O Poder Simbólico de um Lula Livre

Mesmo preso, petista mobilizou massas e se mostrou um fenómeno político mundial

Foto – Rodolfo Buhrer/Reuters

Por Gustavo Medeiros

Depois de 580 dias preso em uma sala especial no prédio da Superintendência da Policia Federal (PF) em Curitiba, o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva foi solto no final da tarde da última sexta-feira (08). E foi recebido nos braços da militância, que montou um acampamento na frente do local onde Lula esteve preso por incansáveis 20 meses.

O petista foi beneficiado por uma decisão dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que, por seis votos a cinco, derrubaram a medida da prisão em segunda instancia, beneficiando também outros 4900 presos, salvo exceções extremas como o ex-deputado Eduardo Cunha (MDB) e o ex-governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral (MDB).

Na saída da PF, Lula foi direto a um palanque montado. Assistido por uma platéia de seguidores, que estavam acampados no local, o ex-presidente discursou e não poupou críticas ao Ministério Público, à Rede Globo e ao atual presidente, que recomendou aos ministros não comentar sobre a decisão do STF. Era o velho Lula de sempre, que também apresentou a sua “nova companheira” Janja à plateia atônita e apreensiva

Os efeitos da decisão proferida pelo Supremo, que beneficiou Lula, foi repercutido pela imprensa em várias partes do mundo e nas redes sociais, com grandes apoios solidários dados por famosos e autoridades de outras partes do mundo.

O Fenómeno

Foto Ricardo Stuckert

Ao chegar em São Bernardo neste sábado (09), Lula foi recebido por uma grande multidão que tomava as dependências do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC em São Bernardo do Campo (SP). Estava ansioso para falar com o povo, discursar para os seus seguidores e quando o fez, não poupou palavras para direcionar suas críticas a Sérgio Moro e Deltan Dallagnol, Bolsonaro e aos veículos da grande mídia como a Rede Globo de Televisão.

Depois de muito tempo preso e recebendo o carinho de quem estava mobilizado em Curitiba, Lula matou as saudades de quem nunca o abandonou nestes mais de 500 dias e conclamou as pessoas para lutarem lembrando dos protestos no Chile e na Bolívia,bem como da eleição de Alberto Fernandez na Argentina, a quem retribuiu o apoio.

Café com pimenta

O Poder Constitucional de um Lula Livre

Foto – Gibran Mendes / CUT Paraná

Por Juliana Barbosa

Não é só por Lula.
É por Rafael Braga. É por Rennan da Penha.
É por quase 5 mil pessoas que, até outubro desse ano, foram presas depois da condenação em segunda instância.

Na ultima quinta-feira (07) o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por 6 votos a 5, que a prisão após condenação em segunda instância, antes do trânsito em julgado, contraria a Constituição e o Código de Processo Penal e, portanto, não pode ser mais aplicada, como vinha sendo desde 2016, quando a mesma Corte adotou entendimento diferente – para atender aos interessantes políticos eleitorais

Ou seja, O STF apenas cumpriu o que está contido na constituição, sem malabarismo, sem golpe.Vale ressaltar que, crimes inafiançáveis e crimes contra a vida não entram nessa decisão. Então, nada de vociferar que assassinos e estupradores serão soltos.

O Artigo 283 do Código de Processo Penal é claro: “Ninguém poderá ser preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada da autoridade judiciária competente, em decorrência de sentença condenatória transitada em julgado ou, no curso da investigação ou do processo, em virtude de prisão temporária ou prisão preventiva.”

A soltura nessa processo no qual Lula foi condenado foi/é necessária, urgente e justa – Já que o ex presidente nem deveria ter sido preso, ainda mais da forma como este processo foi conduzido.

Mas, a hipocrisia grita:
Flávio Bolsonaro entrou com recurso no STF, e paralisou quase 1.000 investigações de políticos corruptos com base nos relatórios do COAF.

A diferença é muito clara: enquanto o STF tomou uma decisão política para prender Lula e, ainda que tarde, “reparou” o erro;
No caso do Flávio Bolsonaro, houve interferência em benefício próprio.
Mas, é muito fácil reclamar da soltura dos 5000 presos. Afinal de contas, se informar corretamente não é conveniente para alguns.

Lula é livre; o choro também!

Incêndio volta a atingir Rio de Contas

Fogo atingiu nascentes e propriedades rurais próximas ao Pico das Almas e ao Morro do Junco

Foto- Erica Medeiros

Por Gustavo Medeiros

A população de Rio de Contas, na Chapada Diamantina, voltou a presenciar focos de incêndio durante a última quarta-feira (30). O fogo foi visto no Morro do Junco e no Pico das Almas, próximo a nascente de rios, sítios e outras propriedades.

Autoridades locais, brigadistas e voluntários trabalham de forma exaustiva para debelar as chamas. Equipes de Vitória da Conquista e Lençóis já estão atuando no local das queimadas.Moradores da região registaram fotos e vídeos do incêndio, que pode ser visto em vários pontos da cidade.

Desde a manhã desta quinta-feira (31), aviões sobrevoam a área auxiliando as equipes que atuam para conter as chamas. Até o presente momento, a equipe do MMQI ainda não obteve informações atualizadas sobre as queimadas no município.

Há duas semanas, outro incêndio atingiu áreas próximas aos municípios de Rio de Contas e Livramento de Nossa Senhora, se alastrando na mesma região atingida atualmente, entre as comunidades de Mato Grosso e Arapiranga.

Rede pernambucana inaugura filial do restaurante na Bahia

.Coquetel de abertura do Camarada Camarão aconteceu para convidados

Divulgação

Por Juliana Barbosa

Foi aberto ao público nesta quarta-feira (30), a primeira unidade do restaurante Camarada Camarão.na Bahia. A rede pernambucana de restaurantes especializada em frutos do mar, recebeu convidados nesta terça-feira (29) , na Alameda Gourmet que fica localizada no térreo do Salvador Shopping.

Já conhecida em várias capitais do Brasil, a franquia de Salvador possui 800m² e capacidade para atender até 250 pessoas simultaneamente, gerando cerca de 100 empregos diretos. Foram investidos na unidade R$ 4,5 milhões. Atualmente, o Camarada Camarão conta com sete restaurantes – sendo três no Recife (PE), dois no Rio de Janeiro (RJ), um em Aracaju (SE) e outro em Fortaleza (CE). Além do projeto no Salvador Shopping, em breve a rede vai inaugurar uma casa em João Pessoa (PB).

Segundo o empresário Sylvio Drummond, diretor do Grupo Drumattos, a Bahia entrou como uma das primeiras opções na rota da expansão da rede por diversos motivos. Entre os principais, o fato da capital baiana ser uma das mais agitadas e ao mesmo tempo uma das cidades mais acolhedores do Brasil – características que a fazem ser procurada por turistas brasileiros e estrangeiros durante todo o ano.

A gente se preocupa bastante com o atendimento, a equipe está há 3 meses em processo de treinamento em Recife e Aracaju, nossa matriz fica em Recife, nós temos 3 unidades lá, então nós já temos experiência suficiente para saber que o atendimento é importante.”

Sylvio Drummond

A designer gráfico Clarissa Fersi (na foto, à direita na mesa), compareceu ao evento que descreveu como “uma experiência gastronômica” .

Atendimento Camarada

A experiência bem sucedida com a rede Camarão & Ciacuja primeira loja foi inaugurada em 1999 no Shopping Recife e conta hoje com mais de 50 unidades espalhadas pelo país, fez com que o empresário Sylvio Drummond investisse ainda mais no setor de gastronomia. De lá pra cá, novas marcas foram se incorporando ao Grupo Drumattos. Assim, em 2005 surgia o primeiro Camarada Camarão, rede de restaurantes de grande porte com ambiente refinado e vasto menu de frutos do mar com preços extremamente competitivos.

Nosso plano de expansão para os próximos quatro anos são mais 20 operações, hoje são 8, devemos fechar 2023, 2024 com 28 operações no Brasil. O próximo passo em 2020 é São Paulo. Já fechamos em Campinas, no interior, depois montar mais 3, em São paulo. Então em 2020 vão ser 5 operações, 4 em São Paulo e uma em Brasília.

Sylvio Drummond

O cardápio com diversas opções, estrelado pelo crustáceo que dá nome a rede, é todo assinado pelo consultor gastronômico da casa, o chef francês François Schmitt

Durante a inauguração o pastel de camarão encantou os convidados.

Outro fato que chama a atenção é a beleza e a sofisticação da decoração, e a arquitetura com madeira e cobre.

Divulgação

Luto na TV. O Brasil se despede de Jorge Fernando

Ator e diretor de 64 anos sofreu um aneurisma causado pelo rompimento da artéria aorta

Foto- Instagram (Reprodução)

Por Gustavo Medeiros

No último domingo (27), o Brasil se despediu de Jorge Fernando. O ator e diretor de novelas, entre outras grandes produções, tinha 64 anos e sofreu um aneurisma, decorrente do rompimento da artéria aorta. Ele estava internado no Hospital CopaStar.

O enterro está marcado para esta terça-feira (29), no Cemitério do Caju. Neste momento, o corpo, que será cremado, está sendo velado em cerimônia aberta ao público.

Desde 2017 Jorge Fernando enfrentava complicações pelas sequelas de um Acidente Vascular Cerebral (AVC).No inicio deste ano, o diretor retornou na novela “Verão 90”, após ficar dois anos afastado da TV para iniciar tratamento.

Nas redes sociais, atores e outras personalidades prestaram as últimas homenagens a este que foi, sem duvida, um dos grandes diretores da televisão brasileira.

A alegria e a diversão era uma constante na carreira de Jorge Fernando, que estreou como ator em 1978 na serie “Ciranda Cirandinha” na Rede Globo. Três anos depois, Jorginho, como era conhecido entre os artistas, dirigia sua primeira novela, ” Jogo da Vida”. Entre as grandes produções, ele dirigiu as novelas “Guerra dos Sexos”, “Que Rei Sou Eu?”,”Vamp” e “Ti Ti Ti”.

No cinema, dirigiu os filmes “Sexo,Amor e Traição”, “Xuxa Gêmeas” e “A Guerra dos Rocha”.

Fonte- G1 e O Globo

Chapada Diamantina – Fogo atinge área entre Rio de Contas e Livramento de Nossa Senhora

Há focos de incêndio em outras cidades da região

Foto: Corpo de Bombeiros Militar da Bahia

Por Gustavo Medeiros

Desde o último sábado (19), um incêndio atinge uma área de vegetação entre os municípios de Rio de Contas e Livramento de Nossa Senhora. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, cerca de 19 brigadistas especializados em incêndios florestais, com auxilio de voluntários, atuam na região.

Em Livramento, o incêndio atingiu uma área próxima a cachoeira do Rio Brumado, conhecida como Véu de Noiva. Segundo informações, o local é de difícil acesso e os bombeiros realizaram escaladas para conter o fogo.

Já em Rio de Contas foram detectados grandes focos em áreas isoladas, atingindo a Área de Proteção Ambiental (APA) da Serra do Barbado, que também ocupa o espaço de outros cinco municípios na parte sul da Chapada. Aeronaves tem sido usadas pelos bombeiros para debelar o fogo. Em terra, foram utilizados carros entre outros instrumentos como enxadas, foices e facões.

A rádio comunitária Nova Rio de Contas FM postou, em sua pagina no Instagram, na noite da última segunda-feira (21) imagens do foco de incêndio entre as comunidades de Mato Grosso e Arapiranga. O vídeo foi cedido pelo Grupamento Aéreo da Policia Militar.

Em postagem nas redes sociais, a prefeitura, com base em informações do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) lembra que o município ainda apresenta alto risco de incêndio para os próximos dias e alerta para não fazer queimadas em terrenos,matas,florestas e outros locais.

Além das duas cidades vizinhas que formam o Circuito do Ouro, há pontos de incêndio entre as cidades de Iraquara,Palmeiras e Lençóis, em uma região conhecida como Serra da Cravada.

Fonte G1 Bahia, Estado de São Paulo e Bahia Noticias

Praias do Rio Vermelho, Ondina e Barra foram atingidas por mancha de óleo

Locais afetados pela poluição chegou ao total de 12

Foto – Divulgação

Por Gustavo Medeiros

As manchas de óleo já atingiram as praias do Rio Vermelho, Ondina e Farol da Barra na manhã desta quinta-feira (17). Cerca de 12 praias já foram afetadas pelo material, que tomou conta do litoral nordestino desde o mês de agosto.

Até a última quarta-feira (16), já foram retirados 22 toneladas e 660 quilos do resíduo nas praias da Pituba,Jardim dos Namorados, Jardim de Alah, Boca do Rio, Stella Maris,Praia do Flamengo,Ipitanga, Piatã, Itapuã, Placaford e Buracão (Rio Vermelho).

As equipes de limpeza da LIMPURB continuam em regime de prontidão, monitorando e retirando o material que chega na faixa de areia da orla.

As sete praias que já foram atingidas pela mancha e estavam limpas há mais de 24 horas pelas equipes de limpeza e voluntários, foram afetadas novamente. O estado é o terceiro a registrar reincidência da poluição.

Fonte – Metro 1 e Bahia.ba

INEP disponibiliza cartões informativos do ENEM

Provas serão realizadas nos dias 03 e 10 de novembro em todo o país

Imagem – Agência Brasil

Por Gustavo Medeiros

O INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) disponibilizou, desde a manhã da última quarta-feira (16/10) os cartões informativos com o horário e local onde os candidatos farão as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), que vão acontecer em todo o país durante os dias 03 e 10 de novembro.

Para ter acesso ao documento, o inscrito precisa digitar o CPF e a senha cadastrada no ato da inscrição. Quem perdeu a senha, o INEP disponibiliza um vídeo-tutorial, orientando como recuperar. O cartão pode ser consultado na Página do Participante pela internet ou pelo aplicativo do ENEM, disponível nas principais plataformas de downloads.

O INEP também recomenda que o participante imprima o cartão de confirmação e, para aqueles que precisam, levar o cartão de comparecimento para a aplicação das provas.

Além das informações do horário e local, o cartão informa sobre o número da sala, a opção de língua estrangeira e o tipo de atendimento específico e especializado com recursos de acessibilidade para Pessoas Com Deficiência (PCD).

Fonte – Bahia Notícias e Bahia.ba

Associação responsável por greve da PM corre risco de ser extinta

Ministério Público deflagrou operação de busca e apreensão na entidade

Foto- Metro 1

O procurador de Justiça, Geder Gomes, declarou para a imprensa, durante entrevista concedida na última quarta-feira (16) que a ASPRA corre risco de extinção, caso haja a comprovação de desvio de finalidade. A declaração foi dada depois da operação deflagrada pelo Ministério Público (MP-BA) na sede da entidade,responsável pela greve da PM.

A interdição, segundo o procurador, é por tempo indeterminado e os seus integrantes estão proibidos de praticar atos em nome da associação, sob pena de cometer crime de desobediência e outras condutas consideradas ilegais previstas em lei.

No entanto, não foi detalhada ainda quais serão os desvios de finalidade que serão apurados pelo MP, que,provavelmente, buscará a responsabilização dos culpados pelas ilegalidades, caso seja confirmada.

Uso de benefícios

Na operação, deflagrada pelo Ministério Público (em parceria com a Secretária de Segurança Pública – SSP), foram encontrados tickets de combustíveis e chips de uso da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). Segundo informações, policiais civis encontraram também um veiculo, que pertence a ALBA, com dinheiro em espécie.

O secretário Mauricio Barbosa declarou que ainda não é possível apontar qualquer irregularidade e que o fato deve ser apurado pela assembleia.

Fonte- Metro 1 e Bahia.ba

ASPRA na mira da justiça. MP interdita sedes de entidade responsável pela Greve da PM no estado

Operação aconteceu na manhã desta quarta (16), na capital e nas cidades do interior

Foto – SSP- BA

Por Gustavo Medeiros

Na manhã desta quarta-feira (16), o Ministério Público da Bahia (MP-BA), juntamente com as polícias Civil e Militar, deflagrou uma operação de busca e operação nas sedes da ASPRA (Associação dos Policiais e seus Familiares) na capital e no interior do estado.

A decisão atende ao pedido do MP, que alega incitação de greves e atentados, por parte da entidade, desrespeitando o artigo 142 da Constituição Federal. Os atos, supostamente praticados por policiais ligados a ASPRA, envolvem atentados a ônibus, agencias bancarias e outros estabelecimentos, desde a última semana, quando foi decretado o estado de greve pelo líder da associação, o deputado estadual Marco Prisco (PSC) .

A operação, que contou com a participação de 20 promotores, conduziu à Corregedoria cerca de 17 policiais militares e nove pessoas comuns, que foram ouvidos e liberados, posteriormente. Durante a ação, os agentes da PM e da Civil encontraram R$ 5 mil em espécie, além de 13 pistolas,computadores e documentos. Também foi determinado o bloqueio de contas e o fechamento da entidade, com anuência da Justiça.

