativo, e preencher lacunas educacionais existentes no ensino regular para adolescentes com altas habilidades.”

A decisão judicial ainda cabe recurso da faculdade, porém o Ministério Público e o juiz foram favoráveis à matrícula do rapaz.

Fonte: G1

Grávidas em trabalho de parto são liberadas por causa de superlotação na maior maternidade pública do TO

A situação foi provocada porque as salas de cirurgias estavam sendo usadas para abrigar recém-nascidos que não conseguem vaga na UTI. Defensoria informou que 16 bebês estavam nessa situação.

Por Juliana Barbosa

Cadeiras são improvisadas e viram leitos para grávidas em maternidade superlotada — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Caos na maior maternidade pública do Tocantins e hospital Dona Regina. Prestes a dar à luz, grávidas tiveram que voltar para casa por causa de superlotação. A situação foi provocada porque as salas de cirurgias estavam sendo usadas para abrigar recém-nascidos que não conseguem vaga na UTI. Ao todo, são 16 bebês nessa situação. Com isso, os médicos não podiam fazer os partos. A fila de grávidas aumenta e as cadeiras são usadas como leitos improvisados.

A secretária Magna Alves Ribeiro teve que voltar para casa:

“Deu as 40 semanas, eu já entrei em processo de logo entrar em trabalho de parto e ela ainda assim me liberou. Disse que estou de alta e não tem necessidade de eu ficar no hospital, por falta de leitos”.

A Secretaria Estadual da Saúde informou, em nota, na noite deste sábado (6) que não existe mais nenhum paciente sendo atendido nas salas de cirurgia e que todas já estão liberadas.

Na sexta-feira (5), a Justiça determinou que novos leitos sejam disponibilizados na maternidade. A decisão veio depois de um pedido da Defensoria Pública que flagrou a superlotação da unidade.

Os próprios funcionários confirmam a superlotação. “Não tem onde colocar a paciente, o local onde elas ficam só cabem cinco camas e a capacidade está além”, diz um servidor que não quer se identificar.

A Defensoria Pública e o Ministério Público do Tocantins fizeram uma vistoria dentro da maternidade e verificaram que 16 bebês esperam por vagas de UTI. A situação virou caso de polícia.

“Chamamos a polícia para instaurar o inquérito, inclusive contra os gestores. São os únicos que podem resolver o problema”, explicou o defensor público Arthur Luiz Pádua.

Fonte: G1

Mega-sena acumulada: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 40 milhões.

Veja as dezenas sorteadas: 17 – 20 – 26 – 36 – 42 – 54.

Por Juliana Barbosa

Foto: Marcelo Brandt/G1

Quase milionários: ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.140 realizado na noite deste sábado (6) em São Paulo. O prêmio acumulou e pode pagar R$ 40 milhões no próximo sorteio.

Veja as dezenas: 17 – 20 – 26 – 36 – 42 – 54.

Os sorteios da Mega-Sena são realizados duas vezes por semana, às quartas-feiras e aos sábados. Mas, se não foi dessa vez que alguém ficou Mega feliz com a loteria, a Quina teve 66 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 46.099,13. Outras 5.044 apostas acertaram a quadra; cada uma receberá R$ 861,71.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

A Mega-Sena é realizada desde 1996. Segundo a Caixa Econômica Federal, em todos os sorteios 19% do prêmio é destinado aos ganhadores da quina. Em 2010, em um universo de pouco mais de dois bilhões de apostadores, 17.738 acertaram cinco números e dividiram mais de R$ 255 milhões. Este ano, até a última quarta-feira, em 23 sorteios houve 2.638 ganhadores da quina da Mega-Sena.

Fonte : G1 IG.

Brasileiros rejeitam comemoração ao golpe de 64

Resultado da pesquisa elaborada pelo Datafolha mostra que a rejeição está entre os mais jovens

Foto – Reprodução

Por Gustavo Medeiros

O Datafolha divulgou o resultado de uma pesquisa neste sábado (6) sobre as comemorações da Ditadura Militar, incentivada pelo presidente Jair Bolsonaro na última semana.

