Associação responsável por greve da PM corre risco de ser extinta

Ministério Público deflagrou operação de busca e apreensão na entidade

Foto- Metro 1

O procurador de Justiça, Geder Gomes, declarou para a imprensa, durante entrevista concedida na última quarta-feira (16) que a ASPRA corre risco de extinção, caso haja a comprovação de desvio de finalidade. A declaração foi dada depois da operação deflagrada pelo Ministério Público (MP-BA) na sede da entidade,responsável pela greve da PM.

A interdição, segundo o procurador, é por tempo indeterminado e os seus integrantes estão proibidos de praticar atos em nome da associação, sob pena de cometer crime de desobediência e outras condutas consideradas ilegais previstas em lei.

No entanto, não foi detalhada ainda quais serão os desvios de finalidade que serão apurados pelo MP, que,provavelmente, buscará a responsabilização dos culpados pelas ilegalidades, caso seja confirmada.

Uso de benefícios

Na operação, deflagrada pelo Ministério Público (em parceria com a Secretária de Segurança Pública – SSP), foram encontrados tickets de combustíveis e chips de uso da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). Segundo informações, policiais civis encontraram também um veiculo, que pertence a ALBA, com dinheiro em espécie.

O secretário Mauricio Barbosa declarou que ainda não é possível apontar qualquer irregularidade e que o fato deve ser apurado pela assembleia.

Fonte- Metro 1 e Bahia.ba

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s