Além de Salvador, a operação contra a ASPRA aconteceu em Alagoinhas, Barreiras, Feira de Santana, Guanambi, Ilhéus, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Paulo Afonso, Porto Seguro, Santa Maria da Vitória, Santo Antônio de Jesus, Senhor do Bonfim, Serrinha, Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista.

Em coletiva com a imprensa, o secretário de segurança pública, Mauricio Barbosa, afirmou que há indícios de envolvimento dos policiais nos atentados após o anuncio da greve.”Temos indícios de participação de pessoas ligadas à ASPRA, seja pela sua filiação ou na própria defesa, como no caso do policial que foi baleado por agentes da Operação Gêmeos em Itacaranha.”, comentou.

Barbosa ainda assegurou que a SSP-BA tem trabalhado para identificar os envolvidos e encaminhar os relatórios sobre os casos ao Ministério Público Federal (MPF) e Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA).

Atentado

O secretário ainda lembrou que a Policia Civil está investigando o suposto caso de atentado sofrido pelo deputado Marco Prisco na noite da última terça-feira (15). Ele estava na companhia de dois policiais no momento do ocorrido. O fato foi divulgado pelas redes sociais e aplicativos de mensagens instantâneas.

Fonte – Metro 1, Bahia.ba e Bahia Noticias

Golpe do WhatsApp clonado faz 23 novas vítimas todos os dias no Brasil

Somente no primeiro semestre de 2019, foram registradas mais de 134 mil tentativas de roubo de WhatsApp

Por Juliana Barbosa

ASCOM/PCRO/imagem: Alex Ribeiro

Apesar de não ser inédito , o crime de clonagem de WhatsApp já atingiu 8,5 milhões de brasileiros, segundo pesquisa realizada pela PSafe, desenvolvedora de aplicativos de segurança. O golpe ganhou destaque este ano no Brasil devido aos inúmeros relatos de usuários que foram vítimas de cibercriminosos. Somente no primeiro semestre de 2019, foram registradas mais de 134 mil tentativas de roubo de WhatsApp. O levantamento mostra que, a cada dia, 23 pessoas são vítimas dessa modalidade de golpe em todo o país. Vazamento de conversas privadas, envio de links maliciosos para outros contatos e solicitações de dinheiro aos amigos estão entre os principais prejuízos trazidos pela clonagem do mensageiro.

Principais prejuízos

Ao ter livre acesso ao WhatsApp de um usuário, o hacker pode usar o conteúdo das mensagens para fazer chantagens com a vítima em troca de dinheiro. Segundo a pesquisa, 26,7% dos entrevistados apontaram o vazamento de conversas privadas como o principal prejuízo da clonagem de WhatsApp.

É comum também que o invasor se passe pela vítima para aplicar golpes em seus amigos e familiares. Ainda de acordo com o levantamento, o envio de links com golpes para outros contatos responde por 26,6% dos danos, seguido de solicitações de dinheiro aos amigos (18,2%), perda da conta do WhatsApp (18,0%) e chantagem (10,5%).

A enfermeira Jamille Almeida, de 33 anos, foi uma das vítimas. Apesar do susto e do desgaste emocional, amigos e familiares foram avisados a tempo do golpe, e não foram extorquidos.

MMQIComo você percebeu que havia caído num golpe?

Jamille Quando eu ativei o link enviado ao meu celular . imediatamente meu Whatsapp sumiu da tela..


MMQI Quando clonaram seu Whatsapp, houve prejuízo, conseguiram extorquir e/ou chantagear amigos e familiares se passando por você?

Jamille Graças a Deus, não.. Não conseguiram extorquir nada.. Meus amigos perceberam que não era meu jeito de falar.. Logo que divulguei no Instagram e a minha família avisou pelo Whatsapp o que havia acontecido .. Os mais próximos já tinham conhecimento do ocorrido e não caíram…


MMQI Qual foi a sua reação?

Jamille Fiquei indignada.. De imediato fui pesquisar sobre clonagem do aplicativo.. Quando vi a divulgação desse golpe que estava sendo aplicado e as condutas que deveria seguir


MMQI Conseguiu denunciar o golpe? Houve alguma dificuldade para fazer a denúncia?

Jamille Sim.. Fui a delegacia .. Registrar o B.O.. Para ficar registrado e me prevenir também caso ele, em meu nome, lesasse alguém. Houve sim.. Fui no dia seguinte registrar.. Porem percebi a falta de falta de profissionalismo pois comecei o atendimento com uma pessoa.. E apos ter relatado todo ocorrido.. Fui direcionada para outra.. Não sabendo o motivo.. Que assumiu a ocorrência e tive q explicar todo ocorrido novamente.. Despreparo.. Pois ate pra redigir e descrever de forma clara o ocorrido.. Quase que tive ditar cada palavra..


MMQI Conseguiu reaver a conta? Como fez pra se proteger do golpe, depois do susto?

Jamille Nós conseguimos dados de conta e CPF do fraudador.. Achando que poderíamos de alguma forma alguma justiça.. Porem os dados eram de São paulo e dessa forma não poderíamos fazer nada. Achei um absurdo e sentimento de impunidade.. As delegacias deveriam ser interligadas de alguma forma diante desse tipo de evento.. Que é nacional. Fico imaginando se tivesse sido algo mais complexo.. Entrei também em contato direto com a operadora oi e informei o ocorrido.. Que por sinal me surpreendeu.. Pois eu cancelei o numero.. Para assim interromper de imediato a ação dos fraudadores.. E a oi que havia dado um prazo de 24h .. Em menos de 3h já havia cancelado o número.. Por isso não consegui reaver o mesmo número.. Pois o prazo de renovação de um novo código do Whatsapp era muito extenso.. Em torno de 9 horas.. Então optei em não esperar. Cancelado numero antigo.. Eu com numero novo.. Consegui informar a todos os contatos do ocorrido e pedindo para add o novo numero.. Com a divulgação nas redes.. Percebi que o golpe estava mais em alta do que imaginava.. Tive acesso a impressos de notificação e condutas diante o golpe e já divulguei de imediato.

Para me proteger do golpe ativei a dupla checagem do Whatsapp. Que verifica periodicamente a integridade do mesmo. Eles clonaram a partir de um anuncio na OLX que eu fiz p meu pai
Coincidentemente, na semana depois um outro amigo sofreu o mesmo golpe.. Mas com consequências. O colega., devido grau de amizade transferiu R$: 1250 reais.. E não conseguiu reaver com o banco. Eles alegaram que foi transferência de livre e espontânea vontade.. Mesmo ele sido vítima.. Perdeu o dinheiro

Como se proteger

A PSafe alerta que o usuário jamais deve informar a terceiros o código de liberação de acesso do WhatsApp. Assim como fez Jamille, é importante, além disso, ativar a verificação em duas etapas para reforçar a segurança da conta e evitar conectar o celular em redes Wi-Fi desconhecidas. Se possível, instale um aplicativo para proteger o mensageiro com senha.

Fonte: Techtudo

Habemus Santa!!! Irmã Dulce foi canonizada pelo Papa Francisco no Vaticano

Religiosa baiana se tornou a primeira santa brasileira

Foto: Reprodução/TV Globo

Por Gustavo Medeiros

As 10:34 da manhã da hora local do Vaticano ( 5:34 no Horário de Brasilia) deste domingo (13), o Brasil passa a conhecer a sua primeira santa. Após ter seus milagres reconhecidos pela Igreja Católica, Irmã Dulce passou pelo processo de canonização e agora passa a ser reconhecida como Santa Dulce dos Pobres.

A cerimonia, que contou com a presença de 50 mil pessoas, foi conduzida pelo Papa Francisco, que canonizou outros quatro beatos de outras nacionalidades.O rito de canonização, que aconteceu na Missa de Domingo, também concedeu o título de santos aos beatos John Henry Newman, Giuseppina Vannini, Mariam Thresia Chiramel e Marguerite Bauys.

Foto- Reprodução/Globo News

Autoridades brasileiras também acompanharam a cerimônia de canonização. Estiveram presentes o vice-presidente, Hamilton Mourão; o governador da Bahia, Rui Costa; o prefeito de Salvador, ACM Neto; e os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre.

Representando o Brasil, e em homenagem a Santa Dulce dos Pobres, a cantora Margareth Menezes, o sanfoneiro Waldonys e o Padre Antonio Maria se apresentaram antes da missa.

Em sua fala na homilia da missa de canonização, o Papa Francisco lembrou que os cinco beatos dedicaram suas vidas aos mais pobres na vida religiosa, fazendo ” um caminho de amor nas periferias existenciais do mundo.”.

Foto- Reprodução/G1

Programação Especial

Foto: Alan Tiago Alves/ G1

Em Salvador, quase todas as paroquias montaram uma programação especial para o dia de hoje. No Santuário da Bem-Aventurada Dulce dos Pobres, os devotos se reuniram desde as 4h da manhã para acompanhar a cerimônia de canonização através de um telão de 15 metros quadrados. Várias missas aconteceram no local durante o dia. A programação faz parte da Semana da Gratidão, que começou com uma vigília na noite do último sábado (12) e vai até o dia 19

Durante o dia, a imagem de Irmã Dulce, que foi colocada no Santuário, recebeu uma aureola do Frei João Paulo, simbolizando este momento muito especial para os brasileiros.

 Foto: João Souza/ G1

Acompanhe aqui sobre a vida e a trajetória de Santa Dulce dos Pobres

Fonte: G1 Bahia

Mancha de óleo, que atingiu o litoral nordestino, já chegou nas praias de Salvador

Agentes da LIMPURB encontraram resíduos do material nas praias do Flamengo e Jardim dos Namorados

Foto- Divulgação

Por Gustavo Medeiros

Agentes da LIMPURB (Empresa de Limpeza Urbana de Salvador) detectaram, na noite da última quinta-feira (10), na Praia do Flamengo, pequenos fragmentos do que ser a mancha de óleo, que tem atingido as praias do litoral nordestino. Na manhã desta sexta-feira (11), o mesmo material foi encontrado na praia do Jardim dos Namorados.

Uma equipe de 75 agentes de operações especiais, além de dois agentes de coleta, monitora todas as praias de Salvador para identificar resquícios do óleo em outras praias e ilhas. Com as novas ocorrências, sobe para 22 o numero de localidades atingidas pelo óleo no estado.

Em entrevista ao site Bahia.ba, o presidente da LIMPURB, Marcus Passos, reforçou o trabalho de monitoramento nas praias da capital baiana. Segundo ele, o material será levado a um local isolado para ser submetido a analises.

Antes de chegar em Salvador, a mancha atingiu as praias do Litoral Norte, vinda da porção sergipana de Mangue Seco. De acordo com a analise de técnicos da Universidade Federal da Bahia (UFBA), o petróleo é proveniente de uma bacia da Venezuela. O governo de Nicolas Maduro nega o resultado que comprova a nacionalidade do resíduo, após a realização de vários testes comparativos.

Com a chegada do final de semana, o diretor da Faculdade de Biologia da UFBA, Francisco Kelmo pediu cautela aos banhistas, devido as condições das praias com a chegada da mancha. De acordo com o biólogo, o material deve ser evitado ao máximo,pois pode causar alergia respiratória .

Fonte – G1 e Bahia.ba

A Greve da PM e a batalha declaratória pela oficialização da verdade

A guerra entre o poder estadual e os policiais grevistas ganha espaço nas mídias e nas redes

Arte – Gustavo Medeiros

Por Gustavo Medeiros

Desde a tarde da última terça (08/10), a Bahia vive em um estado de batalha declaratória para definir qual verdade prevalece. De um lado, o campo argumentativo de um grupo com 300 policiais, que começou a peleja, usando a sua própria verdade para convencer a população de que a greve existe e o movimento tem forte adesão. Do outro, e não menos importante, está o estado e seu aparato oficial, que, tenta, a qualquer custo, manter a normalidade.

A força desta guerra de declarações está no constante uso das redes sociais e dos veículos de massa, estes últimos, por sua vez, parecem ter comprado a briga do governador e do comandante geral da Policia Militar (PM-BA), dando espaço a uma posição que, aos olhos mais profundos, aparenta, em linhas mais agudas, ter mais consistência e força frente ao histórico questionável do líder maior deste movimento, o deputado estadual Marco Prisco (PSC).

Por sua vez, o movimento paredista possui os canais do Whats App, velhas conhecidas fontes de fake news e outras bobagens, que viralizam informações, espalham vídeos e tentam impressionar por meio do medo e do poder do ato de persuadir, que está mais próximo da população, algo que ainda nos traz efeitos colaterais.

Em tempos de verdades relativas e argumentos carregados de tons belicosos, todo bom senso é necessário. Entre a normalidade, tentada com todas as forças pelo poder estadual, e o uso da coação, impetrado por aqueles que tem “relativamente” o poder do “Zap Zap”, quem sofre com todo este clima de confronto é a população, que fica a mercê da truculência do aparato policial e dos saques â lojas e outros estabelecimentos.

Nesta batalha declaratória, a verdade “verdadeira” e “oficiosa” é artigo de luxo para os dotados de bom senso.

Policiais Militares deflagram estado de greve. Comando Geral não reconhece paralisação

Nota da PM e governador Rui Costa responsabilizam o deputado Marco Prisco (PSC) pelo ato

Foto- Bahia no Ar

Por Gustavo Medeiros

Após a assembleia na ADELBA, um grupo de policiais militares deflagraram uma greve por tempo indeterminado na tarde da última terça-feira (08/10). Os integrantes do movimento reivindicam melhorias no PLANSERV, além de um plano de carreira para benefício.

Mesmo com a deflagração da greve, o comandante-geral da PM, Coronel Anselmo Brandão, negou que houvesse a adesão de boa parte do efetivo pela paralisação que foi anunciada pela ASPRA, um dos órgãos sindicais que representa os policiais militares no estado.

Além disso , o Comandante Brandão ainda afirmou que um grupo de 300 policiais, a maioria deles aposentados, tem a responsabilidade por determinar o estado de greve e ressaltou que sempre esteve presente nas rodadas de negociação com os lideres do “movimento”.

Nas redes sociais, o comando da Policia Militar publicou uma nota garantindo a normalidade do policiamento nas ruas e atribuiu a autoria da greve ao deputado Marco Prisco (PSC), tratando assim o movimento como político, que tem a finalidade de criar um clima de insegurança entre a população.

Já o governador Rui Costa (PT) reiterou a posição do comandante e da PM em seu programa, “Papo Correria”. Sem citar o nome de Prisco, ele afirmou que o deputado é tomado por uma “vaidade irracional e responsável”, reafirmando que este é um “movimento de viés político-partidário.”. Ele finalizou declarando que “os policiais não querem ser massa de manobra.”.

Em pronunciamento, que foi viralizado nas redes e canais no Whats App, o deputado Marco Prisco reafirma o estado de greve e tenta desmentir as declarações do Comandante e do governador,afirmando que tem o apoio de boa parte dos policiais do interior do estado.

Saques

Depois da greve ser deflagrada, vários saques e arrombamentos foram presenciados em vários bairros de Salvador. Na Avenida Lima e Silva, no bairro da Liberdade, a porta de uma loja de roupas foi arrombada na madrugada desta quarta-feira (09). Três agências bancárias e outros estabelecimentos também foram vandalizados.

Em Cosme de Farias, cerca de 31 pessoas foram detidas após tentativa de roubo em um mercado e em uma loja. Equipes da 58ª CIPM e das Rondas Especiais (RONDESP) flagraram a ação, após uma denuncia feita pelo 190.

Fonte – Correio da Bahia

Maternidade Climério de Oliveira realiza exames de mamografia

São 120 vagas por semana

Imagem – Gustavo Medeiros

Por Gustavo Medeiros

A Maternidade Climério de Oliveira (MCO) está realizando um mutirão de mamografias durante o mês de outubro. O órgão, que pertence a Universidade Federal da Bahia (UFBA), está oferecendo 120 vagas por semana, com atendimentos de segunda a sábado.

As interessadas devem agendar o seu exame por meio do telefone (71) 3283-9306 ou ou presencialmente, das 9h às 12h e das 14h às 17h, na Rua do Limoeiro, 137. Após agendar o atendimento, é necessário levar copias de RG, CPF, cartão do SUS e comprovante de residencia com CEP.

Além da Climério de Oliveira, outros locais estão oferecendo exames de mamografia gratuitos. Confira aqui a lista completa

Fonte – Correio da Bahia

Praias do Litoral Norte foram atingidas por mancha de petróleo

As localidades de Siribinha e Mangue Seco foram afetadas.

Foto: João Arthur / Tamar

Por Gustavo Medeiros

As praias do Litoral Norte foram tomadas por manchas de óleo na manhã desta sexta-feira (04). De acordo com pesquisadores e biologos da Fundação Pro -Tamar, a localidade de Siribinha, no município do Conde, foi afetada pelo acidente.

