Cerca de quatro milhões de trabalhadores com ensino superior não ocupam cargos de alta qualificação

Dados de uma consultoria mostram que a taxa de desemprego entre este público é de 6%

Foto: Amanda Perobelli/Reuters

Por Gustavo Medeiros

Levantamento feito pela consultoria iDados, com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) mostra que cerca de quatro milhões de brasileiros que concluíram a faculdade não encontram uma profissão que exija Ensino Superior completo.

Entre este público, a taxa de desemprego chega a 6%, o que mostra a dificuldade que mercado de trabalho tem para absorver essa mão de obra com trabalhos adequados a qualificação. O numero de trabalhadores com faculdade supera a quantidade de vagas disponíveis desde o primeiro trimestre de 2014.

Fonte – Metro 1 e G1

Jéssica Senra vai participar do rodízio de sábado do JN

Novidade entrará no ar a partir de janeiro

Foto-Divulgação

Por Gustavo Medeiros

Enfim uma presença baiana na bancada do principal jornal do horário nobre. A jornalista Jéssica Senta fará parte do rodízio fixo de plantonistas do Jornal Nacional durante os sábados.

Além de Jéssica, integração a equipe contará com os jornalistas Márcio Bonfim, que também cobrirá as férias de Tadeu Schimidt no Fantástico, e Aline Aguiar, que já participa do Bom Dia Brasil. A novidade vai entrar no ar a partir de janeiro.

A participação de Jéssica no JN em setembro ganhou uma grande repercussão entre os internautas mas redes sociais, o que lhe rendeu a vaga para apresentar o telejornal aos sábados. O seu desempenho na bancada chamou a atenção do colunista Chico Barney, que já apontava a apresentadora do Bahia Meio Dia para assumir uma grande atração da Globo.

Jéssica também faz sucesso nas redes sociais. Seus vídeos com opiniões fortes sobre temas como feminicidio e racismo ganharam a grande rede e se tornaram virais em pouco tempo.

Confira a primeira aparição de Jéssica Senra no Jornal Nacional.

Fonte – Metrô 1 e Correio da Bahia

ONU e OEA podem intervir na investigação das mortes em Paraisópolis

Entidades ligadas a causa de Direitos Humanos pedem auxilio aos órgãos internacionais para apurar casos de abuso policial na ação da PM

Nove jovens foram mortos na ação da Policia Militar em Paraisópolis. Imagem – Reprodução

Por Gustavo Medeiros

A ONU (Organização das Nações Unidas) e a OEA (Organização dos Estados Americanos) podem ser contactadas para apurar situações de abuso policial na ação que resultou na morte de nove jovens na comunidade de Paraisópolis, durante um baile funk na madrugada do último domingo (1º). O pedido será feito por entidades ligadas a luta por Direitos Humanos.

Alguns deputados na Assembleia Legislativa de São Paulo pedem esclarecimentos por parte do secretário de Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos, e pelo comandante da PM, Marcelo Vieira Salles. O procurador-geral de justiça, Gianpaolo Smanio, designou uma promotora para acompanhar a investigação.

Para os representantes da Associação de Moradores de Paraisópolis, a situação é de descaso por parte dos governos estadual e municipal. “Se fosse em bairro rico, teriam vindo até vestido de bombeiro”, lamenta Gilson Rodrigues, um dos presidentes.

Afastado

Imagens feitas mostram a truculência dos policiais. Foto- Reprodução

O policial militar que aparece, em uma imagem, agredindo jovens com uma barra de ferro foi afastado das atividades de rua nesta terça-feira (03). Um inquérito de abuso de autoridades foi instaurado para investigar a conduta do agente. Outros seis estão afastados dos serviços operacionais.A PM afirma que as imagens, que foram divulgadas, são do dia 19 de outubro e não do último domingo.

Entretanto, um adolescente, que participou do baile funk, rebateu a corporação. Ao ver a gravação, o jovem confirmou que as imagens são do evento que aconteceu no último final de semana em Paraisópolis.

Fonte – Bahia.ba e Agora São Paulo

Governo cria PL que flexibiliza Lei de Cotas para profissionais com deficiência

Medida desobriga as empresas a contratarem pessoas com algum tipo de necessidade especial

Foto – Agência Brasil

Por Gustavo Medeiros

O governo federal encaminhou ao Congresso um projeto de lei que tem por finalidade flexibilizar a política de cotas para as Pessoas Com Deficiência (PCD) no mercado de trabalho. O texto permite que o empregador faça a substituição pelo pagamento de um valor correspondente a dois salários mínimos mensais.

