A Feira

Que tal uma língua preênsil de meio metro?

Por Paulo Leandro

O que você faria se tivesse uma língua de meio metro?

Uma língua bem escura, forte e ainda por cima, com capacidade de fixar aquilo que alcançasse para trazer com segurança à boca?

É o que chamamos de língua preênsil, dicionarizada como algo capaz de prender, segurar, envolver, puxar com segurança, difícil de desgrudar…

Você pode até ter fantasiado algo bem interessante, mas entenda que zoofilia é crime e a girafa não merece ser forçada a fazer o que não deseja.

A língua preênsil da girafa é um dos aspectos não visíveis que a fazem muito, mas muuuuuito diferente de qualquer outro animal.

Quem pensa que é só aquele pescoção invocado que a leva às alturas para comer suas guloseimas, pode ter minimizado demais o poder encantador que tem este bicho criado por Epimeteu enquanto Prometeu estava distraído.

O grande inimigo – o leão – é indeciso o suficiente para não ter certeza se aquilo comprido é uma árvore ou sua deliciosa presa.

Isso quando está a distancia ou a chegada da deusa Selene enquanto o deus Hélio descansa, torna a savana mais escurinha, como quando desligamos o abajur nas noites de festa.

E será que você que está lendo conseguiria correr 50 quilômetros e meio se suas pernas medissem 2 metros e meio?

Podem jurar que a girafa não tem esta inteligência toda, mas desafio qualquer um da espécie humana a desdenhar de seu jeito aparentemente desengonçado de correr.

A girafa corre toda estranha: primeiro move as patas de um lado, depois as do outro, alternadamente. Difícil de descrever quanto mais de entender, mas o certo é que são passadas rápidas, correndo assim, lateralmente, como ninguém mais corre.

Uma girafa pode pesar meia tonelada e se for uma daquelas bem invocadas, pode até matar um leão com uma patada.

Mas, geralmente, este ser é dócil e tranquilo, se não mexer com ela, não será ela a tomar a iniciativa de agredir nem uma fomiga.

A girafa é daqueles seres iluminados que seguem o lema ‘viva e deixe viver’. A viagem da vida dela é comer folhinhas do alto de seus 6 metros, equivalente a sua invejável altura.

O problema da girafa é quando precisa beber água porque tem de abaixar todo o pescoção e aí, se tiver algum leão esperto na área, já foi.

O único primo da girafa é o ocápi, que é muito mais modesto em tudo, menos na língua de meio metro, que ele curte ficar passando nas orelhas, talvez como uma auto-satisfação.

Quando for dar a língua pra alguém, seja por mal criação ou prazer de alegrar, você pode pensar: ah, como seria bom ser uma girafa, ao menos por uma noite…

FINAL

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s