Técnicos do Inema (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos) se dirigiram ao local para acompanhar o caso.

Além de Siribinha, a mancha também atingiu o lado sergipano de Mangue Seco. De acordo com alguns sites de noticias, ainda não informações sobre especies atingidas nas duas localidades.

No inicio da semana, um satélite detectou manchas de petróleo em oito dos nove estados do nordeste desde setembro. Na última terça-feira (01), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA) informou que 124 localidades em 59 municípios foram afetadas até então.

De acordo com outras informações dadas pelo órgão federal, a mesma substância está poluindo a costa brasileira. Trata-se de petróleo cru, e não de um produto derivado do óleo.

Fonte – Bahia Noticias e G1

Rede pernambucana de restaurantes abre sua primeira unidade na Bahia este mês

Com 800m² e capacidade para atender até 250 pessoas simultaneamente, o novo “Camarada Camarão” vai gerar cerca de 100 empregos diretos. Para a unidade baiana da rede, foram investidos R$ 4,5 milhões.

Por Juliana Barbosa

Divulgação

A terra do dendê ganha mais um espaço gastronômico. Especializada em frutos do mar, a rede pernambucana de restaurantes Camarada Camarão vai abrir sua primeira unidade na Bahia, dia 29 de outubro, na Alameda Gourmet que fica localizada no térreo do Salvador Shopping. O restaurante vai oferecer a experiência gastronômica já conhecida em várias capitais do Brasil. Com 800m² e capacidade para atender até 250 pessoas simultaneamente, o novo Camarada Camarão vai gerar cerca de 100 empregos diretos neste importante momento de expansão do Grupo Drumattos – que controla a rede.

O cardápio com diversas opções, estrelado pelo crustáceo que dá nome a rede, é todo assinado pelo consultor gastronômico da casa, o chef francês François Schmitt

Divulgação

A expectativa é que em cinco anos, 15 novas casas, todas de grande porte, estejam em funcionamento no Brasil. A ousada meta foi iniciada com o acordo assinado pelo Grupo Drumattos com o fundo de investimentos Vinci Partners, uma das maiores gestoras do Brasil e que se tornou sócia da empresa através do Fundo NE III.

Para a unidade baiana da rede, foram investidos R$ 4,5 milhões. Atualmente, o Camarada Camarão conta com sete restaurantes – sendo três no Recife (PE), dois no Rio de Janeiro (RJ), um em Aracaju (SE) e outro em Fortaleza (CE). Além do projeto no Salvador Shopping, em breve a rede vai inaugurar uma casa em João Pessoa (PB). No próximo ano é a vez de Brasília, com início das operações em outras capitais das regiões sul e sudeste do País.

Divulgação

Segundo o empresário Sylvio Drummond, diretor do Grupo Drumattos, a Bahia entrou como uma das primeiras opções na rota da expansão da rede por diversos motivos. Entre os principais, o fato da capital baiana ser uma das mais agitadas e ao mesmo tempo uma das cidades mais acolhedores do Brasil – características que a fazem ser procurada por turistas brasileiros e estrangeiros durante todo o ano.

A experiência bem sucedida com a rede Camarão & Cia, cuja primeira loja foi inaugurada em 1999 no Shopping Recife e conta hoje com mais de 50 unidades espalhadas pelo país, fez com que o empresário Sylvio Drummond investisse ainda mais no setor de gastronomia. De lá pra cá, novas marcas foram se incorporando ao Grupo Drumattos. Assim, em 2005 surgia o primeiro Camarada Camarão, rede de restaurantes de grande porte com ambiente refinado e vasto menu de frutos do mar com preços extremamente competitivos.

Serviço:

Inauguração do primeiro restaurante Camarada Camarão na Bahia

Quando: Dia 29 de outubro, terça-feira, para convidados

Onde : Alameda Gourmet do piso L1 do Salvador Shopping

Nove marcas criarão produtos inspirados em Irmã Dulce

Projeto vai reverter dinheiro arrecadado nas vendas para as obras assistenciais

Foto: Divulgação

Por Gustavo Medeiros

Há poucos dias da cerimônia de canonização da Bem Aventurada Dulce dos Pobres, a religiosa serviu de inspiração para produtos exclusivos de nove marcas. As rendas obtidas pelas vendas serão revertidas para as Obras Assistenciais Irmã Dulce.(OSID).

O projeto fashion solidário, denominado Marcas do Bem , é fruto de uma parceria entre a Escola Baiana de Arte e Moda (EBAM) e a OSID e consiste em aliar moda e solidariedade, integrando marcas conhecidas do público mais alternativo como Euzaria, Miranda, Kalaynne,Amará entre outras

Os produtos seguem as linhas especificas de cada marca.e serão vendidos na loja oficial de Irmã Dulce e no stand oficial, que será montado na Praça Ana Lucia Magalhães durante este final de semana, dentro do Projeto Boa Praça.

A EBAM convidou o artista plástico Elano Passos, que desenhou uma estampa para a camisa oficial inspirado em um talento pouco conhecido do “Anjo Bom da Bahia”, a ligação com a musica por meio da sanfona, um de seus instrumentos favoritos. Para ele, o lado o lado musical da futura Santa pode aproximá-la do público jovem.

A cerimonia de canonização da Bem Aventurada acontecerá no dia 13 de outubro na Praça de São Pedro, no Vaticano ( Confira mais aqui).

Novo Horizonte, velhos problemas. Mais uma vez empresa deixa passageiros no meio do caminho

Ônibus da empresa, que fazia a linha Salvador x Rio de Contas, quebra em trecho perigoso da BR 242

Foto- Blitz Conquista (Reprodução)

Por Gustavo Medeiros

Os passageiros que estavam no ônibus da Viação Novo Horizonte, que fazia a linha Salvador x Rio de Contas, passaram por diversos apuros na madrugada de domingo (29) para segunda (30). O transporte quebrou em um trecho considerado perigoso da BR 242, na altura do município de Itaberaba, expondo, inclusive, crianças que estavam viajando.

Para sorte de quem estava no coletivo intermunicipal, um outro carro, com destino à Palmas, passava pelo local e levou os passageiros para a rodoviária de Seabra, que fica a 3h de distancia do local. Uma passageira gravou um vídeo relatando toda a situação.

Para seguir viagem até o destino final, o atendente do guichê entrou em contato com a garagem, que fica a poucos metros da rodoviária.

Transtornos

Após a matéria feita pela equipe do MMQI, que relatou diversos problemas nos serviços prestados pela Viação Novo Horizonte, outros casos apareceram. Uma passageira, estava um ônibus que fazia a linha no sentido contrário, que quebrou na estrada nas proximidades do distrito de Marcolino Moura. Segundo relatos, a promessa da empresa era enviar outro carro, que chegaria a noite no local.

Vale ressaltar que, após inúmeras denuncias de passageiros, a empresa foi notificada pelo Ministério Público (MP-BA) e assinou um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) em julho de 2018, se comprometendo a corrigir os pontos que foram acordados como a precariedade e a insegurança.

Mesmo assim, a empresa, que está expandido os seus serviços para estados como Goias, Mato Grosso e Espirito Santo, continua desrespeitando,claramente, o Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Entrevista excluisva com Anna Luisa Beserra: brasileira é 1ª a ganhar prêmio da ONU

Premiação será entregue durante a Assembleia Geral da ONU, dia 26 de setembro, em Nova York.

Por Juliana Barbosa

Divulgação ONU

Um filtro que purifica a água usando apenas a luz solar rendeu à empreendedora social baiana, Anna Luisa Beserra, 22 anos, o prêmio Jovens Campeões da Terra, da Organização das Nações Unidas Meio Ambiente. É a primeira vez que uma brasileira recebe o prêmio.

Hoje, o Aqualuz está em 53 residências de cinco estados do Nordeste: Alagoas, Bahia, Ceará, Pernambuco e Rio Grande do Norte. A escolha das casas foi feita através de parceiros, como seleções de fundações e projetos de aceleração que a startup participou. 

A maior parte das casas – pouco mais de 30 – fica na Bahia, nas cidades de Cafarnaum, Campo Formoso, Feira de Santana e Morro do Chapéu. Ao todo, Anna Luísa estima que o dispositivo ajude atualmente 275 pessoas. Até o fim do ano, com a perspectiva de implantação no Maranhão, Piauí e Minas Gerais, ela estima que chegue a 700 pessoas. Até o início do ano que vem, o número deve mais do que dobrar, alcançando 1,5 mil usuários

Segundo a ONU, 1,8 bilhão de pessoas bebem água imprópria ao consumo humano no mundo. No Brasil, segundo dados divulgados neste ano pelo Instituto Trata Brasil, cerca de 35 milhões de pessoas não têm acesso a redes de água potável.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, só em 2016, 1,4 milhão de pessoas morreram em decorrência de doenças diarreicas contraídas pelo consumo de água contaminada.

A ONU aponta que estas mortes estão “diretamente ligadas à falta de água potável e à falta de saneamento e de acesso à higiene” e que os problemas atingem principalmente “populações jovens, vulneráveis ou que vivem em zonas rurais remotas”.

A equipe do Muito Mais que Isso conversou com Anna, que está em Nova York, onde vai acontecer uma homenagem durante um baile de gala, marcado para o dia 26, durante a Assembleia Geral da ONU.

Divulgação ONU

MMQIVamos começar falando um pouco sobre você. Como você se define?

Anna – Sou biotecnologista, desde criança sempre tive o sonho de ser cientista, então, aos quinze anos, o que me possibilitou a realizar esse sonho foi participar do Prêmio Jovens Cientistas, do CNPq ( Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), que o tema era água, aí eu comecei o desenvolvimento do Aqualuz.

Me defino como uma pessoa criativa, inovadora, que busca sempre resolver problemas reais, que possam causar impactos positivos na vida das pessoas, e o aqualuz é um desses. O aqualuz é o primeiro produto de uma série de inovações que eu tenho em minha mente de realizar durante minha vida. Então, a partir do ano que vem a gente já deve começar o desenvolvimento de outros.

MMQIDe que forma surgiu o interesse pela temática que beneficia o semiárido até a ideia do aqualuz?

Anna – Como eu falei, aos quinze anos, eu vi um cartaz na escola do Prêmio Jovem cientista, fiquei com vontade de participar, e comecei a desenvolver, com a ajuda de alguns professores, e a temática do semiárido foi foco a partir do momento que era conhecido, era muito estudado na escola, apesar de eu ter nascido e sido criada em salvador, nunca tive contato físico com essa problemática, então eu pensei em alguma coisa que pudesse realmente ajudar essa região.

MMQI Como funciona o dispositivo?

Anna – O funcionamento do Aqualuz é muito simples, primeiro eu preciso explicar como é uma uma cisterna. A cisterna da região do semiárido é um grande reservatório para captação e armazenamento de água de chuva, ele é fechado mas, por problemas de manutenção acaba acontecendo de contaminações, e é aí que entra o aqualuz. A gente encaixa o aqualuz na saída da bomba da cisterna, essa água vai para o reservatório, fica em exposição diretamente ao sol por um período de duas a quatro horas, até que a água fique potável. Tem um sensor, que muda de cor, e alerta o usuário que a água está pronta para ser retirada e consumida. Sendo que a capacidade dele é de até 10 litros, Pode fazer até 3 ciclos por dia, e a única manutenção necessária é limpeza com água e sabão.

Arquivo Pessoal Anna Luisa

MMQI Quanto tempo dura o aqualuz?

Anna – O aqualuz dura 20 anos, o equipamento dele, o reservatório principal. E tem umas partes que não são essenciais, são acessórios que tem uma durabilidade um pouco menor, só que dá pra pessoa pode substituir ou viver sem. A gente ainda está estudando essa durabilidade de 20 anos, a gente não tem 20 anos de projeto ainda pra ter uma validação concreta mas, essa é nossa estimativa, isso é o que a gente quer.

MMQI Você foi bolsista do CNPq. como enxerga a atual situação do órgão?

Anna – Eu fui bolsista do CNPq e eu enxergo a atual situação como crítica. Por um lado é triste, porque tantos outros pesquisadores, tantas outras pessoas que poderiam estar desenvolvendo coisas, projetos, produtos ou pesquisas para a ciência e para humanidade, mas, por outro lado, o país está numa situação crítica, as prioridades dos políticos não estão sendo muito a educação, isso é muito triste, mas eu espero que não demore muito para voltar esse estimulo, quer dizer, não é nem por um lado ou por outro: os dois lados são negativos, e eu só espero que os cientistas tenham paciência, não desista das suas pesquisas por essa problemática, por que eu acho que a ciência deve prevalecer sempre, o jeito seria procurar outras fontes de fomento, existem muitos países que eles fomentam pesquisa aqui no Brasil, essa seria uma das saídas, claro que não dá para todos, mas alguns poderiam tentar conseguir.

MMQI Quando você explica o aqualuz dizemos: “como não pensamos nisso antes?”. Você passa a credibilidade que a metodologia é muito fácil e viável. Você acredita que o dispositivo pode ser utilizado em outros países?

Anna – O Aqualuz é sim, uma tecnologia muito simples, ele foi baseado no SODIS (SOlar water DISinfection)tecnologia que utiliza exposição da água dentro de garrafas pets para fazer o mesmo processo de desinfecção solar da água, só que existem vários problemas associados, dentre eles, a própria garrafa PET solta alguns químicos que são tóxicos ao consumo humano, e aí a gente desenvolveu um produto que resolveu esses problemas do SODIS, e sendo viável para essa região do semiárido, sendo especificamente desenvolvido para essa região, não só no Brasil, mas também em outros países do mundo.

Arquivo Pessoal Anna Luisa

MMQI – .A primeira brasileira a vencer prêmio da ONU, logo o principal prêmio ambiental para jovens empreendedores com idades entre 18 e 30 anos. Como você recebeu a notícia ,e o que passa por sua cabeça, agora,que está vivenciando tudo?

Anna – Eu recebi a notícia por e-mail. Mas, foi um e-mail bem tenso. Sabe quando você recebe um e-mail e desesperado pra ler pra saber o que é, o que está escrito e com aquela dúvida se foi aprovado, ou se é um e-mail negativo para dizer que você não foi aprovado? Então foi um sentimento muito bom quando li, fui aprovada, levantei da cadeira, dei um pulo, corri, chorando, para contar a notícia aos meus pais, foi um momento muito, muito bom, e agora que estou aqui, (em nova York), vivenciando isso,está sendo melhor ainda, não imaginava que seria tão impactante. Estou conhecendo pessoas novas, com visões diferentes e positivas do mundo, com trabalhos incríveis na área de sustentabilidade, voltados mesmo para fazer um planeta mais sustentável, e eu já estou aqui inspirada, com novas ideias querendo já mudar minha rotina diária, ser mais consciente, não só com o aqualuz, que é voltado para a água mas, até no dia a dia mesmo, pensando nas atitudes que a gente tem, nas ações que a gente tem que impacta, significamente no meio ambiente, como andar menos de carro, o consumo de gasolina, não usar mais sacolas plásticas, não usar copo descartável. Coisas simples que fazem toda diferença;.

MMQIAos 21 anos você já mudou a história de muita gente, e provavelmente realizou alguns sonhos! Quais são os planos agora?

Anna – Ontem foi meu aniversário de 22 anos, foi o primeiro aniversário que fiz fora do Brasil, e eu ainda acho que fiz muito pouco, sabia? Eu pensando assim, ainda tem tanta coisa que eu quero fazer, no mundo de coisa que passa pela minha cabeça. Nos próximos anos quero criar mais tecnologias, deixar a empresa no âmbito internacional mesmo, tanto o aqualuz, quanto outros produtos, atingindo o mercado fora do Brasil, o máximo de pessoas possível, impactando a vida das pessoas,ajudando o mundo, sendo sempre produtos sustentáveis e alinhados com os objetivos do desenvolvimento sustentável. Para o Aqualuz, por exemplo, a gente pretende nunca parar o desenvolvimento, sempre vão ter novos impactos associados ao aqualuz.

MMQI.Você é CEO de uma startup majoritariamente formada por mulheres, Jovens cientistas. Há preconceito de gênero na área? Se sim, isso interfere de alguma forma?

Anna – Sim, já passei por algumas experiências que eu percebi que os homens estavam sendo favorecidos e havia uma visão machista sobre mim e minha empresa, não só por eu ser mulher, mas também por eu ser jovem. Mas, eu acredito que hoje, na nossa empresa isso não existe, a gente tem homens também, e todo mundo convive pacificamente, não há ninguém com visões distorcidas : ” Eu sou homem, eu tenho mais valor que você..”. É uma coisa que a gente acredita que tem que criar cultura na sociedade mesmo. Acho que hoje, com o espaço que a gente está criando, com a credibilidade que a gente está tendo, o fato de ser mulher e ser jovem, não está sendo mais um ponto negativo, está sendo um ponto positivo, mostrando o próprio potencial que as mulheres e os jovens tem no mundo, então a parte do preconceito está sendo superada, no nosso caso mas, a gente sabe que muitas pessoas que estão começando agora ainda enfrentam esse problema, a gente quer servir de inspiração. É algo que precisa ser trabalhado muito, ainda mas, acredito que já esteja evoluindo.

