Ação exibe filmes indicados ao Oscar com preços promocionais

Sessões acontecerão nos shoppings da Bahia, Barra e Paralela

Imagem- Divulgação

Por Gustavo Medeiros

Às vésperas da cerimônia de premiação do Oscar, os cinemas de Salvador estão realizando uma ação que pretende divulgar os principais filmes que concorrem a estatueta este ano em sessões especiais. O público terá a oportunidade de ver produções que não estão mais em cartaz como “Coringa” e “Era Uma Vez em Holywood”.


As sessões, que serão realizadas nas salas de cinema dos shoppings da Bahia, Barra e Paralela, começam nesta quinta (06) e vai até a sexta-feira (07). A ação é da rede UCI Oriente, que estabeleceu venda de ingressos a preços promocionais: R$15 (inteira) e R$ 7,50 (meia).

Confira a programação

Quinta-feira (6):
1917 – 14h20
Ford vs Ferrari – 15h
Adoráveis Mulheres – 16h55
Jojo Rabbit – 18h05
Coringa – 19h45
Parasita – 20h30
Era Uma Vez Em Hollywood – 22h20


Sexta-feira (7):
Era Uma Vez Em Hollywood – 13h40
Parasita – 14h30Coringa – 16h55
Ford vs Ferrari – 17h15
Adoráveis Mulheres – 19h30
Jojo Rabbit – 20h20
1917 – 22h20

Fonte – Metro 1 e Correio da Bahia

Ação visa vender gás de cozinha mais barato para o consumidor

Preço dos botijões vai custar 24% mais barato, em media nesta quarta

Foto – Reprodução

Por Gustavo Medeiros

O Sindicato dos Petroleiros da Bahia vai implantar uma ação durante esta quarta-feira (11) que pretende mostrar ao consumidor que o botijão de gás pode ser vendido a um preço justo. A entidade vai custear 300 botijões de gás, que serão vendidos por R$ 50. O valor vai ser repassado ao consumidor aproximadamente 24% abaixo do que é cobrado pelo produto.

O Sindpetro informou que, desses botijões, cerca de 200 serão vendidos às 8h no Vale das Muriçocas para as primeiras pessoas que chegarem ao local,levando o comprovante de residência. Será vendido apenas um botijão por família.

Além de Salvador, a ação também será realizada em Alagoinhas,onde serão vendidos 100 botijões, valendo as mesmas regras.

De acordo com o Sindpetro, a ideia da ação é mostrar que pode ser possível vender gás de cozinha, levando em consideração o custo de produção nacional e a arrecadação dos impostos.

Fonte – Aratu On

Ação inviabiliza escolha de reitor por lista tríplice na UFRB

Recurso contesta nomeação dos eleitos

Foto- Divulgação

Por Gustavo Medeiros

A Universidade Federal do Recôncavo (UFRB), por meio de seu Conselho Universitário (CONSUNI), declarou que vai resistir diante da possibilidade do governo não legitimar a escolha do reitor por meio da lista tríplice. A ação, que está na Justiça Federal, contesta a nomeação dos eleitos (reitor e vice-reitor).

Além disso, o recurso protocolado na última semana requer a nulidade da composição da lista tríplice e a nomeação do reitor temporário ( Pro Tempore), em caso de vacância do cargo. A lista foi composta no dia 27 de fevereiro e o resultado protocolado no Ministério da Educação (MEC) no dia 14 de março.

Segundo o CONSUNI, o recurso coloca “sob ameaça a autonomia universitária e a respeitabilidade dos órgãos dirigentes desta instituição, maculando a honra dos conselheiros e desestabilizando o convívio democrático e respeitoso” na universidade.

Os nomes escolhidos para o cargo de reitor, na ordem de votação foram: Georgina Gonçalves, Tatiana Velloso e Fabio Josué Santos. Já para o cargo de vice-reitor os mais votados foram: José Pereira Mascarenhas, Renê Medeiros de Souza e Josival Santos Souza.

Fonte – Bahia Noticias e Metro 1

Terreiro em Alagoinhas sofre ação de intolerância religiosa

Um grupo de 50 evangélicos organizou o ataque. Denuncia já foi encaminhada aos órgãos legais

Foto: Adeloyá Magnoni/Divulgação

Por Gustavo Medeiros

Na noite da última segunda-feira (27), um grupo de 50 fieis evangélicos resolveram atacar o terreiro Ilê Asé Oyá L’adê Inan em Alagoinhas, Nordeste do estado. Além de ser um templo religioso, o espaço é a casa da sacerdotisa Mãe Rosa de Oyá, que presenciou tudo. Vizinhos filmaram a ação e a denuncia foi postada nas redes sociais.

Uma pessoa que viu todo o ato de intolerância será testemunha do caso. Ela já identificou o nome do pastor responsável e da igreja que organizou a ação.

A ocorrência já foi registrada no Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela, da Secretaria de Promoção de Igualdade Racial do Estado (Sepromi). A denuncia também será encaminhada ao Ministério Público (MP-BA).

Esse foi o ataque mais violento que o terreiro sofreu em 10 anos.de história. Durante o ataque, os fieis gritaram frases como “Satanás vai morrer” e “Vamos invocar Jesus para fechar a casa de Satanás”, batendo com a bíblia na porta do templo. A ação durou 20 minutos, com direito a agressões verbais direcionadas a sacerdotisa.

Segundo a ialorixá, os evangélicos chamaram a atenção do bairro. Eles esperaram o terreiro esvaziar para dar inicio ao ataque.Para ela, essa é uma atitude fria de racismo religioso.Durante o tempo em que a ação era direcionada, a mãe de santo ficou dentro da casa e esperaram os fieis saírem do local.

De acordo com a yakererê (Mãe Pequena), o terreiro fica na localidade do Ferro Aço e está rodeado de igrejas evangélicas.No entanto, a convivência sempre foi pacífica. A sacerdotisa é conhecida na comunidade.

Fonte – Correio da Bahia