O PL 6195/19 propõe a criação de um fundo gerenciado pelo próprio governo e aplicado no programa de reabilitação física e profissional. A criação desta política já estava prevista na MP 905, que criou o programa verde e amarelo de estímulo ao emprego.

Na Câmara dos Deputados, uma reunião foi marcada para esta terça (03) para tirar a urgência da pauta. Durante o dia, entidades em defesa das Pessoas Com Deficiência vão se mobilizar em todo o país para marcar protestos contra a medida do governo atual.

Segundo a vice-presidente da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência e Idosos (Ampid), Maria Aparecida Gurgel, o PL 6195/19 desconfigura toda a ação afirmativa que é a reserva de cargos.

Em nota, a própria Ampid diz que a medida viola a Convenção Internacional das Pessoas Com Deficiência, da qual o Brasil é signatário.

Saiba mais sobre a lei que está tramitando no Congresso

Fonte – Metro 1 e Revista Fórum

Meninas do Bahia goleiam e conquistam Campeonato Baiano

Bahia vence o Juventude de Belo Campo por 5 a 1 na Arena Fonte Nova

Foto – ASCOM/E C Bahia

Por Gustavo Medeiros

A equipe de Futebol Feminino do Esporte Clube Bahia conquistou o Campeonato Baiano da categoria ao vencer o Juventude de Belo Campo por 5 a 1 na tarde deste sábado (30) , na Arena Fonte Nova, confirmando a vantagem conquistada na partida de ida, quando tricolor venceu o time do interior por 3 a 1.

Os gols que deram o título do Baianão para as “Meninas de Aço” foram anotados por Anny, Gadú, Fabi (2) e Helen. Após o título, o primeiro do clube na categoria, as atletas do técnico Igor Morena vão focar na preparação para o Campeonato Brasileiro A2, após se desfazer da parceria com o Lusaca, equipe da cidade de Dias D’Ávila.

A equipe campeã contou também com a artilheira do campeonato e com a goleira que tomou menos gols na competição.

Campeãs Invictas

A campanha do Bahia no Campeonato Baiano de Futebol Feminino foi perfeita. Após a eliminação no Campeonato Brasileiro A2 e fim da parceira com o Lusaca, as “Meninas de Aço” venceram todos os jogos que disputou. Foram nove vitórias em nove jogos com 44 gols feitos e apenas dois sofridos, uma marca impressionante para a equipe que foi recém montada.

Entidades denunciam Bolsonaro por incitação a ataques aos indigenas

Denuncia foi feita por dois órgãos de direitos humanos ao Tribunal Penal Internacional

Foto- Reprodução/Internet

Por Gustavo Medeiros

O atual presidente da república foi denunciado no Tribunal Penal Internacional (TPI) em Haia, na Holanda. A denuncia foi feita pelo Coletivo de Advocacia em Direitos Humanos (CADHu) e Comissão Arns, formada por personalidades de diversos setores da sociedade.

Na peça, os grupos acusam o atual chefe do executivo de “incitar o genocídio e promover ataques sistemáticos contra indígenas” por meio de medidas e declarações dadas em meios públicos. A representação já foi levada à corte de Haia, que poderá julgar a hipótese de abrir uma investigação.

Em nota, as duas entidades destacaram que “chefes de Estado e de governo têm, perante o direito internacional, o dever de coibir crimes e proteger as populações vulneráveis.”. Além dos ataques aos povos indígenas, os grupos alegam que Jair Bolsonaro se omitiu diante dos recentes crimes ambientais na Amazônia, que foram responsáveis pela primeira crise diplomática do atual governo.

O CADHu e a Comissão Arns também explicaram que denuncias desse tipo não possuem validade, ou seja, não prescrevem.

Fonte – Bahia.ba e UOL

CODESAL registrou 365 ocorrências por conta das chuvas

Cabula e Tancredo Neves são os bairros com maior numero de ocorrências

Foto – Bahia.ba

Por Gustavo Medeiros

A CODESAL já registrou 365 ocorrências entre a meia-noite até às 18h50 em toda a cidade, devido as fortes chuvas que caíram durante toda a terça-feira (26). Entre os registros estão 115 deslizamentos de terra, 123 imóveis alagados, 30 ameaças de deslizamento,31 ameaças de desabamento, 16 desabamentos de muro e 16 desabamentos parciais.

Entre as regiões maior numero de ocorrências registradas estão cabula e Tancredo Neves com 85 casos. A Defesa Civil informa que para casos de ameaças ou emergências o telefone é o 199. O órgão vai permanecer 24 horas de plantão.

Fonte- Bahia.ba