MMQIO presidente Jair Bolsonaro estará em Nova York quando você for premiada. O que diria ao presidente diante da politica ambiental brasileira no exterior, criticada por especialistas e líderes mundiais em meio ao avanço do desmatamento e das queimadas?

Anna – De fato, a postura não é o melhor cenário para o Brasil, e deveriam pedir auxílio de especialistas na área ambiental, para se posicionarem de forma ideal para o planeta.

Crise no CNPq

O pontapé mesmo para o Aqualuz sair do papel veio no curso de Biotecnologia na Ufba. Ainda no primeiro semestre, participou da incubadora da instituição – a chamada Inovapoli. Por um ano, entre 2015 e 2016, Anna recebeu uma bolsa de iniciação tecnológica do CNPq para desenvolver o projeto.

No início do mês, a Capes ( Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior ), anunciou o corte de 5.200 bolsas, que deixariam de ser renovadas (ou seja, redistribuídas para novos alunos) para conseguir manter as que estavam ativas. No total, a agência já cortou 11.800 bolsas neste ano. Já o CNPq afirmou que não teria como garantir o pagamento de seus 84.000 bolsistas a partir deste mês por falta de verbas. Por enquanto, entidades ligadas à produção científica brasileira tentam chamar a atenção do Congresso para os prejuízos à pesquisa brasileira, caso a previsão orçamentária não seja corrigida pelos parlamentares.

Fontes: El País, BBC, Agência Brasil

Localidades de Ipupiara sofrem com incêndios

Cidade localizada na Chapada Diamantina está em alerta desde o último domingo (22)

Foto – Central Noticias (Reprodução)

Por Gustavo Medeiros

Há três dias, a cidade de Ipupiara, na Chapada Diamantina, está em alerta máximo. A causa é um incêndio que começou em uma comunidade no povoado da Matinha, no município vizinho de Brotas de Macaúbas, e se espalhou para as localidades de Axuré e Tanquinho. As chamas se propagaram por conta dos ventos forte e do mato seco.

Segundo informações da prefeitura do município, o fogo já tomou conta de algumas propriedades rurais, danificando currais e canos de adutoras que fazem parte de sistemas de captação de água.

O Instituto Estadual de Meio Ambiente (Inema) e a Brigada de Combate a Incêndios na Chapada já foram acionados. “Sem eles nada poderemos fazer para evitar uma tragédia ambiental.”, afirmou o secretário municipal de meio ambiente, Wellington Bessa.

Na Bahia, o número de queimadas aumentou cerca de 58% durante este ano em comparação com o ano passado. A região mais afetada pelas chamas é o Oeste, onde foi detectado, há quase uma semana, um incêndio na Serra do Mimo, que fica localizada próxima ao perímetro urbano de Barreiras.

Fonte – Bahia Noticias, Caboronga Noticias e G1 Bahia

Revista Papo de Salão traz nova experiência estética

Foto: Jázio Velásquez

Por Paulo Leandro (MTB. 1.214-BA

A arte de tornar-se mais linda, o noticiário da última moda e tecnologia estética, acompanhado das melhores maneiras de cuidar bem de si mesma. Tudo isso e muito mais será possível apreciar na segunda edição da revista Papo de Salão, já em fase de reta final de edição para circular em outubro nos melhores endereços da beleza em Salvador.

O cenário atende à proposta editorial da publicação, totalmente produzida na capital baiana, com o objetivo de tornar-se uma das referências nacionais em experiência de contemplação do belo: será o espaço Nana Cabelo e Estética, de Rosana Velloso, no bairro da Graça.

aisthesis, de onde deriva aisthetiké, como chamavam os gregos da Antiguidade Clássica, na origem do conceito de estética, há 22 séculos, ganha atualidade no projeto do hair stylist e visagista Chico Fernandez, celebrando seus 26 anos de carreira, em parceria com a jornalista Juliana Barbosa.

Foto: Jázio Velásques

De currículo recheado com atuações em televisão, sites noticiosos e vivência na imprensa de Portugal, Juliana não só produz conteúdo para a Papo de Salão, como também é uma das modelos de presença mais alegradora para quem vai cultivar o prazer de por as vistas nas páginas coloridas da nova Papo de Salão.

Foto: Fernando Lopes

Nesta edição, a revista Papo de Salão tem também a participação especial da premiada jornalista Isana Pontes, responsável por editoriais fotográficos, além da edição e produção de textos.

Jázio Velásques

Papo de Salão traz, entre as principais novidades, o refinamento verificado nos detalhes da maquiagem das modelos, sob a responsabilidade de Miuson Matos, profissional estabelecido no mercado baiano, e dedicado à arte de valorizar a beleza.

Foto: Monique Gualberto

O time de fotógrafos, composto por Jázio Velásquez, Fernando Lopes e Monique Gualberto, já vem distribuindo algumas imagens nas redes sociais, como forma de deguste para os leitores da revista, cuja proposta é tida como uma preciosidade para os padrões de Salvador, reconhecidamente carente de belas publicações deste gênero.

FINAL

Mais de 90% dos brasileiros estão infelizes no trabalho, aponta pesquisa. Vale a pena mudar de profissão?

Pressão na hora da escolha e desilusão financeira estão entre os motivos de frustração

Imagem: Internet

Por Juliana Barbosa

Provavelmente você já ouviu frase: ‘ Se nada der certo eu viro…” É comum entre os jovens. Infelizmente, a frase dita em tom de brincadeira, se tornou coisa séria Um levantamento realizado pelo aplicativo de negócios Survey Monkey, aponta que mais de 90% dos brasileiros estão infelizes em seus trabalhos. De acordo com os dados, mais de 36% dos profissionais brasileiros estão infelizes com o trabalho que realizam e 64,24% gostariam de fazer algo diferente do que fazem hoje.

Você faz parte dessa estatística? O MMQI conversou com pessoas que decidiram sair da zona de conforto e, hoje, são felizes nas novas escolhas.

Érica Medeiros

Além de mulher e mãe, Érica também acumula outras funções. De um lado, a advogada. Do outro, a cuidadora de gatos, que empreendeu no ramo dos felinos. Tudo começou quando Érica queria passar mais tempo com a filha, Olga. Mas, os horários de advogada nem sempre coincidiam com os da menina. Então, surgiu a ideia de unir a necessidade, o útil ao agradável. Hoje, é proprietária do Dom Felino CatSpa.

MMQI Quando você se viu apaixonada por animais, em especial por gatos?

E.M Desde que abri os olhinhos nesse planeta! Desde que tenho consciência do que me rodeia, despertei empatia por eles. Quando aprendi a andar, minha mãe quando ia ver, eu já estava acariciando um cão na rua,doente ou não, machucado ou não…

MMQI Como surgiu a ideia de abrir um SPA para gatos?

E.M – Começou a partir da minha necessidade em encontrar um local que fosse especializado nos cuidados com gatos. E imaginei que outras pessoas também tivessem a mesma necessidade que eu.

MMQI – Até que ponto você acredita que o contato com animais pode ajudar ser humano a superar momentos difíceis?

E.M – Acredito totalmente na influência dos animais na recuperação de doenças emocionais (e físicas), já que o contato com eles libera endorfinas…eu sou prova viva que uma “gato terapia” relaxa, nos ajuda a desacelerar os batimentos cardíacos, bem como outros benefícios,facilmente narrados por quem tem contato direto e aberto com eles.

MMQI – A dedicação aos animais passou para a sua filha?

E.M – Deixo-a livre pra seguir suas paixões e descobrir suas potencialidades. A dedicação aos animais é algo muita minha, como era com minha vó. Minha família de modo geral ama animais e minha filha também. Ela me auxilia sempre que preciso. Mas a dedicação mais especial, ela poderá seguir ou não…ela ainda está experimentando seus amores e preferências…

MMQIVocê nunca pensou em ser veterinária?

E.M –Talvez, na infância e início da adolescência. Hoje, adulta, tenho plena clareza que os animais precisam de mim em outro âmbito.

MMQI Mas você é advogada, certo?

E.M – Sim. Eu também sou advogada.

MMQI – Você é dona do primeiro espaço exclusivo para gatos em salvador, quem sabe do Nordeste. Qual a sensação?

E.M – Sim. Sou. Agora atuando essencialmente em Rio de Contas. Sinto gratidão em retribuir o que recebo deles (dos felinos), sinto confiança no meu trabalho, e espero galgar um espaço de respeito e compreensão aos felinos, por parte de uma camada maior da sociedade.

MMQI O que você acha que falta em Salvador quando o assunto são os animais de estimação?

E.M – Num panorama prático, um hospital veterinário. Sem dúvida.

MMQI Você tem novos planos profissionais? Pretende expandir ainda mais?

E.M – Já mudei de cidade. E sim, tenho outros planos,porém por enquanto, guardados na cabeça e no coração...

MMQI – Qual o maior desafio, quebrar os mitos em torno dos felinos?

E.M – Exatamente. Continuar o meu trabalho, que é o de abrir cada vez mais corações, para que os felinos possam entrar!

Fernando Lopes

Quando tinha 30 anos, o administrador de empresas Fernando Lopes, deixou de lado a estabilidade de um emprego fixo, para vivenciar um antiga paixão: a fotografia. Atualmente, é proprietário da FL Fotografias.

MMQI – Qual sua formação?

F.L – Administrador

MMQI – O que te motivou a mudar de profissão?

F.L- Era infeliz na profissão na qual me firmei, não me sentia realizado e o salário era muito baixo

MMQIValeu a pena a mudança?

F.L – Sim, só me arrependo de não ter feito a mudança muito mais cedo.

MMQI – Como surgiu a paixão pela fotografia?

F.L – Eu sempre gostei de fotografia, desde adolescente eu tirava foto, mas nunca me via trabalhando na área, tinha um certo bloqueio, uma resistência...

MMQIO que a fotografia representa para você?

F.L – Um sonho, uma paixão, minha profissão, meu passa tempo

MMQIQual foi/é o maior desafio de ter trocado a aberto mão de exercer a formação acadêmica para ser fotógrafo?

F.L – Não ter clientes, o Início é muito mais complicado, além de não ter a experiência necessária no ramo.

MMQI Fotografia é uma área de ampla concorrência. Como você se destaca no mercado?

F.L – Existe muita gente que segue esse ramo, mas o que diferencia é seu trabalho, sua dedicação e respeito com os clientes, quase todos os meus clientes são indicados por outros clientes. Quando você faz aquilo que ama, seu trabalho se torna o melhor

MMQIVocê tem novos planos profissionais? Pretende expandir ainda mais?

F.L – Sim, pretendo ampliar o nicho, trabalhar também com Newborn, investir nos trabalhos com casamento, pois é algo que me identifico mais, fora que pretendo fazer exposições de alguns projetos fotográficos que já realizei, e expandi para fora da cidade de SSA, nacional e internacional, por que não?

MMQI O que mais te emociona no seu trabalho?

F.L – A fotografia de casamento é a que me deixa mais sensível, me emociono em todos os trabalhos que realizo. Saber que eu faço parte de um momento tão importante da pessoa me faz lembrar, todos os dias, que fiz a escolha certa quando decidi seguir a fotografia como profissão.

MMQI – O que você diria a quem pensa em mudar de profissão?

F.L – Que nunca se sujeite a trabalhar naquilo que você não gosta, mude se necessário. A realização pessoal é muito mais importante do que qualquer coisa, busque seus sonhos, por mais estranhos e difíceis que eles possam ser.

Imagem: Internet

Witzel lamenta morte de Ágatha, mas diz que “política de segurança pública é um sucesso”.

Por Juliana Barbosa

Levou 72 horas para o governador do Rio, Wilson Witzel, se pronunciar sobre a morte de Ágatha Vitória Sales Felix, uma criança de 8 anos que foi brutalmente assassinada por um tiro de fuzil, nas costas, durante uma ação policial.

A criança foi atingida quando estava com o avô em uma kombi na favela Fazendinha, no Complexo do Alemão, onde a família mora.

E o que faz Witzel?

Em entrevista coletiva, nesta segunda-feira(23), no palácio Guanabara, o governador diz que a “política de segurança pública é um sucesso”.

Faz da morte palanque eleitoral.

Durante o enterro da menina, neste domingo(22), em Inhaúma, na Zona Norte do Rio de Janeiro, um policial militar agrediu Felipe Gomes, organizador do Marcha das Favelas. O integrante do Movimento Brasil Livre (MBL) Gabriel Monteiro, deu um soco contra o jovem durante uma discussão.

Mesmo assim, em meio ao caos, o governador afirmou que os “usuários de drogas ajudaram a apertar o gatilho”.

NÃO!

Ágatha foi morta pelo Neofacismo. Pela Necropolítica. Os culpados são as autoridades estaduais e federais que incentivam ações violentas da polícia e das milícias contra a população preta e pobre.

Além de Agatha, Kauan Peixoto, de 12 anos, Kauan Rosário, de 11 anos, Kauê Ribeiro, de 12 anos, e Jenifer Cilene, de 11 anos, não resistiram aos ferimentos causados por balas perdidas que, “coincidentemente”, encontraram corpos negros.

O inferno é aqui.

“Somos descendentes de gente que chicoteava negros e índios com uma mão e com a outra segurava um terço”.

Hoje, a sociedade assiste ao genocídio da população preta fazendo arminha com a mão, e com a outra, recita a Bíblia.

Agora está na lei. Pessoas gordas conquistam direito para entrar pela porta de desembarque dos coletivos

Projeto publicado no Diário Oficial legitima acesso para pessoas acima do peso

Foto – Correio da Bahia

Por Gustavo Medeiros

Vitória do movimento gordo em Salvador. As pessoas gordas conquistaram o direito de entrar pela porta traseira (de desembarque) dos ônibus. A determinação está no PL 303/18, que foi publicado na última terça-feira (17) no Diário Oficial da Câmara.

A medida, proposta pelo vereador Hélio Ferreira (PC do B), altera o paragrafo único do artigo 1º da Lei 207/2007, que trata sobre a acessibilidade no sistema de transporte coletivo da capital baiana. Antes o direito beneficiava apenas as gestantes e pessoas com dificuldade de locomoção.

Com a alteração do texto, as pessoas gordas, que precisavam comprovar a “doença” para entrar pela porta do desembarque, não terão mais que provar que podem obter o direto.

A lei também diz que o acesso será facultado a “pessoas acima do peso que não tiverem condições de passar pela catraca, devendo estes pagar e registrar as suas passagens junto ao cobrador”.Nesse caso, quando houver dificuldade de locomoção, o cobrador deve se deslocar até o passageiro para cobrar a passagem.

Em entrevista concedida para o Correio, o vereador lembrou os dados colhidos pela Pesquisa de Vigilância de Riscos e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), divulgada pelo Ministério da Saúde, que aponta um aumento no índice de pessoas acima do peso de 11,8 % para 19,8 em um período compreendido entre 2006 e 2019. Em Salvador,este numero chega a 19,05%.

Para a representante do movimento “Vai Ter Gorda”, Adriana Santos, a lei busca garantir, além do acesso, respeito e representatividade em espaços que não foram pensados para os gordos.Além disso, ela ressalta que a medida vai fazer com que o poder público e os empresários do setor de transportes possa fazer adaptações nos coletivos para este público. “Precisa pensar em todos os corpos”, lembra.

Cotidiano Difícil

Apesar da alteração na lei que torna acessível o espaço nos ônibus, as pessoas gordas que utilizam o sistema de transporte público em Salvador reclamam do serviço prestado, destacando a inadequação do espaço nos coletivos ” Para mim é muita dificuldade, porque as catracas são muito pequenas, muito apertadas. Aí faço o que? Dou o dinheiro ao cobrador e fico na frente”, relata Dany de Paula.

ONU Meio Ambiente vai receber inscrições para programa voluntário

Grupos e coletivos podem se inscrever a partir deste sábado (14)

Foto – Agência ONU

Por Gustavo Medeiros

A partir deste sábado (14), a ONU Meio Ambiente vai receber inscrições de grupo voluntários que pretendem participar Semana Mares Limpos.

A iniciativa, que ocorre entre os dias 14 e 21 de setembro em todo o país, será promovida em parceria com o instituto Ecosurf. Para fazer parte desse movimento, é importante que o grupo esteja cadastrado pelo link: www.bit.ly/mareslimpos2019

O projeto teve início em 2017 e nesta edição a  pretensão é de mobilizar 150 grupos, entre coletivos,indivíduos e organizações da sociedade civil.