Os dados mostram que, para a maior parte das pessoas, o dia 31 de março (data do golpe que levou o país ao regime de 21 anos), deve ser desprezado. Das 2086 pessoas entrevistadas, cerca de 57% opinaram contra as comemorações. Outros 36% se declararam favoráveis a data e 7% não souberam opinar.

O maior índice de rejeição as comemorações estão entre as pessoas de 16 a 24 anos. Cerca de 64% se declararam contrários a data. A porcentagem chega a 67% entre quem tem nível superior.

Entre o grupo favorável a comemoração da data, predominam as pessoas com mais de 60 anos (42%) e com ensino fundamental (43%).

Fonte: Folha de São Paulo

Planalto informa que em 2019 não haverá horário de verão

Governo estuda avaliar a continuidade da medida

Foto – enfoquems

Por Gustavo Medeiros

Por meio do porta-voz, Otávio Rego Barros, o Palácio do Planalto informou na última sexta-feira (5) que este ano não haverá horário de verão. A decisão foi tomada por meio de uma pesquisa encomendada por técnicos do Ministério de Minas e Energia, onde 53% dos entrevistados pediram o fim da medida que contribui para reduzir o consumo de energia durante o período entre o final e o inicio do ano. A continuidade da medida será avaliada posteriormente.

Antes de sair a decisão, o atual presidente, Jair Bolsonaro, declarou para jornalistas, em um café da manhã, que estava quase tudo decidido sobre o tema, que foi sugerido pelo deputado João Campos (PRB-GO). Nas redes sociais, Bolsonaro antecipou o teor da nota lida por Rego Barros.

Em 2017, o governo do ex-presidente Michel Temer quase tomou a decisão de por fim ao horário de verão. A medida tomada por Bolsonaro põe fim a 35 anos seguidos de adoção do horário, sem alguma interrupção.

Instituído pela primeira vez em 1931 por Getúlio Vargas, o Horário Brasileiro de Verão foi adotado com a finalidade de fomentar a economia de energia elétrica,retardando o início da noite e,assim, diminuindo o acionamento das lâmpadas. Países como Austrália, Canadá, México, Nova Zelândia, Chile e Uruguai já adotam a medida.

Arte G1

No Brasil, o Horário de Verão é adotado pelos estados do Sul, Sudeste e Centro Oeste.

Fonte: G1 e Folha de São Paulo

“Não nasci para ser presidente, e sim militar”, diz Bolsonaro, que já foi preso por “transgressão grave” pelo exército.

Em inauguração de ouvidoria no Planalto, presidente pediu desculpas por “caneladas”, disse que seu cargo ‘é só problema’ e afirmou: “Sozinho não vou chegar a lugar nenhum ‘”.

Por Juliana Barbosa

O presidente Jair Bolsonaro fala durante café da manhã com jornalistas nesta sexta (5) no Palácio do Planalto – Marcos Corrêa/Presidência da República

O presidente Jair Bolsonaro fez uma espécie de desabafo, justificando as dificuldades que o cargo impõe. “Desculpem as caneladas. Não nasci para ser presidente, nasci para ser militar”, disse em discurso no Palácio do Planalto para inauguração do Espaço de Atendimento de Ouvidoria da Presidência da República. Segundo o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, na quinta-feira, 4, o presidente também se desculpou pelas “caneladas” em reunião com presidentes de alguns partidos, nesta sexta-feira, 5, em tom de brincadeira, ele também afirmou:

“Às vezes me pergunto, meu Deus, o que fiz para merecer isso? É só problema”.

Foto: Igo Estrela/Metrópoles

A fala se deve ao fato de Bolsonaro perder popularidade e ser o presidente que teve a menor aprovação para um primeiro mandato desde 1995. Duas pesquisas foram divulgadas nesta sexta e indicam essa queda do presidente.

Depois do evento, ao ser questionado se o cargo é mais difícil do que pensava, o presidente negou e falou que “sabia das dificuldades por ser um País grande”. Ele justificou que existem “muitos vícios no Brasil”. Citou como fatores de preocupação a violência, a empregabilidade e a educação. Sobre a fala de que “não nasceu para presidente”, disse, aos risos, que “tem que se virar para não ser engolido”. Questionado se os problemas mencionados no discurso estariam relacionados também às dificuldades no diálogo com parlamentares e partidos políticos, respondeu que “cada um vai defender seus interesses” e que “isso é natural”.

