Assassino de Moa do Katendê é condenado a 22 anos de prisão

Paulo Sérgio Ferreira de Santana vai cumprir pena em regime fechado

Foto: Marina Silva/Arquivo CORREIO

Por Gustavo Medeiros

Autor confesso do assassino de Moa do Katendê, o barbeiro Paulo Sérgio Ferreira de Santana foi condenado a 22 anos de prisão em regime fechado. O julgamento aconteceu no Fórum Ruy Barbosa durante esta quinta-feira (21).

Após o resultado do primeiro turno das eleições no ano passado, o mestre de capoeira foi morto a facadas por Paulo Sérgio,depois de uma discussão em um bar no Dique do Tororó.

Pelo assassinato, o barbeiro pegou 17 anos e cinco meses por homicídio duplamente qualificado,além de mais quatro anos por tentativa de homicídio ao primo do capoeirista, Germino do Amor Divino.A defesa de Paulo Sérgio disse que vão recorrer da decisão.

O júri aceitou a tese da acusação de que houve um homicídio. De acordo com a promotoria,boa parte dos ferimentos foram encontrados no pescoço e no tórax de Moa.

Fonte – Correio da Bahia

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s