A finalidade é que os voluntários participantes promovam ações de limpeza das praias,rios, córregos e parques. Todo o lixo que será coletado na ação será contabilizado e os dados ajudarão governos e sociedade civil na tomada de decisões sobre o problema da poluição.

Para a representante da ONU Meio Ambiente no Brasil, Denise Hamú, atuar em várias frentes para combater a poluição marinha é essencial e se constitui em uma etapa importante no sentido de sensibilizar os cidadãos na agenda ambiental.

Hamú assinala que, a cada ano, a mobilização cresce e une esforços para reverter o acúmulo de plásticos e outros lixos nas águas marinhas.

Informações obtidas pela ONU Meio Ambiente mostram que, de todo o lixo produzido, apenas 9% é reciclado. Além disso, cerca de 51 trilhões de nanopartículas já estão nos oceanos. Se nada for feito, até 2050 teremos mais plásticos do que peixes nos mares.

Fonte – Agência ONU Brasil

Fafá de Belém trará show inédito para Salvador

Com grandes sucessos em sua carreira, a cantora vai se apresentar na Pupileira trazendo as guitarradas do Pará

Foto- Reprodução (Internet)

Por Gustavo Medeiros

Salvador vai receber um show inédito da cantora Fafá de Belém. A cantora vem a capital baiana para uma unica apresentação no dia 20 de setembro, no Cerimonial Rainha Leonor-Pupileira. Os ingressos já estão à venda no Balcão de Ingressos e custam R$ 120 (setor A), R$ 100 (setor B) e R$ 80 (setor C). A apresentação faz parte do projeto “Noites Culturais”.

No repertorio, a cantora traz uma mescla de grandes sucessos como “Nuvem de Lagrimas” com as musicas do premiado CD Do tamanho certo para o meu sorriso”, que ganhou DVD homônimo no ano passado. A novidade fica por conta da participação especial de Armandinho, que irá unir a energia da guitarra baiana com as guitarradas do Pará, que dá nome ao show da experiente cantora.

Além de Fafá, o Projeto Noites Culturais também vai contar com a apresentação da Confraria da Música Acústico, formada pelos cantores e compositores Alex Góes, Álvaro Pinho, Eva Cavalcante e Rafa Chaves.

O Show

Foto- Reprodução (Internet)

Em Fafá de Belém e as Guitarradas do Pará, a artista faz uma viagem no tempo e na sua própria história. O repertório mostra fusões rítmicas cheias de vibração e brasilidade, com qualidade atestada pela mídia especializada e que vêm agradando plateias nos quatro cantos do país.

Neste show, Fafá sobe ao palco acompanhada dos músicos Manoel Cordeiro e Felipe Cordeiro, que são pai e filho. A dupla é conhecida como “Combo Cordeiro” e também é do Pará, com trabalhos de autoria própria e apresentações em diversas cidades do Brasil

Confira um trechinho do que vai rolar na apresentação do dia 20 de setembro na Pupileira

Correios suspende serviços de postagens com hora marcada

Funcionários estão em greve desde a última terça

Foto – Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Gustavo Medeiros

Com a paralisação, os Correios suspenderam, em caráter temporário, as postagens com hora marcada (Sedex 10, Sedex 12 e Sedex Hoje). No entanto, o restante da rede de atendimento segue parcialmente aberta para todo o país.

Para mais informações, a empresa disponibilizou um canal de atendimento onde o cliente pode tirar as duvidas sobre os serviços em funcionamento. O telefone é 0800 725 0100.

Em greve desde a última terça-feira (10), os trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) paralisaram os serviços,por tempo indeterminado, em todo o país. Na Bahia, a paralisação afetou o atendimento prestado pela empresa pública em mais de 700 unidades espalhadas pelo estado.

O movimento paredista luta contra a ameaça de privatização da estatal,exclusão dos dependentes do plano de saúde e demissão de cerca de 100 mil funcionários.O comando dos trabalhadores continua em Brasília, pressionando a negociação.

Fonte – Metro 1

Café com Pimenta

Por Juliana Barbosa

Arte:Internet

Não foi pelo chocolate, foi pela cor.

Foi apenas uma desculpa para exercer a barbarie.
Nada justifica práticas escravocratas. Ter sido chicoteado é emblemático, reforça o escárnio do racismo estrutural da sociedade.

No início do ano, um outro jovem foi morto no supermercado extra.

Não foi pelo “surto”. Foi pela cor.

Ainda em 2019, um músico foi executado com 80 tiros de fuzil, na frente da família.
Não foi tática de defesa do exército. Foi pela cor.

Em 2014, um adolescente de 15 anos foi amarrado ao poste com uma trava de bicicleta e espancado, na zona Sul do Rio de Janeiro. Ele teve parte da orelha arrancada pelos agressores.

Não foi por justiça. Foi pela cor.

No mesmo ano, no Espírito Santo, Alaiton Ferreira morreu aos 17 anos, depois de ter sido linchado por dezenas de pessoas na região metropolitana de Vitória, que o acusavam de estupro. No entanto, a Polícia Civil capixaba não registrou nenhuma ocorrência de violência sexual contra o adolescente.

Não foi pela acusação de estupro. Foi pela cor.

Em 2017, o caso do adolescente de 17 anos que teve a expressão “eu sou ladrão e vacilão” tatuada na testa como forma de punição por, supostamente, ter tentado furtar uma bicicleta em São Bernardo do Campo.

Não foi pela bicicleta, foi pela cor.

Tortura é crime hediondo. Requintes de crueldade, ares de sadismo.

A UNICEF apontou que adolescentes negros têm um risco de morte 2,88 vezes superior ao dos brancos. O relatório serviu como base para que o Brasil fosse notificado em 2018 pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos, da Organização dos Estados Americanos (OEA), por causa da epidemia de violência que acomete a população jovem e negra.

Incitada ainda mais com os discursos de desprezo contra os direitos humanos por Jair Bolsonaro em sua carreira política. Sem esquecer o elogio que ele faz a um militar torturador condenado pela Justiça.

Um levantamento da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro, divulgado no fim de julho, mostra que ao longo de 10 meses o órgão recebeu 931 denúncias de tratamentos desumanos praticados contra pessoas presas – mais de 70% delas negras – no Estado.
Em média, três presos são torturados a cada dia.

Confundem a chuteira com a arma. Confundem o guarda-chuva com um fuzil.
Confundem a “quentinha” com um revólver.

Só não confundem a cor quando torturam, não confundem a cor quando apertam o gatilho.

Insights do Cotidiano

O mundo

Por Priscilla Fraga

“Um homem da aldeia de Neguá, no litoral da Colômbia, conseguiu subir aos céus.
Quando voltou, contou. Disse que tinha contemplado, lá do alto, a vida humana. E
disse que somos um mar de fogueirinhas.
— O mundo é isso — revelou — Um montão de gente, um mar de fogueirinhas.
Cada pessoa brilha com luz própria entre todas as outras. Não existem duas fogueiras
iguais. Existem fogueiras grandes e fogueiras pequenas e fogueiras de todas as cores.


Existe gente de fogo sereno, que nem percebe o vento, e gente de fogo louco, que enche
o ar de chispas. Alguns fogos, fogos bobos, não alumiam nem queimam; mas outros
incendeiam a vida com tamanha vontade que é impossível olhar para eles sem
pestanejar, e quem chegar perto pega fogo. ”

(Livro dos Abraços- Eduardo Galeano)

Há muito tempo os alunos com Necessidades Educativas Especiais (NEE) eram invisibilizados pela sociedade, atualmente, com as lutas pela equidade no ensino- aprendizagem, passa-se a assegurar um sistema mais inclusivo na Base Nacional Comum Curricular (BNCC).
Portanto, a luta por essa garantia de direitos é nova, tem pouco mais de vinte
anos, acompanhada de outras lacunas, principalmente as que tangem ao
desenvolvimento de recursos que viabilizem uma vida mais funcional, que respeite as dificuldades e limitações de cada um, pois todos têm algo a contribuir. Em referência ao texto de Eduardo Galeano, chamado “O mundo”, ele sinaliza a diversidade, pois, segundo ele, somos um mar de fogueirinhas, cada um com sua peculiaridade, e isso é o que nos torna tão especiais em estar e agir no mundo. Compreende-se que poucos são os alunos oportunizados a mudar o estigma e rótulos postos ao longo dos anos, pois comumente são vistos como incapacitados. ONGS, como o Projeto FAMA, em Salvador-BA, fazem a diferença na vida dos que participam do projeto, que tem o objetivo de incluir pessoas diagnosticadas com Transtorno do Espectro Autista no mercado de trabalho, incentivando o projeto de vida de cada um, potencializando e valorizando seus pontos de eficiência. Através de um atendimento multidisciplinar é feita uma entrevista com a família, analisando-se o contexto, os cuidadores e o quanto os responsáveis estão
comprometidos, com as mudanças que serão necessárias para que essa nova empreitada exigirá. São oferecidas três oficinas: Informática, artesanato e culinária, para, além disso, há um grupo terapêutico para a família que é requisito obrigatório, visando fortalecer os cuidadores emocionalmente e suporte pedagógico, auxiliando na conquista de novas competências e habilidades. Ver-se, portanto, a necessidade de incentivar a formação de políticas públicas voltadas para o tema, embasada em ações que já deram certo, como o Projeto FAMA, já que, como Clarice Lispector cita, “nunca se sabe qual o defeito que sustenta nosso edifício inteiro”. Assim sendo, um olhar atento e aberto ao outro torna-se condição necessária para versar sobre a inclusão, o que a torna mais delicada, pois isso depende de cada um, deste modo, uma escolha. Por isso, escolho deixar aqui o meu apelo, escolha ser diferente! O mundo precisa de pessoas assim como você, que parou e dedicou um pouco do seu tempo para ler esse texto.

Pílula de Química

 Refrigerante: uma bebida ou uma arma química?

Por Hélio Messeder

 (Leo Natsume/Mundo Estranho)

Vocês já ofereceram refrigerante para alguém que não toma mais essa bebida? Inicialmente a pessoa faz uma cara que parece que você está oferecendo um líquido extraído de Chernobyl  temperado com pedras de Cesio 137. Diante daquela cara, ela poderia dizer apenas NÃO e seguir sua vida, mas uma pessoa que não bebe mais refrigerante sente-se vitoriosa e com uma vontade incontrolável de converter as pessoas ao “não-refrigerantismo”, então ela diz sorrindo:

 “Não, obrigada. Me livrei desse vício. Tem 8409 mil anos que não bebo refrigerante. Você deveria parar. Esse negócio tem química. Causa câncer”  

Eu sempre fico achando que os adeptos do não-refrigerantismo tem uma competição interna, para ver quem fica mais tempo sem beber esse líquido do capeta. Nunca entendi por que dizer a quantidade de anos que não bebe refrigerante ajuda na construção do argumento. Imagina se isso vira moda? Quer namorar comigo? Não, me livrei desse vicio, tenho 5 anos sem namorar e você deveria parar com isso, tem muita química

 Os partidários do não-refrigerantismo estão em todos os lugares, inclusive e claro, nas correntes de zap zap do tiozão. Reproduzo aqui um trecho curto de uma dessas corrente que mostra o que acontece se você beber refrigerante: “Pesquisas realizadas pelo renomado Instituto Fleury apontaram grande quantidade de Fenofinol Ameido e Voliteral, substancias tóxicas e que causam, respectivamente, a má atividade dos rins e câncer.” Seria mesmo o refrigerante essa bomba ou essa arma química? 

Podemos dizer que o refrigerante é composto de água, açúcar, um xarope contendo várias substâncias em pequenas quantidades (cafeína, corantes, conservantes, acidulantes, óleos essenciais, cafeína) e CO2 dissolvido ( o gás do refrigerante). Basicamente 88% da massa total do refrigerantes é de água e quase todo o resto de açúcar (11%).

Não há muita ou pouca química no refrigerante. O que há é um conjunto de substâncias que solubilizadas em água e açúcar e com um gás dissolvido causa uma explosão de sensações na boca. Se tiver gelado, à medida que que o refri vai passando pela sua boca o gás vai se desprendendo do líquido, absorvendo a energia em forma de calor e dando refrescância. Uma combinação inacreditável para quem gosta de doce.

Uma lata de refrigerante tem cerca de 2 colheres de sopa cheias de açúcar. Não são 9 ou 10 colheres como aparece em algumas Fake News, mas ainda são muitas. Esse é o principal problema do refri. A quantidade de açúcar exagerada em cada dose torna o líquido um inimigo da dieta, das pessoas com diabetes e daqueles que não gostam muito de coisas adocicadas.  A acidez pode causar problemas para que tem questões no trato digestivo. Tirando isso, não há nenhum estudo comprovado, sério e de longa escala que mostre que o refrigerante é um veneno. As pesquisas que tentam associar algo ao refrigerante, apenas mostram que o açúcar em excesso pode estar vinculado a algum tipo de doença, mas açúcar em excesso não é problema único do refrigerante.

Que conclusão chegamos com tudo isso? Simples. O consumo moderado de refrigerante não causa mal nenhum. Diante de uma dieta equilibrada, fazendo exercícios físicos regulares, o refrigerante é um alimento como qualquer outro. O excesso é que pode causar problemas.  A química aponta que você precisa parar de se culpar se tomou aquele refri na festinha do domingo. 

Por fim, sucos de caixinha tem, no geral, tanto açúcar como refrigerante e não são bons substitutos.  Refrigerantes levemente gaseificados (aquarium, H20H!!) são muito parecidos com refrigerantes diets, são boas alternativas para o açúcar, mas há mais estabilizantes e adoçantes (outra pílula, rs). Assim, os diets também devem ser consumidos com moderação. Água com gás, sucos da fruta sem açúcar e água de coco podem funcionar como melhores substitutos.

Já ia me esquecendo: a corrente do whatsapp é falsa e eu sempre vou revirar meus olhos para os adeptos do “não-refrigerantismo”. O refrigerante é só uma bebida.  Como qualquer outra, aprecie com moderação.

Referências

GODINHO, Mariana da S. et al. Classificação de refrigerantes através de análise de imagens e PCA. Quim. Nova, v. 31, n. 6, p. S1-S4, 2008.

LIMA, A.C.S.; AFONSO, J.C. A química do refrigerante. Química Nova na Escola, n. 31, p. 210-216, 2009.

PIRES, Diego Arantes Teixeira; MACHADO, Patrícia Fernandes Lootens. Refrigerante e bala de menta: explorando possibilidades. Química Nova da Escola, v. 35, n. 3, p. 166-173, 2013.

https://oglobo.globo.com/sociedade/saude/os-mitos-as-verdades-sobre-os-refrigerantes-7977007

http://www.saude.gov.br/fakenews/44771-refrigerantes-falta-de-atividade-renal-e-tumores-fake-news

https://noticias.r7.com/saude/nutricionista-destaca-os-beneficios-do-consumo-moderado-de-acucar-05092013

Somos todos Parias do Mundo

O Brasil de Jair Bolsonaro se isola na falta de diplomacia e cria crises desnecessárias

Imagem- Conversa Afiada

Por Gustavo Medeiros

A cada semana, uma desculpa diferente. Ora para Brigitte Macron, primeira dama da França,ora para a chilena Michelle Bachelet. Estamos nos retratando de algo que não é nosso,mas sim do atual presidente, que se garante em suas polêmicas vazias.

Bolsonaro conseguiu, em poucos meses, destruir a diplomacia brasileira, promovendo farpas com lideres mundiais e nos colocando em posição vexaminosa frente a algumas questões conflitantes como as queimadas na Amazônia. As atitudes do atual presidente não condizem em nada com o papel oficial do país no mundo, que consiste em estabelecer acordos e promover consensos em todas as frentes de negociação.

Desta forma, o Brasil se isola no seu próprio delírio, nos enganos de que todos os males se resolveriam ao colocar um super herói, um mito dos pés de barro ou um semideus desprovido de caráter. Os 57 milhões de brasileiros que depositaram na urna a sua consciência no capitão sociopata, nos colocou em uma nova posição, a de Parias do Mundo. Triste país, que sucumbiu aos seus próprios devaneios vendendo soberania e comprando mentiras.

Somos todos filhos de Macunaíma.

Desculpa aí, caro leitor!!! Vamos entregar o que sobrou deste país a quem é dono de direito. Desculpa,desculpa,desculpa…

Incêndios na Floresta Amazônica: será que nosso verde se tornará preto?

Foto- El País

Por Diego de Jesus Pires ( Colaborado por Gustavo Medeiros)

Muitos fazendeiros e agricultores utilizam-se das queimadas, há muito tempo, para limpar áreas de plantio e pastagens. Porém, durante o inicio desta semana, foi preciso que uma nuvem espessa de fumaça atravessasse o país e transformasse o dia em noite na cidade de São Paulo, para que os brasileiros voltassem sua atenção para esse crime ambiental.