Foto: Evaristo Sá

‘Temos que convencer o pessoal para mostrar a questão da (reforma) da Previdência. Se não aprovar agora, pelo menos grande parte, daqui dois a três anos vai faltar dinheiro para pagar quem está na ativa, vamos virar uma Grécia”, declarou na coletiva de imprensa

O presidente voltou a admitir que a proposta de capitalização na reforma da Previdência poderá não ser aprovada pelo Congresso e deixar a proposta para outra oportunidade. Ele já havia falado sobre a possibilidade em café da manhã com jornalistas: “Nós queremos aprovar o que está aí, mas se os parlamentares entenderem que está complicado, difícil de explicar agora, podem decidir deixar para outra oportunidade.”

Ainda no discurso, o presidente disse que nunca esperou chegar no posto em que está. Afirmou que, na eleição, tinha contra ele “imprensa, fake news, tempo de televisão, recurso de campanha”.

Ouviu de servidores gritos de “amém” e “glória a Deus” e reagiu.

Eu até queria fazer uma sugestão, já que falaram amém. Eu sei que o estado é laico, eu sei disso, mas se puder colocar aí o João 8:32, eu agradeceria. Aqui é o local adequado. E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”, afirmou, antes de cortar a fita de inauguração da ouvidoria. Assim, ele reafirma o desdém com o respeito religioso.

O presidente disse que o Brasil vai deixar de ser “o país da chacota” e criticou a esquerda.

“Acredito, sem querer ser o salvador da Pátria, apesar de me chamar Messias, que se fosse outro presidente aqui, estaria uma hora dessas conversando com [o ditador Nicolás] Maduro lá na Venezuela. Quando nossos irmãos nem rato tem para comer mais”, afirmou o presidente.

Foto: Reprodução internet

Bolsonaro também falou que é preciso lutar pela democracia —”temos que lutar pelo bem maior que nós temos, que é a nossa liberdade— e valorizar “os valores da família”.

“Quem não quer ter família, sem problema nenhum. Agora, a família existe, é a célula da sociedade. Uma família sadia é uma sociedade sadia, é um país com perspectiva de futuro. Da maneira como vinha sendo tratado até pouco tempo não tínhamos perspectiva de mudar o Brasil”, disse Bolsonaro.

Carreira Militar

O presidente Jair Bolsonaro entrou na carreira militar ao passar no concurso da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende (RJ), no ano de 1974, com 19 anos. Depois da formação como oficial, Bolsonaro fez o curso de paraquedismo militar e deixou a Academia.

De lá, foi para o Rio de Janeiro, onde fez o curso de formação em educação física do Exército e participou do 8º Grupo de Artilharia de Campanha Paraquedista, entre 1983 e 1986.

Foi nesta época que o futuro político de Bolsonaro começou a se desenhar. Em 86, o então capitão protestou contra o valor dos salários dos cadetes da Aman em um artigo na revista Veja. A publicação do artigo levou o militar à prisão por 15 dias, porque teria infringido o regulamento disciplinar.

Com o protesto, Bolsonaro ganhou simpatia das esposas dos oficiais e do baixo clero do Exército. Já em 87, o capitão se viu encurralado depois que a mesma revista Veja divulgou um suposto plano em que o militar e um colega planejavam explodir bombas em unidades militares.

Bolsonaro e Fábio Passos faziam parte da Escola Superior de aperfeiçoamento de Oficiais (ESAO) e tinham divergências com o comando do Exército. Quando a revista publicou a matéria, com o título de “Pôr bomba nos quartéis, um plano na ESAO”, no dia 25 de outubro de 1987, os militares foram convocados a dar explicações, mas negaram participar do plano, assim como o contato com a revista.

Na edição seguinte, a revista publicou uma reportagem que mostrava um suposto desenho de onde as bombas seriam detonadas. Os croquis teriam sido desenhados por Bolsonaro. Depois dessa matéria, foi aberta uma sindicância na Escola, que se desenrolou em um Conselho de Justificação e em julgamento no Superior Tribunal Militar

Já era junho de 88 quando o militar foi considerado inocente, por 8 ministros que acompanharam o relator, dentro de um colegiado de 13. Seis meses depois, o capitão vai para a reserva e se elege como vereador da cidade do Rio de Janeiro, pelo Partido Democrata Cristão (PDC), com 11.062 votos.

