A Feira

700 quilos de mansidão

Por Paulo Leandro

O corpo humano, mesmo  baixinho ou um pouco mais magro, já é meio difícil de movimentar, quando a gente está meio cansado ou com preguiça,  imagina para quem tem dois metros de altura por três de largura, mais ou menos?

Pois o iaque, que vive em regiões geladas do Tibet e da China, tem de se acostumar como ele é para ser feliz. E nem demonstra quando está alegre porque nunca dá uma risadinha.

Bicho pouco associativo, tem o condão de evitar andar em manada e prefere fazer seu próprio caminho.

E se formos falar daquele pelo todo, parecendo dez casacos de madame um em cima do outro?

O mais curioso desta reflexão sobre como é o iaque está no seu temperamento.

Difícil encontrar um bicho mais medroso! Vamos chamar de tímido para ficar correto do ponto de vista psicológico, vai que é tudo uma ilusão e ele consegue acessar este texto pra dar uma lidinha no seu tablet conectado com o mundo. Pode não gostar.

Então, tímido, vai! Com este tamanhão todo, a carona enfezada cheia dos chifres espaçados, o iaque renuncia a qualquer briga e prefere dar no pé que encarar algum duelo.

Talvez ele não veja sentido nenhum na guerra e curta mesmo a paz e o amor, apesar de tanto armamento e proteção no couro grosso e peludão. 

Podia muito bem ser um tipo belicoso, mas não: prefere o entendimento e a autodeterminação dos animais.

Como é que pode um bicho meio touro meio tapete ser tão frouxo?

Precisava urgentemente de uma boa terapa, de duas vezes por semana, podia ser até gestalt, que funcionou bem com duas amigas minhas.

Para poder se ver melhor, saber de seu potencial, de sua força, vocês precisam ver o tamanho do diâmetro dos cascos e a rigidez destes equipamentos.

Bateu na fuça de um ordinário desse que curte arma e fuzil, era caixão e vela.

Mas, nada. O iaque simplesmente se vê passarinho, borboleta ou no máximo, um cachorrinho do gelo.

Não tem quem faça ele entender que é forte, poderoso e pode também ser mau.

Só tem um momento da vida que faz o iaque largar de ser besta e parar de ficar comendo as ervinhas que ele tanto aprecia.

É se mexerem com os filhinhos dele. Aí, ele recupera toda sua bestialidade de fera e espanta quem quiser que apareça pra perturbar sua prole.

Tem um momento lindo que é quando tem tempestade de neve e os iaques amigos mais coroas fazem um círculo e botam os iaquinhos no centro para proteger da nevasca.

Aliás, eu disse um, mas são dois momentos que o iaque é mais iaque e ambos envolvem família e relacionamentos sérios, probleminhas que não são privilégios de nós, humanos.

Você que está lendo, pesa quanto? Já pensou coordenar 700 quilos duelando por uma fêmea?

Quase esqueço de dizer que este bicho geralmente pacato não guenta sentir aquele cheirinho inebriante de mulherrrrrr para sair completamente do sério.

E eles ficam mesmo apaixonados, loucos por dar aquela bela montada, tanto que até se ferem gravemente em duelos de muita sofrência, emitindo em altos brados todo seu amor incontido.

Amam  e sangram de verdade por amor quando batem chifre com chifre diante do outro pretendente, candidatos em um concurso quase mortal pelo delicioso encaixe.

A fêmea fica só de boa, lubrificada e meiga, esperando o vencedor para dar aquele playmobil de preservação da espécie.

Se você vir um iaque por aí, mantenha-se calmo, basta passar por ele, pode ser bem de juntinho, só não mexa com a criança, se ele estiver indo levar o bebê pra escolinha no meio das montanhas de neve e jamais, mas jamais mesmo, mexa com a mulher do iaque, que ele é todo ciumento e mata e morre por aquele pedaço de carne macia.

De resto, voc~e pode até pedir um pouquinho da ervinha que ele tanto curte que ele é capaz de dividir com você, pois só briga por dois motivos sérios: os herdeiros e o grande amor de sua vida. 

FINAL

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s