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, vem mostrando extrema preocupação com a devastação causada pelas chamas na floresta amazônica. O incêndio atingiu também uma área de, pelo menos, 500 mil hectares na Bolívia e a fumaça gerada pelo incêndio encobriu várias cidades brasileiras que se localizam próximas a fronteira boliviana.

De acordo com o monitoramento do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), a nuvem de fumaça se deslocou da Amazônia e Gran Chaco (que abrange partes dos territórios da Bolívia, Argentina, Paraguai e Brasil), chegando a encobrir a cidade de São Paulo.

Foto: Thomas Locke Hobbs – CC BY-SA 2.0

O presidente Jair Bolsonaro afirma que as queimadas são obras de ONGs que tiveram suas verbas cortadas, porém quando foi questionado sobre provas que justifiquem essas acusações, ele negou que existam provas, pois “não tem como haver provas, pois ninguém divulga que vai fazer queimada”. Em julho, enquanto o presidente contestava, constantemente, os dados sobre questões ambientais, fazendeiros e grileiros queimavam uma área no sudoeste do Pará.

Ainda em julho, o diretor do INPE, Ricardo Magnus Osório Galvão, rebateu acusações do presidente, onde afirma que “o INPE está a serviço de alguma ONG”. Ricardo declarou que Bolsonaro nao deveria falar como se estivesse numa “conversa de botequim”.

Por sua vez, a presidente da Assembleia Geral da ONU, María Fernanda Espinosa, menciona que tem ocorrido incêndios por todo o mundo e cobrou ações urgentes, visto que as florestas são cruciais para o enfrentamento na mudança climática.

Várias celebridades, como Taís Araújo, Leonardo DiCaprio e Lewis Hamilton, tem feito campanhas em suas redes sociais pela preservação da Amazônia. A hashtag #PrayForAmazonas chegou a ficar em primeiro lugar nos Trending Topics (Assuntos mais discutidos) do Twitter em todo o mundo.

Isso demonstra que a atitude omissa do governo brasileiro preocupa,pois, para além de qualquer manifestação em defesa do “pulmão do mundo”, a floresta é, para muitos, a fonte de trilhões de dólares que se resumem em princípios ativos (que devem revolucionar o segmento farmacológico), assim como é a base da biotecnologia, pois apresenta o maior bioma, a maior biodiversidade e o maior acervo de água potável do planeta

Defender e preservar a Amazônia é entender a nossa responsabilidade com o patrimônio natural, maior fonte de riqueza no mundo, algo que despertou, até mesmo, a atenção de religiosos como o Papa Francisco. Isso resume, pra além de qualquer interesse, que a preocupação com a natureza deve ser estendida para além da floresta, ou seja, rios, matas e mares, aquilo que compreende fauna e flora, o principio da vida.

Fernanda Young morre aos 49 anos

Atriz, escritora e roteirista teve crise de asma e parada cardíaca na madrugada deste domingo (25), no sítio da família, em Gonçalves (MG ).

Por Juliana Barbosa

Divulgação

A atriz, escritora e roteirista Fernanda Young, de 49 anos, morreu na madrugada deste domingo (25), no sítio da família, em Gonçalves (MG ). A autora de séries de sucesso, como “Os normais”, “Minha nada mole vida”, “Os aspones” e “Shippados”, teve uma crise de asma seguida de parada cardíaca. O corpo dela será velado e enterrado na tarde deste domingo.

Fernanda começou sua carreira na televisão em 1995, na série “A comédia da vida privada”, adaptação de textos de Luis Fernando Verissimo que assinou com o marido Alexandre Machado. No ano seguinte, lançou “Vergonha dos pés”, seu primeiro livro. Atualmente, a atriz estava em cartaz em São Paulo com a peça “Ainda nada de novo”, contracenando com Fernanda Nobre.

Fernanda Young é autora de mais de doze livros, sendo 10 romances, e, como roteirista, 15 séries para a televisão. Sucesso de crítica e público, ela vivia em São Paulo, com Alexandre e seus quatro filhos. Ela tinha asma desde a infância. Fernanda foi levada de ambulância para um hospital da cidade vizinha, Paraisópolis. A equipe médica tentou reanimá-la, mas ela não resistiu. Segundo o Hospital Frei Caetano, de Paraisópolis, ela foi atendida por volta da 1h45 e morreu às 2h53.

Em um de seus últimos pronunciamentos públicos, na sua conta do Instagram, Fernanda escreveu para aqueles que a criticavam:

View this post on Instagram

As pessoas me acham maluca, mas estou observando tudo – de dentro e de fora. Pensam que não percebo as suas falcatruas, mas ser gentil não significa ser otaria! Trabalho feito uma vaca, pago essas merdas desses impostos, não vejo uso para eles, escuto que mamo em tetas do governo; divirto as pessoas, ofereço poesia, e lido com ignorâncias proferidas por um bando de escroto que mete Deus nos seus discursos hipócritas. Deito e levanto cansada porque nunca peguei um centavo de ninguém e tudo o que tenho é fruto de TRABALHO. Não herdei, não ganhei, nem sou sustentada! Tenho 4 filhos que estão aprendendo a serem éticos e livres. E o que ouço? É louca! O que vejo? A nossa cultura material e imaterial, a nossa língua, a nossa fauna, flora, sendo esganiçada, sacaneada, por ogros maléficos. Estamos virando uma gente porcaria, afinal “piorar é mais fácil”! E fica tão claro o oportunismo das ratazanas sorrateiras, que veem na “loucura do criador”, achando-nos dispersos, irresponsáveis, ricos, nesgas para sermos passados para trás! Comigo, não! Não! Sei reconhecer um lápis meu em meio a um milhão! Não estive “calada nos últimos 14 anos”, não aceito desaforo! Sou uma mulher de 50 anos que sonhou alto e realizou muito. E estou longe de encerrar a minha jornada nessa orbe! Aos que se interessam: bom proveito. Para os outros: estou pouco me lixando! ⚔️ (Texto escrito no ônibus. Ganho para escrever. Aqui ofereço de graça e com erros. “Flagra” de @e.mym que postou a foto com uma legenda muito mais sábia.) 🖤

A post shared by Fernanda Young (@fernandayoung) on

Fonte: Instagram

Em sua última postagem no Instagram, na noite de sábado (24), Fernanda Young publicou uma foto do seu sítio e escreveu: “Onde queres descanso, sou desejo”.

Divulgação

Fontes:G1;IstoÉ; LeYa

Um Brasil inviável

O país onde viver é um ato de resistência

Foto- Youtube

Por Gustavo Medeiros

Sob a égide do obscurantismo, o Brasil adoece.Com armas e bíblias em letras distorcidas, o país caminha para um possível óbito,pois desenvolveu a metástase do ódio, onde ficou fácil “criar uma treta” e tirar uma vida. É a banalidade,aliada a indiferença, que ganhou tons rubros de sangue, dominando os noticiários na hora do almoço.

E assim vamos ficando a deriva no mar da intolerância, da não aceitação do outro em exercer a sua cidadania, bem como a sua individualidade. O Brasil ficou inviável, irreconhecível em sua falsa simpatia, que só ficou nos rótulos turísticos institucionais.

Este momento único na história do Brasil,para o mais esperançoso dos esperançosos, não deverá passar de uma nuvem de fumaça, tão simbólica quanto aquela que invadiu os céus de São Paulo na última semana, fazendo o dia virar noite em questão de minutos.

Apesar dos pesares, seguimos adiante cagando um dia sim,outro não. Será que esta simples e vã atitude resolveria os problemas com a tal fumaça??? Com a palavra, aquele que achou o “cocozinho petrificado” retirado da superfície.

Nordeste – O Brasil que estuda sua própria História

Os estudantes da região conquistaram 58 medalhas, das 75 distribuídas na ONHB.

Foto- Facebook

Por Gustavo Medeiros

Na edição deste ano da Olimpíada Nacional de História do Brasil (ONHB), os alunos da região Nordeste foram responsáveis pela conquista de 58 medalhas das 75 distribuídas pelo evento, que está na sua 11ª edição e é realizado pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

Se comparado ao desempenho do ano passado (onde 59 medalhas foram conquistadas das mesmas 75 distribuídas), nada mudou e isso diz muito sobre a qualidade do ensino de história nos nove estados nordestinos, na qualificação dos professores, e na metodologia, ou seja,na forma de ensinar.

No nordeste a História do Brasil é levada a sério e a termo. Posso dizer isso por experiência própria,pois tenho , em meu convívio diário e passado (não tão distante), tenho visto experiências de como o entendimento analítico de fatos que ocorreram pode transformar um individuo e uma sociedade.

Resultado Final da ONHB. Reprodução- Facebook

O ensino de história proporciona um cidadão pensante, crítico e consciente dos problemas a serem enfrentados ao analisar o passado e refleti-lo no presente. Este é o temor das grandes elites, o direito a cidadania por meio de uma leitura consciente da realidade refletida no passado.

Desta forma, os 58 nordestinos medalhados na ONHB provaram que aqui se reflete, se estuda a sociedade atual com base na história, compreendendo a formação social através do processo histórico e que isso vai além de querer seguir carreira na área, atuando na pesquisa ou no ensino.

A história inspira e instrui, educa e reflete. O Brasil precisa de nordestinos que usam a disciplina como inspiração e o nordeste,mais uma vez, salva o país quando mostra que é necessário preservar o pensamento crítico e a história, enquanto força motriz deste movimento imprescindível.

Diante das 58 conquistas que salvam o Brasil de uma hecatombe geral em terras campineiras, podemos dizer que a resistência está na história e o nordeste, neste sentido, se reafirma como núcleo deste movimento, se sobrepondo ao culto a ignorância propagada pelo olavismo.

Diante de tantos retrocessos vistos e sentidos a cada dia, um dia, quem sabe, o nordeste e a história salvarão este país. O futuro,por sí só, assim dirá.

Café com Pimenta

Por Juliana Barbosa

Um dos desenhos enviados crianças da Maré à Justiça do Rio.

20 de Agosto de 2019:

Gostaria de ficar com esse clima:

Olimpíada Nacional de História do Brasil

1o lugar: Rio Grande do Norte, com 20 medalhas.🥇
2o lugar: Pernambuco, com 15 medalhas.🥈
3o lugar: Ceará, com 14 medalhas. 🥉

O Nordeste fez 58 medalhas. 🏆
O Sudeste fez 17.🏅
O Sul não fez nenhuma.🤷🏽‍♀️
O clima seria mais agradável. Mas, a fumaça das queimadas não me deixam respirar. Por vezes a cortina de fumaça do governo, desta vez incêndios na Amazônia. Acidente? NÃO! É CRIME! Em março, Bolsonaro cortou 50% do orçamento do Ibama pra construção do Prevfogo, um centro de prevenção a incêndios. R$ 5,4 mi do ICMBio para fiscalização e combate a incêndios.
Já são 524 dias: quem mandou matar Marielle? Por quê?
Helicóptero joga GRANADA na Cidade de Deus.
GRANADA de cima de um HELICÓPTERO.
Deixa lá, Mais CPF de preto cancelado. A favela é a mira. A favela é o Alvo.
Um governador pousa e comemora, no local de uma tragédia, como se fosse uma partida de futebol, a execução, por sniper do Bope, de pessoa que havia sequestrado ônibus na Ponte Rio-Niterói. Wilson Witzel é a desgraça encarnada, a escória, o expoente da maldade, é um psicopata. E quem concorda com ele também. E se você que me conhece aceita isso, não quero sua amizade. E não é “apenas” por causa de política. É uma divergência moral gravíssima.

Dados do Instituto de Segurança Pública, autarquia do Governo, registrou 3.048 letalidades violentas em todo o Estado de janeiro a junho de 2019. Desse total, 881 são mortes cometidas por agentes do Estado. Isto é, 29%. Quase um terço. Recordes históricos são atingidos mês a mês e não contabilizam as mortes cometidas por milicianos ou policiais matadores que não assumem suas ações no boletim de ocorrência.
De quantos anos vamos precisar para reparar os danos causados pelo desgoverno Bolsonaro em 8 meses?
500 dias e Lula preso. Moro e Dallagnol viajando. Você precisa entender que:
Qualquer atitude é política.
Silenciar é uma atitude política.
Insultar é uma atitude política
Levar tudo na brincadeira é uma atitude política.
Denunciar é uma atitude política
Escolha é uma atitude política.

Então, de que lado você samba, você samba de que lado?

Fonte: El País.

Pílula de Química

Mas o que é “Quântico”?

Por Hélio Messeder

AVANÇO PROMETE AUMENTAR OS RECURSOS DE ARMAZENAMENTO EM DISPOSITIVOS ELETRÔNICOS E APRIMORAR A COMPUTAÇÃO QUÂNTICA (FOTO: PIXABAY)

Deite em um colchão quântico para energizar seus spins e ter uma noite de sonho maravilhosa. Levante e lave o rosto na água quântica da sua torneira. Faça uma meditação e conecte sua consciência quântica com as outras consciências, também quânticas. Vá trabalhar e no caminho do ônibus lotado, faça sua consciência quântica meditativa atrair dinheiro.

Pense comigo, se o seu corpo é feito de átomos e o dinheiro também, se você conectar as ondas vibratórias do seu corpo na mesma frequência que o dinheiro, certamente ficará rico. Isso não foi eu que inventei, foi a física quântica, dirão alguns entendidos. Crie sua própria realidade pensando positivo, dirá seu coach quântico, citando alguma frase motivacional atribuída à Clarice Lispector; a primeira poetisa quântica do Brasil. A lista é enorme e infinita: sexo quântico, sal quântico, comida viva quântica, saúde quântica. Mas o que a ciência tem a dizer sobre o termo quântico?

Quantum, significa quantidade em latim. Dizemos que uma grandeza é quantizada

Quando ela só pode assumir determinados valores múltiplos de um valor mínimo (um quantum). Não entendeu nada, né? Melhor ficar mesmo deitado no seu colchão quântico. Mas eu vou tentar explicar isso melhor: O quantum do dinheiro brasileiro é o “centavo de real”, isso significa que o dinheiro só pode assumir valores múltiplos do centavo. O fato do dinheiro ser quantizado no centavo é que permite a existência de lojas R$ 1,99 e não lojas de R$ 1,998.

É o que me impede de cobrar 1 milésimo de centavo para você ler esse post. Assim, o termo quântico ou quantizado tem a ver com quantidades descontínuas que não podem assumir qualquer valor. Nada de místico. Nada de espiritual. Apenas um conceito para pensar grandezas.

Mas por que a ciência precisou usar o termo quantizado? Acontece que o estudo aprofundado da matéria, levou cientistas a concluírem que em níveis atômicos e moleculares as leis que regem os fenômenos são diferentes das leis clássicas que estávamos acostumados a trabalhar. Assim, a luz, por exemplo, pensada como uma onda contínua, teve que ser interpretada levando em consideração sua natureza quantizada. O quantum da luz seria o fóton (que a gente também houve muito falar).

A mecânica, quântica, a física quântica e a química quântica vão se dedicar a estudar a matéria no seu nível atômico, molecular e entender o seu comportamento levando em consideração as grandezas quânticas. Não há nada de misterioso. É só a ciência se aprofundando no estudo da matéria. Mas, e o que sua vida muda com isso? A física quântica e a química quântica permitiram/permitem avanços tecnológicos importantes, mas não tem NAAAAADAAA (sim, eu estou gritando) a ver com união de consciência cósmica meditativa ou a ideia de que você cria sua própria realidade.

As leis aparentemente diferentes que regem os fenômenos submicroscópicos, não servem, infelizmente para você atrair o dinheiro, mesmo ele sendo quantizado. A energia estudada pela física quântica não tem nada de espiritual, trata-se de uma propriedade da natureza. O estudo vibracional da física quântica, não tem relação alguma com você entrar em transe profundo.

Em suma, meus amigos, se alguém está usando quântico para agregar valor a um produto ou para justificar crenças religiosas, fuja, é cilada da pesada. Se você é privilegiado e quer ir meditar no cume do Everest sem roupa de frio ou ficar postando fotos de frases de auto ajuda falsamente meritocráticas, vá na paz, só não use a mecânica quântica para justificar suas viagens. Não preciso dizer né: coach (oi?) quântico nem existe Beijos quantizados para vocês ( viu, a menor unidade é o beijo mesmo)

Referências:
ATKINS, Peter; JONES, Loretta; LAVERMAN, Leroy. Princípios de Química-: Questionando a
Vida Moderna e o Meio Ambiente. Bookman Editora, 2012.
BROWN, Theodore L. et al. ciência central. Pearson Prentice Hall: São Paulo, 2007.
HEWITT, P. G. Fundamentos de física conceitual. Bookman, 2000
SILVA, J. L. Quantum de uma grandeza e sistema quântico (não publicado)
https://www1.folha.uol.com.br/colunas/reinaldojoselopes/2019/02/o-produto-ou-servico-
tem-o-adjetivo-quantico-no-rotulo-e-picaretagem.shtml
https://amenteemaravilhosa.com.br/conexao-entre-fisica-quantica-e-espiritualidade/

Isabelle Drummond marca presença na reinauguração de loja em Salvador

O CEO do grupo Arezzo, o empresário Alexandre Birman – apresenta o novo conceito de layout padrão de suas lojas no Brasil.