Depois de meses de investigação, Bolsonaro saiu inocentado. Não estava claro, mesmo depois de quatro exames grafotécnicos, que os desenhos eram do punho do militar. Dois exames indicaram que era impossível determinar a autoria e outros dois confirmaram como do punho de Bolsonaro.


No Jornal do Brasil do dia 5 de Janeiro de 1989, a reportagem sobre o despejo de Bolsonaro, autorizado pelo Exército, mostra quem era o capitão. Eleito vereador, Bolsonaro atrasou mudança da Vila Militar e acabou sendo despejado pelo coronel do Exército. Jair Bolsonaro foi obrigado a se retirar da casa onde morava com a esposa Rogéria em 1989, quando; [já eleito vereador do Rio] e estando na reserva remunerada, sofria as represálias entre os superiores por ter coordenado ataques terroristas contra o Exército do Brasil. O capitão chegou a planejar explosões em quartéis do Exército e outros locais do Rio de Janeiro, como na principal adutora de água da capital fluminense, para demonstrar insatisfação sobre índice de reajuste salarial do Exército. Bolsonaro foi acusado de transgressão grave ao Regulamento Disciplinar do Exército (RDE). Ele dera entrevista e publicou artigo na revista Veja, em 1986, com comentários nada amigáveis ao governo federal.

Matéria do Jornal do Brasil de 05 de Janeiro de 1989:

Diante do fiasco na carreira militar, e a péssima avaliação como gestor, qual será a verdadeira vocação do presidente Jair Bolsonaro? Seria um indício de renúncia ao cargo atual? Comente sua opinião!

Fontes: G1, Folha, Estadão, Brasil Pensador, UOL, Carta Capital.

Concurso da Prefeitura de Salvador: Inscrições abrem nesta segunda-feira e terminam 7 de maio.

Salários vão até R$10.902; taxas variam entre R$ 80 e R$100.

Por Juliana Barbosa 

(Foto: Reprodução internet)

Atenção concurseiros de plantão! Depois de ter mudado o mês da inscrição de março para abril, a Prefeitura de Salvador anunciou que as inscrições começam às 14h, desta segunda-feira. Os salários vão de R$ 2.147,85 a R$ 10.902,71. Os interessados podem se inscrever até as 16h do dia 7 de maio, no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), organizadora do certame.


De acordo com a prefeitura, as oportunidades estão divididas em 17 cargos e 12 áreas, de níveis médio e superior.  A taxa de inscrição é de R$ 80 para cargos de nível médio e nível técnico, e de R$ 100 para aqueles de nível superior.


Quadro de vagas de concurso anunciado pela Prefeitura de Salvador — Foto: Divulgação

As provas escritas objetiva e discursiva serão realizadas no dia 16 de junho, no turno da manhã (cargos de nível superior e agente de trânsito e transporte), e no turno da tarde (demais funções de nível médio e técnico). Todas as informações constam nos editais do concurso.

As 368 vagas estão distribuídas em três editais:

  • Primeiro: é dedicado a agente de trânsito e transporte, agente de fiscalização municipal em meio ambiente, fiscal de serviços municipais, agente de salvamento aquático e guarda civil. São 98 vagas, com remuneração que chega a R$ 4.718,39 e carga horária de 40h.
  • Segundo: é para professores municipais. São 150 vagas, com remuneração que chega a R$ 3.603,80 e carga horário de 20h ou 40h.
  • Terceiro: são 120 vaga para especialista em políticas públicas, assistente social, psicólogo, engenheiro civil, engenheiro eletricista, analista em segurança do trabalho, arquiteto, médico do trabalho, médico perito, médico Samu, psiquiatra, clínico, ginecologista, pediatra, infectologista, ortopedista, generalista, técnico em enfermagem do trabalho e técnico em segurança do trabalho. Todos com carga horária de 20h, 30h ou 40h e remuneração de até R$10.902,71.

Fonte: G1