Pílulas de Química

Por Hélio Messeder

Reprodução: internet

Com ou sem glúten?

Indo a loja de produtos “saudáveis” não raro eu costumo ver escrito em quase todos os pacotes: “Sem glúten” ou na versão mais gourmetizada: “Glúten Free”. A farinha de trigo branca (rica em glúten) é vilanizada e, pelo modo que tenho visto, certamente apresenta poderes piores que o de Thanos e do Rei da noite juntos. O Glúten seria a Nazaré Tedesco das comidas. A Paola Bracho das dietas. Evitar o glúten deixaria você magro e saudável. Mas sabemos mesmo o que é o glúten? O glúten é uma rede proteica composta por gliadina e a gluteína que formam uma mistura viscosa ao absorver água. O glúten está presente no trigo, no centeio, na cevada às vezes na aveia (quando cultivada/processada perto de plantações de trigo). Essa rede garante a elasticidade de diversos alimentos, como por exemplo o pão, o macarrão e os diversos bolos. O objetivo do padeiro ao sovar a massa é fazer redes de glúten capazes de aprisionar o CO2 liberado e fazer a massa crescer. O glúten é a cola capaz de dar maciez e elasticidade aos diversos tipos de massas/pães/biscoitos presentes na nossa dieta.

É importante destacar que o glúten não é uma substância fabricada pela indústria para acabar com sua saúde, como por vezes circulam nas corretes de Whatsapp, sua matéria prima já está presente nos grãos. Mas e o glúten faz mal mesmo? Uma dieta restrita em glúten emagrece? Não há nenhum estudo que afirme que sujeitos saudáveis experimentem qualquer benefício de uma dieta livre de glúten. Claro que há pessoas que são portadores da doença celíaca e sofrem inflamação intestinal com a presença do glúten, há também pessoas que, apesar de não serem celíacas, sofrem com alguma sensibilidade ao glúten, assim não há duvidas que esses grupos devem evitar e/ou suspender o glúten com orientação médica. No entanto, isso não vale para a população em geral.

Quanto ao emagrecimento, dietas livres de glúten podem emagrecer, mas não por conta do glúten. Pense comigo: Se você tira pão, bolo, massa, biscoito da sua dieta e diminui assim a ingestão de carboidratos, não é provável que você perca peso? Ou seja, não é tirar o glúten que te emagrece é a redução de carboidratos. O glúten levando fama sem deitar na cama A compreensão sobre o que estamos falando/fazendo ajuda bastante na hora de fazemos nossas escolhas e eu não estou falando isso apenas para o glúten! Se você tiver um tema que você gostaria que a pílula tratasse deixa nos comentários. Curta e compartilha nossa página.

Não esquecemos a pílula sobre pimenta! Na próxima semana vamos apimentar isso aqui, Taokay?

Referência:

http://sban.cloudpainel.com.br/…/DeclaraAAo-de-Posicionamen… – acessado em 21/02/18

WOLKE, Robert L. O que Einstein disse a seu cozinheiro: A ciência na cozinha (inclui receitas). Zahar, 2002.

DA COSTA, Maria das Graças et al. Qualidade tecnológica de grãos e farinhas de trigo nacionais e importados. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 28, n. 1, 2008.

SCHEUER, Patrícia Matos et al. Trigo: características e utilização na panificação. Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, v. 13, n. 2, p. 211-222, 2011.

https://saude.abril.com.br/…/10-perguntas-sobre-o-gluten-e…/ https://www.significados.com.br/gluten/

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s