Por Juliana Barbosa

Foto: Jorge Thadeu

A atriz Isabelle Drummond marcou presença na summer party promovida pelas empresárias  Mariane e Raquel Regueira, nesta quinta-feira (15), para lançar oficialmente a coleção verão 2020. A atriz gentil e descontraída falou sobre a arezzo:

“Acho a arezzo antenada, acho a arezzo sempre em movimento , acho a arezzo inteligente e confortável. Bem confortável!

Isabelle Drummond

Prestes a completar 47 anos, o grupo Arezzo apresenta um novo conceito que envolve um projeto arquitetônico mais clean, aliado a tecnologia E-commerce, que é a comercialização de produtos e serviços pela internet, onde as transações são realizadas via dispositivos eletrônicos, como computadores e smartphones. Esse tipo de comércio pode contar com diversos canais de vendas. O mais conhecido é a loja virtual, como é o caso da Arezzo, que possui grande variedade nas numerações dos calçados.

O designer Alexandre Birman, CEO da holding Arezzo & Co. afirma que a marca está sempre se reinventando, se renovando:

Todas as belezas são bem vindas, não tem raça, não tem peso, não tem padrão, a gente quer mostrar que todas as mulheres são lindas da forma que elas são, bonito é você se amar.

Alexandre Birman

Alexandre destacou também a influência dos anos 80 na nova coleção, com uma cartela de cores como o verde, o azul e o rosa, tons alegres, que combinam com o verão.

A unidade do Shopping Barra é a primeira do nordeste e a segunda do Brasil a ser entregue ao público neste formato – criado pela equipe de Alexandre para oferecer um design completamente inovador, moderno e interativo na exposição do mix de produtos Arezzo.

“As novidades vão tornar a experiência ainda mais agradável e encantadora para as nossas clientes”, adianta Raquel.

Foto: Jorge Thadeu
Foto: Jorge Thadeu

Café com Pimenta

Comoção seletiva e o massacre em Altamira

 26 dos 62 detentos mortos no massacre de Altamira eram presos provisórios

Por Juliana Barbosa

Josivaldo de Jesus Silva, 35, acende velas durante enterro de seu irmão Josivan de Jesus Silva, 31, morto em massacre na penitenciária de Altamira, no sudoeste do Pará.
Foto: Danilo Verpa/Folhapress

 Na manhã de 29 de Julho de 2019, ocorreu o segundo maior massacre carcerário do Brasil, no município de Altamira. 58 homens, sob a guarda do Estado, foram assassinados. Dezesseis deles foram decapitados, e o restante foi incendiado. Em seguida, quatro homens foram estrangulados durante a transferência para outro presídio. Estavam algemados, sob custódia do Estado. Total: 62 pessoas sob responsabilidade do Estado foram mortas dentro das dependências primeiro de um prédio do Estado, depois dentro de um caminhão-cela do Estado. Segundo levantamento da Folha de S. Paulo, quase metade deles não tinha condenação, a maioria era negro e tinha até 35 anos. Quase nenhum havia terminado a escola.

O massacre é atribuído a uma guerra entre as facções do crime organizado Comando Vermelho (CV) e Comando Classe A (CCA). O Conselho Nacional de Justiça classificou as condições do presídio como “péssimas”: com vagas para 163 presos, mais de 300 estavam amontoados no local. O número de agentes penitenciários era muito menor do que o necessário e armas haviam sido encontradas.

Altamira é hoje a segunda cidade mais violenta do Brasil: 133,7 mortes por 100 mil habitantes. Para que se compreenda o que isso significa, vale apontar que o Rio de Janeiro, símbolo internacional de violência, tem 35,6 mortes por 100 mil habitantes. O Brasil é hoje o campeão mundial de letalidade: concentra 14% dos homicídios do planeta. E não é armando a população que vai melhorar, só piorar e isso está provado. .

Peço licença para entrar na sua casa, sentar no seu sofá e contar essa história, que é real, porque percebo que muitos não compreendem a dimensão – e as consequências – do que está acontecendo no Brasil. Parece já não bastar a imagem de cabeças e braços e pernas decepados para que os brasileiros entendam o que está acontecendo no Brasil. Estamos anestesiados. Parece que já não nos impressionamos com cabeças e braços e pernas decepados. Algo aconteceu dentro de nós. Então, me aproximo de vocês, e, se prestarmos atenção, talvez possamos sentir o cheiro podre que desta vez não emana de fora.

Imaginem uma mulher ainda jovem, cabelos pretos e traços que marcam uma ascendência indígena e também negra. Naquele momento, ela ainda não sabe se o seu irmão, de 20 anos, tem todos os membros no lugar. Ela ainda não sabe se a cabeça da pessoa que ama está no mesmo corpo que os braços. Também não sabe se os braços estão perto das pernas. Ou se não é nada disso. Se ele morreu queimado, se o corpo jovem do irmão com quem cresceu é uma massa carbonizada em meio a outros corpos de irmãos, pais, filhos. Pessoas, como eu ou como você.

O desespero toma conta da jovem, que grita. Junto com ela está sua mãe. A mãe do jovem de 20 anos. Jovens como aqueles que narradores de futebol gostam de chamar de “meninos”. Ela gerou e carregou no útero por nove meses aquele que agora ela não sabe se terá que procurar a cabeça ou adivinhar qual é a carne da sua carne em meio à massa de corpos incinerados. Agora respire. Sinta o cheiro de queimado. Carne queimada. O desespero é enorme só de imaginar, aí, do sofá da sua casa. Ela é mãe e não sabe se o último suspiro do filho foi dado na dor excruciante de ter a cabeça decepada ou na dor excruciante de ser asfixiado enquanto o corpo incendiava. Ela não quer, mas não consegue evitar de pensar se ele demorou a morrer, e reza para que tenha sido rápido. Essas eram as dúvidas da mãe naquele momento. E não só desta mãe, mas de todas.Quem é mãe costuma dizer que é a lei natural da vida é que os filhos enterrem os pais, não o contrário. Para as mães de Altamira, não se sabia nem se teriam o que enterrar.

É impossível para o imaginário humano daquelas mães, irmãs, esposas, filhas, é inevitável para mim ou para você, não pensar na dor, da forma de morte, da certeza de que um dos seus morreu no horror. Ouvimos gritos, porque não há palavras para nomear o que essas pessoas estão vivendo. A mãe grita, a irmã grita e grita. Uma outra mulher também, com o rosto arado pelo sofrimento, abraça o corpo da irmã, como se quisesse conter aquele grito que rasga o mundo. Um homem abraça o corpo da mãe, mas ele parece se sentir fraco para conter o grito que emana dela. A essa altura podemos imaginar as imagens. As fotos desse momento não podem ser publicadas.

Ah! Ainda tem isso. Abafar o grito, a dor, esconder o rosto. Elas não podem ter rosto, elas não podem ter nome, elas não podem ter voz. Nem os detalhes da história do jovem assassinado sob a guarda do Estado, no Centro de Recuperação Regional de Altamira, pode ser contada. Se elas forem identificadas pelas facções criminosas, poderão também ter suas cabeças rolando – literalmente – pelas ruas das periferias da cidade. São fantasmas. Fantasmas vivos. Você consegue ao menos ter uma ideia desse pesadelo?

O presidente sem empatia nem responsabilidade. A própria escória , um ser humano vil, se é que ainda resta alguma humanidade ali.

Ao ser questionado sobre o massacre, o antipresidente Jair Bolsonaro respondeu: “Pergunta para as vítimas dos que morreram lá o que eles acham disso. Depois que eles responderem, eu respondo a vocês”

: “Leio no jornal que o nosso presidente está falando que a gente deve perguntar às vítimas dos que morreram. Isso não é resposta, pelo amor de Deus, que um presidente dê a essas famílias. Cada preso tem mãe, tem pai. As mães estão chorando lá”.

O bispo emérito do Xingu, Dom Erwin Kräutler,

Quando quatro presos foram estrangulados durante a transferência, Bolsonaro declarou: “Problemas acontecem”.

Morrer sob a a custódia do estado, ainda mais, de forma desumana são “problemas que acontecem”. Em fevereiro, Bolsonaro emitiu a seguinte nota em solidariedade após o incêndio no CT do Flamengo:

“Nesta manhã, tomamos conhecimento da triste tragédia ocorrida no Centro de Treinamento do Flamengo, vitimando jovens vidas que iniciavam sua caminhada rumo à realização de seus sonhos profissionais. Consternado, o Presidente da República se solidariza com a dor dos familiares neste momento de luto”.

Vocês notaram alguma diferença? Já sei! De um lado, as 10 vítimas eram jogadores, do outro, 62 presidiários. A forma como encaramos aqueles que estão presos expõe nosso preconceito, escárnio e pouca fé. Não há como viver num país com esse nível de violência, em todas as áreas, ainda mais incitada com um sádico no poder, sem ser, também, contaminado e transformado. Se 62 pessoas brancas, de classe média, tivessem sido decapitadas ou carbonizadas ou estranguladas, as reações seriam imensamente maiores. A pressão por mudanças e a eloquência também. Se 62 indígenas tivessem sido decapitados ou carbonizados ou estrangulados, as reações seriam menores. Mas, especialmente pela repercussão internacional, ainda haveria grande visibilidade e pressão. Mas, quando 62 pessoas presas são decapitadas ou carbonizadas ou estranguladas, a reação, a pressão e as providências são muito menores e o clamor se extingue rapidamente. Aqueles que são encarcerados são vistos como restos até por muitos que defendem os direitos humanos. Não no discurso formal, nem na racionalidade do pensamento, mas na forma como a indignação é menos incorporada na ação.

Entre 2000 e 2015, a taxa de assassinatos em Altamira aumentou 1.110%. A violência está diretamente relacionada à construção de Belo Monte. Em 2017, o Atlas da Violência, produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, apontou Altamira como a cidade com mais de 100 mil habitantes mais violenta do Brasil. Neste ano, Altamira “perdeu” o posto para Maracanaú, na região metropolitana de Fortaleza, no Ceará.

O lugar onde a população convive com a miséria, a fome, a violência doméstica, o analfabetismo e a violência. Pessoas que “morrer por engano”. Sofrem acidentes de trânsitos frequentes, os quais é comum amputar pernas ou braços, perdem pedaços do corpo, ferem a carne

. Alcoolismo, fuga da realidade, violência que gera violência. O lugar onde você viu tudo mas, você não viu nada. Não sabe de nada, pois, se souber, não cavam sete palmos no chão, largam o corpo em qualquer vala. Traumas que começam na infância roubada. Do menino da quarta série que ao ser perguntado O que é a Amazônia? Ele não sabe. Aos 9 anos, ele é informado que mora numa cidade na floresta amazônica. Ele nunca esteve na floresta, como nunca tinha estado no rio. Pergunta-se ao menino: qual é o seu país? Ele responde com o nome do bairro onde vive.

Crianças órfãs, com olhos de adulto, rugas embaixo dos olhos, peso nas costas. Crianças que convivem com a morte todos os dias, são crianças que temem morrer e que correm o risco real de morrer a qualquer momento. Crianças para as quais a morte é mais certa do que a vida.

Daniel Teixeira/Estadão Covas abertas para enterrar mortos em massacre de Altamira

Altamira é um retrato do Brasil, mas com cores ainda mais dramáticas e calor extremado, como são as cidades infiltradas nos trópicos. Em 2000, tinha 77 mil habitantes. Hoje, por obra de Belo Monte, inchou para 111 mil. No auge da obra, teve ainda mais gente. É também o município que mais desmata na Amazônia, expondo a relação direta entre violência e destruição da floresta

Uma minoria das crianças vive em boas casas, filhas ou de fazendeiros ou de comerciantes ou de funcionários públicos ou de profissionais liberais. Em geral, são casas com muito vidro blindex, um gosto que chegou junto com a barragem. Essas crianças estudam em escolas privadas e moram com vista para o rio ou pelo menos passeiam na orla. Nas férias, muitas delas vão para a Disney com os pais, com uma parada em Miami, um destino muito apreciado também pelas elites de Altamira. E há uma maioria de crianças abandonada à extrema violência, começando pela falta de acesso a políticas públicas. Se há falta evidente de políticas públicas nas periferias das capitais do Sul e do Sudeste, imagine numa cidade do interior amazônico. É comum crianças alcançarem séries avançadas do ensino fundamental sem ainda estarem totalmente alfabetizadas.

Belo Monte

A usina de Belo Monte foi liberada no final de 2015 sem cumprir as condicionantes básicas, aquelas obrigações que condicionavam a liberação da hidrelétrica. O que era condição, portanto, deixou de condicionar, algo que desafia qualquer ordem lógica. O governo de Dilma Rousseff liberou a usina sem que a empresa tivesse cumprido a totalidade de seus deveres. Apenas mais uma das escandalosas violações que envolveram a construção de Belo Monte. Uma das obrigações da Norte Energia SA era construir o Complexo Penitenciário de Vitória do Xingu, cidade a 48 quilômetros de Altamira, com o objetivo de desafogar as cadeias da região e dar condições mínimas de dignidade aos presos.

Não é novidade que as cidades médias amazônicas são terreno fértil para a mais variada gama de atividades ilícitas, tanto pela exuberância de recursos próximos quanto pela presença de alguma infraestrutura com precária governança. Em Altamira, todos esses aspectos foram turbinados com um empreendimento inviável e dispensável, tocado às pressas e à revelia das melhores práticas de gerenciamento de impactos. Por induzir a ocupação desordenada e falhar em reduzir os impactos que impôs, Belo Monte contribuiu – e muito – com a formação do barril de pólvora que explodiu no final de julho.

A Norte Energia correu para soltar duas notas oficiais nos dias seguintes ao massacre, refutando a relação entre a não entrega do presídio com um massacre de “causas complexas e conjunturais”. Prometeu a entrega do presídio em dois meses, quatro anos após a licença definitiva, assunto que será investigado pelo Ministério Público Federal.

Um arroubo de transparência veio de José de Anchieta, diretor socioambiental da Norte Energia, em 2016, durante uma entrevista no Profissão Repórter. A repórter pergunta: “Se todos os impactos de Belo Monte fossem mitigados e compensados com responsabilidade do consórcio, Belo Monte seria financeiramente viável?” Em bom português: considerando-se que ribeirinhos, indígenas, jovens, vítimas da violência, os idosos que não se sentam mais à porta de casa para conversar – nenhum deles queria a usina –, Belo Monte não deveria arcar com os custos do prejuízo difuso que desencadeou?

A resposta é de um cinismo voraz: “Belo Monte deixaria de ser usina, passaria a ser ‘Ministério da Humanidade’”, disse Anchieta. Estima-se que Belo Monte tenha custado quase R$ 40 bilhões de reais.

Foi massacre, vale repetir. Não foi uma rebelião. Teria sido uma rebelião se os presos tivessem se unido para reivindicar que o Estado cumprisse a Constituição. O que aconteceu no Centro de Recuperação Regional de Altamira foi presos matando outros presos porque o Estado permitiu, por ação ou omissão. E depois permitiu, por ação ou omissão, que outros quatro fossem executados quando estavam algemados a caminho de outro presídio. A barbárie já está anunciada quando se permite que mais de 300 presos sejam encarcerados num prédio que tem espaço para menos da metade deste número. A barbárie já é. Havia dezenas de presos amontoados em contêineres. Tente imaginar o que é estar preso num contêiner, com outros presos, numa cidade em que a temperatura seguidamente passa dos 30 graus e onde a sensação térmica pode chegar a 40 graus. Se isso não é tortura, precisamos rediscutir o que somos nós.

A questão é: que tipo de gente somos nós se achamos que podemos voltar à rotina sem reconhecer e fazer marca da barbárie, depois que 62 seres humanos foram decapitados, carbonizados ou estrangulados e enquanto suas famílias choram os mortos em absoluto desespero? Ressaltar que eram presidiários é uma tentativa cruel de desumanizar as vítimas do estado.

Fontes: El País, The Intercept, Estadão,e G1

e.

.

Festejos de Nossa Senhora de Boa Morte começam a partir desta terça

Tradição secular toma as ruas de Cachoeira

Foto – João Ramos (Bahiatursa)

Por Gustavo Medeiros

A partir desta terça-feira (13), as ruas da cidade de Cachoeira vão estar tomadas pela fé e devoção de uma das mais expressivas manifestações do sincretismo religioso, que atrai turistas de diversas partes do Brasil e do mundo, a Festa da Irmandade da Boa Morte.

Até o próximo sábado (17), a cidade histórica, localizada no Recôncavo, vai vivenciar a manifestação da religiosidade viva, reconhecida nos quatro cantos do planeta.

O evento se inicia com um cortejo, que leva a imagem de Nossa Senhora da Boa Morte, saindo da capela de Nossa Senhora da Ajuda às 18h30 e passando pelos principais pontos da cidade. A programação continua na quarta (14) com uma missa na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário, seguida de uma procissão do enterro de Nossa Senhora da Boa Morte, onde as irmãs usam a vestimenta preta, que cobre parte do rosto.

No dia 15 (quinta-feira), o dia é dedicado à Nossa Senhora da Gloria com alvorada de fogos, missas e procissões. Já nos dias 16 (sexta-feira) e 17 (sábado) o samba de roda dá o ritmo do encerramento do festejo, que se tornou uma tradição, mantida há quase de dois séculos.

Confira a programação

Dia 13 de agosto (terça-feira)
18:30 – Saída do corpo de Nossa Senhora da Boa morte da Capela de Nossa Senhora D’ajuda em procissão pelas ruas da cidade.

Dia 14 de agosto (quarta-feira)
19h – Missa de corpo presente de Nossa Senhora na Capela de Nossa Senhora da Boa Morte.
21h – Procissão do enterro da Nossa Senhora da Boa Morte pelas principais ruas de Cachoeira.

Dia 15 de agosto (quinta-feira)
5h – Alvorada com fogos de artifício
10h – Missa solene da assunção de Nossa Senhora da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário
11h – Procissão festival em homenagem a Nossa Senhora da Glória e posse da comissão organizadora 2019
12h – Valsa e samba de roda no Largo D’ajuda
13h – Almoço das irmãs, convidados e pessoas da comunidade na sede da irmandade.
16h – Samba de roda no Largo D’ajuda

Dia 16 de agosto (sexta-feira)
18h – Suculento cozido seguido de samba de roda no Lardo D’Ajuda

Dia 17 de agosto (sábado)
18h – Caruru seguido de samba de roda e encerramento da Festa 2019.

Fonte – I Bahia e G1

Flipelô e Exporural movimentam o final de semana

Eventos prometem grande presença de público

Por Gustavo Medeiros

O Final de Semana do Dia dos Pais será movimentado em Salvador. Entre os eventos que acontecem na capital estão a Flipelô e a Exporural, que devem receber uma boa media de publico.

Acontecendo desde a última quinta-feira (08), a Festa Literária Internacional do Pelourinho já está na sua 3ª edição e reune autores de vários países e amantes da literatura em uma vasta programação cultural até este domingo (11) .(acompanhe a programação aqui)

Foto: João Souza/G1

Em sua 20ª edição, a FENAGRO começou neste sábado (10) e vai contar com exposição de animais, show infantil, parques, passeios em pôneis e charretes, desfile de bois adestrados, feira de artesanato e praça gastronômica.Especialmente no domingo (11), o evento vai contar com a apresentação do personagem Ed Banana.

Foto- Grande Bahia

Bahia apresenta aumento nos casos de feminicidio

Dados da secretária da Segurança Pública aponta aumento em 17% nos primeiros seis meses do ano

Foto : BNews

Por Gustavo Medeiros

Apesar dos dados oficiais,apresentados nesta sexta-feira (09),apontarem uma forte redução nos casos de violência na Bahia, as ocorrências ligadas ao feminicidio cresceram 17 % no primeiro semestre deste ano.

Comparado com o mesmo período do ano passado, foram registrados mais de 70 casos em 2018 e 49 até junho deste ano. A variação no número de ocorrências foi sentida no interior do estado, onde as situações saltaram de 37 para 42. Só em Salvador, foram apenas cinco casos registrados.

Durante a coletiva que apresentou os dados, o secretário de Segurança Pública (SSP- BA),Maurício Barbosa,afirmou que deverá reforçar à Segurança Pública a prevenção e as rondas no sentido de evitar que casos como esse não aconteça.

Ele ainda citou a Ronda Maria da Penha, que atualmente cobre 16 municípios, como mecanismo de prevenção as ações de feminicidio, crime de ódio baseado no gênero ou motivado, em boa parte dos casos, por violência domestica.

Imagem – Tv Bahia

Ronda Maria da Penha

Dedicado a combater a violência contra a mulher e o feminicidio, em 2019 o projeto da Ronda Maria da Penha vai ganhar mais quatro novas unidades nas cidades de Irecê, Cruz das Almas, Entre Rios e Jequié. A confirmação foi feita pelo secretário de Segurança Pública, Mauricio Barbosa, ainda na coletiva onde foi apresentado os dados da pasta.

A implantação das unidades nos quatro municípios tem como objetivo dar suporte as mulheres vitimas da violência, acompanhadas por equipes da Policia Militar, enquanto esperam pelo julgamento dos casos. Segundo Barbosa, a iniciativa mostra o interesse em evitar que mais casos de violência ocorram.

Fonte – Correio da Bahia, Metro 1 e Bahia Noticias

Ministro do STF manda soltar Elias Maluco

Habeas corpus será concedido se não houver outros mandados de prisão

Por Juliana Barbosa

Foto: Reprodução/TV Globo

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio decidiu nesta sexta-feir conceder liberdade ao traficante Elias Pereira da Silva, conhecido como  Elias Maluco, condenado pelo assassinato do jornalista Tim Lopes em 2002.

Elias Maluco foi condenado em 2005 a 28 anos e seis meses pelo assassinato do jornalista Tim Lopes, morto em 2002.

 O traficante permanecerá preso: a decisão estabelece que ele só poderá ser solto se não houver outras ordens de prisão em vigor.

Elias Maluco responde a outros processos na Justiça. Ao todo, na Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Rio há cinco processos ativos contra Elias Maluco, totalizando mais de 59 anos de prisão de pena. Atualmente, Elias está no presídio de Catanduvas, no Paraná.

Em 2013, foi sentenciado a mais 10 anos, sete meses e 15 dias de prisão, desta vez pelo crime de lavagem de dinheiro. A mulher e a sogra dele também foram condenadas pelo mesmo crime.

Desde então, Elias Maluco ficou em presídios federais de segurança máxima.

Tim Lopes

Reprodução/Globo

Elias Maluco foi preso no dia 19 de setembro de 2002. Ele foi condenado pelo assassinato do jornalista Tim Lopes, morto em junho daquele ano enquanto fazia uma reportagem sobre abuso de menores em um baile funk da favela Cruzeiro.

O traficante ficou conhecido pelos métodos bárbaros com que matava pessoas.

O corpo de Tim Lopes foi carbonizado numa fogueira de pneus conhecida como micro-ondas e só pôde ser reconhecido após exame de DNA. Outras seis pessoas foram condenadas por participação no crime.

Em maio de 2019, segundo informações do andamento processual do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, processo foi arquivado definitivamente em razão do trânsito em julgado (quando não há mais recursos).

Elias Maluco também possui uma condenação por lavagem de dinheiro em 2013.

No ano passado, o juiz Alfredo José Marinho Neto, da 1ª Vara Criminal de Madureira negou um pedido de relaxamento de prisão feito pela defesa do traficante. A requisição foi feita relativa à acusação de que Elias domina a venda de gás e a exploração de transporte alternativo em regiões da Baixada Fluminense.

Na ocasião, foi analisada denúncia feita pelo Ministério Público estadual, que argumentava que Elias ainda comandava uma das principais facções criminosas do Rio.

Fontes: G1, Agência Brasil, Bahia.Ba, BNews

Pílula química

Flúor e a Teoria da Conspiração: é de cair os dentes, digo, o queixo.

Por Hélio Messeder

(Wendell Araujo/Mundo Estranho)

Estava indo para o trabalho um dia desses e o motorista do Uber puxou conversa. Falava empolgado que, além de motorista, ele trabalhava vendendo pasta sem flúor e colchão quântico alinhador de spins. Enquanto dirigia, me explicava empolgado sobre os benefícios do colchão e da pasta de dente feita de babosa. Sem respirar, me contou que o flúor era colocado nas pastas de dente e na água por um governo que gostaria de controlar nossas mentes e que o flúor seria responsável por calcificar a glândula pineal impedindo a gente de pensar e se conectar com a nossa espiritualidade.  Aquele argumento não era novidade, já tinha visto em alguns debates na internet e até alguns médicos falando que o flúor seria algo tóxico, pois esse gás era subproduto das industrias e foi colocado na água como forma de se livrar da substância residual do mal. Já vi textos de Whatsapp que apontam que os problemas de tireoide seriam devido ao flúor que está, na tabela periódica, na mesma família do iodo e o substitui causando problemas que nenhum médico é capaz de prever. Substituindo a pasta de dente, o pessoal sugere o uso de açafrão, aloe vera, óleo de coco, argila e outras muitas coisas que transformam a boca numa cozinha do Master Chef amadores. Mas antes de sair por aí trocando a pasta de dente por urucum quântico do himalaia, vamos ouvir o que a ciência tem a dizer sobre isso.

Internet

         A primeira coisa que precisamos ter claro é que o flúor da pasta de dente não é o gás flúor (F2) que é tóxico e corrosivo. O que temos na pasta são compostos de flúor (Fluoreto de sódio, fluoreto de estanho, monofluorfsfato de sódio).  Se tem uma coisa que a ciência química nos ensina é que a forma que um elemento aparece em alguma substância muda todas as suas propriedades. Assim, podemos afirmar, sem sombra de dúvida, que o flúor da pasta de dente      (que e aparece como íons fluoreto) não parece em nada, em termos de propriedades, com o gás flúor ( substância formada pela molécula de F2). Assim, fique tranquilo, o flúor da sua pasta não vai te corroer por dentro ou fazer você morrer.

       Outro ponto importante é saber que os íons fluoreto quando incorporados na água e na pasta de dente ajudam a minimizar o processo de desmineralização do dente. A incorporação dos íons flúor forma a fluorpatita que misturada com a hidroxipatita já presente nos dentes deixa o esmalte dental (pode falar assim?) mais resistente. Dentes mais fortes, como nos ensinou a fatídica propaganda dental, não entram cáries.

       Todas as pesquisas apontam que não há nenhum perigo em usar sais de flúor na água e na pasta de dente, principalmente porque a quantidade desses sais é muito pequena e não acumulativa no organismo.  O flúor não pode calcificar a glândula pineal, pois quem calcifica é o cálcio (rsrs)  e também pois não há evidencia de formação de nenhum sal solúvel nessa glândula e nem influencia na tireoide

     O excesso de flúor pode causar fluorose. Essa doença causa manchas esbranquiçadas nos dentes e acontece se água estiver com muito sais de flúor ou se você comer muita pasta de dente (por isso presente em crianças). Se você estiver pretendendo trocar a manteiga do café da manhã por pasta de dente, talvez seu dente fique um pouco amarelado.

        E as receitas naturais de pasta de dente? De fato, sua efetividade precisa ser estudada, mas eu fico com o conselho que minha mãe me deu na infância: nem tudo é para colocar na boca. Escove os dentes direitinho com pasta de dente, passe o fio dental e use açafrão como tempero.

 Eu dei 5 estrelas para o motorista do Uber. Para a teoria da conspiração com flúor, eu daria 1 estrela, ou melhor, eu acho que ela nem merece ser avaliada e precisa ser denunciada e banida de qualquer aplicativo de transporte ou de comunicação.

Referências:

RAMIRES, Irene; BUZALAF, Marília Afonso Rabelo. A fluoretação da água de abastecimento público e seus benefícios no controle da cárie dentária: cinqüenta anos no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 12, p. 1057-1065, 2007.

CURY, Jaime Aparecido. Uso do flúor e controle da cárie como doença. In: Odontologia restauradora: fundamentos e possibilidades. 2002. p. 31-68.

SILVA, Roberto R. et al. A química e a conservação dos dentes. Química Nova na Escola, v. 13, p. 3-8, 2001.

STORGATTO, Greyce A. et al. A Química na Odontologia. Química Nova na Escola, v. 39, n. 1, p. 4-11, 2017.https://super.abril.com.br/saude/estudo-mostra-que-fluor-da-pasta-de-dentes-e-sim-essencial-contra-carie/

Baiana faz história em Lima e conquista primeiro ouro do boxe feminino nos Jogos Pan-americanos

Beatriz Ferreira venceu a argentina Dayana Sanchez na categoria até 60 kg

Foto- Jonne Roriz/COB

Por Gustavo Medeiros

Após a grande conquista de Isaquias Queiroz na canoagem , a atleta baiana Beatriz Ferreira subiu ao podium neste sábado (03) em Lima. A atleta conquistou a primeira medalha de ouro do Brasil no boxe feminino em edição dos Jogos Panamericanos, ao derrotar a argentina Dayana Sanchez na categoria até 60 kg.

Além disso, Beatriz foi a unica a vencer as disputas decisivas no boxe. Nas outras três lutas, os pugilistas Hebert Souza, Keno Maciel e Jucielen Romeu levaram a prata. Após a luta, a boxeadora fala da importante conquista que entrou para a história do esporte brasileiro.

“Estar aqui no Pan já foi um sonho. E ter conseguido o objetivo, que era a medalha de ouro, me deixa mais feliz ainda”.

Conheça mais sobre a trajetória de Beatriz Santos

Fonte – UOL

Bahia testa tratamento avançado contra a leishmaniose

Testes estão sendo realizados na cidade de Presidente Tancredo Neves

Foto- Marcello Casal jr/Agência Brasil

Por Gustavo Medeiros

O Centro de Referência em Leishmaniose Dr. Jackson Maurício Lopes Costa, na cidade de Presidente Tancredo Neves, está testando um novo tratamento contra a doença,que é causada por parasitas do gênero leishmânia, transmitida por meio da picada de insetos.

A terceira fase dos testes , que será realizada em parceria com o Hospital Universitário Julio Muller,começa no próximo ano e contará om atuação conjunta de laboratórios da Bolívia e da Colômbia. O projeto foi desenvolvido com a participação de 130 pacientes portadores da leishmaniose cutânea, uma infecção na pele causada por um parasita unicelular.

A finalidade consiste em combinar uma sessão unica de terapia de calor a 50 graus durante um período de 21 dias. Os pesquisadores utilizarão um comprimido do medicamento Miltefosina, usado frequentemente nos tratamentos de leishimaniose e das infecções por amebas.de vida livre. Os resultados iniciais mostraram uma perspectiva de 80% de cura.

O programa faz parte da iniciativa Medicamentos para Doenças Negligenciadas (DNDi),uma organização sem fins lucrativos de pesquisa e desenvolvimento de remédios.

Fonte- Agência Brasil

O Poder Simbólico de um Lula Livre

Mesmo preso, petista mobilizou massas e se mostrou um fenómeno político mundial

Foto – Rodolfo Buhrer/Reuters

Por Gustavo Medeiros

Depois de 580 dias preso em uma sala especial no prédio da Superintendência da Policia Federal (PF) em Curitiba, o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva foi solto no final da tarde da última sexta-feira (08). E foi recebido nos braços da militância, que montou um acampamento na frente do local onde Lula esteve preso por incansáveis 20 meses.

O petista foi beneficiado por uma decisão dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que, por seis votos a cinco, derrubaram a medida da prisão em segunda instancia, beneficiando também outros 4900 presos, salvo exceções extremas como o ex-deputado Eduardo Cunha (MDB) e o ex-governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral (MDB).

Na saída da PF, Lula foi direto a um palanque montado. Assistido por uma platéia de seguidores, que estavam acampados no local, o ex-presidente discursou e não poupou críticas ao Ministério Público, à Rede Globo e ao atual presidente, que recomendou aos ministros não comentar sobre a decisão do STF. Era o velho Lula de sempre, que também apresentou a sua “nova companheira” Janja à plateia atônita e apreensiva

Os efeitos da decisão proferida pelo Supremo, que beneficiou Lula, foi repercutido pela imprensa em várias partes do mundo e nas redes sociais, com grandes apoios solidários dados por famosos e autoridades de outras partes do mundo.

O Fenómeno

Foto Ricardo Stuckert

Ao chegar em São Bernardo neste sábado (09), Lula foi recebido por uma grande multidão que tomava as dependências do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC em São Bernardo do Campo (SP). Estava ansioso para falar com o povo, discursar para os seus seguidores e quando o fez, não poupou palavras para direcionar suas críticas a Sérgio Moro e Deltan Dallagnol, Bolsonaro e aos veículos da grande mídia como a Rede Globo de Televisão.

Depois de muito tempo preso e recebendo o carinho de quem estava mobilizado em Curitiba, Lula matou as saudades de quem nunca o abandonou nestes mais de 500 dias e conclamou as pessoas para lutarem lembrando dos protestos no Chile e na Bolívia,bem como da eleição de Alberto Fernandez na Argentina, a quem retribuiu o apoio.