Luto na Bahia. Morre Jorge Portugal

Ex- secretário de cultura sofreu complicações cardíacas

Foto – Reprodução (Internet)

Da Redação- MMQI

A Bahia anoiteceu mais triste nesta (03). Morre o professor,escritor,
compositor e apresentador Jorge Portugal. Atendido por uma equipe do SAMU (Serviço
Móvel de Urgência), ele deu entrada na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Geral
Roberto Santos apresentando um quadro de falência cardíaca aguda com sinais de
insuficiência respiratória.


Ex-secretário de cultura na primeira gestão do atual senador Jaques Wagner (PT), Jorge
Portugal nasceu em Santo Amaro, no Recôncavo, e completaria 64 anos no dia 05
(quarta-feira). Formado em Letras pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Jorge
marcou teve sua carreira voltada como educador em cursinhos pré-vestibulares, se
consolidando como apresentador do programa “Aprovado” na TV Bahia.

Em nota, o governador Rui Costa lamentou o falecimento e decretou luto oficial no estado
nesta terça-feira (04).
Fonte – Correio da Bahia

Luto na História. A Bahia perde Luís Henrique Dias Tavares

Ele tinha 94 anos e deixou um grande legado para a história do nosso estado

Foto- Divulgação

Da Redação MMQI

A intelectualidade baiana sofre mais uma perda com o falecimento do historiador Luís Henrique Dias Tavares nesta segunda-feira (22). Formado em História e Geografia, ele era professor emérito da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e doutor honoris causa da universidade do Estado da Bahia (UNEB).

Nascido em Nazaré, Recôncavo Baiano. Luís Henrique tinha 94 anos e ocupava cadeira número 1 da Academia de Letras da Bahia, onde era membro desde 1968. Ele contribuiu bastante para ampliar o conhecimento sobre a história da Bahia com suas obras. Seu livro “História da Bahia” reúne um grande arcabouço de informações sobre a formação do povo baiano.

Por conta de sua grande contribuição, o professor se tornou sócio da Academia Portuguesa de História e do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia. Além de escrever obras sobre a história de nosso estado, Luís Henrique também é autor de livros de contos e poesias.

O MMQI presta uma grande homenagem a este baiano ilustre

Fonte – Bahia.ba e Metro 1

Escritora baiana lança seu primeiro livro na Itália ‘AQUALTUNE: Um sonho chamado liberdade’.

Depois do sucesso no Brasil, o lançamento do livro acontece na Itália no dia 24 de maio, às 15h, por via de Live no Instagram e Facebook.

Por Juliana Barbosa

Fotografia: Luís Sá

No mês do aniversario da “Lei Áurea”, libertando os escravos à própria sorte , Sara Messias lança sua primeira obra no exterior em memória das vítimas de mais de 338 anos de escravidão no Brasil, perpassando pelo holocausto africano, narrando a história de Aqualtune, conhecida como mãe de Ganga Zumba e avó materna de Zumbi dos Palmares. Uma saga afro-brasileira quilombola e índigena capaz de fazer o leitor mergulhar em uma trama forte e emocionante de luta pela liberdade.

Aqualtune: Um sonho chamado liberdade, retrata, através da trajetória da lendária heroína, a história de um povo marcado pela diversidade, riqueza cultural e pela luta, fruto da interseção entre indígenas, negros e europeus.

A autora narra as aventuras de Aqualtune e ressalta a personagem como revolucionária, corajosa e destemida.

“Ela cresceu em uma sociedade mista, foi instruída pelos sacerdotes portugueses e viveu em harmonia com a população europeia. A princesa do Reino do Congo, dona de conhecimentos políticos, organizacionais e de estratégia de guerra, apesar de ser pouco lembrada nos livros e escolas brasileiras, foi muito importante para a história da população negra durante o Período Colonial”, conta a escritora.

Lançamento Internacional

Capa do livro

O lançamento do livro acontece no dia 24 de maio, às 15h,por via de Live no Instagram e Facebook.

Devido a pandemia do coronavírus, ainda não há previsão de data e local para apresentação e uma tarde de autógrafos.

A escritora comentou a sensação de voltar Bahia e lançar o livro em Novembro, um dia após a data que celebra a consciência negra, no Brasil.

“Em pleno século XXI, ainda vivemos em uma sociedade racista, machista e opressora. Voltar a Salvador, que é a cidade mais negra fora da África, com um trabalho como Aqualtune, é levar para o meu povo uma história de luta e resistência, que ainda permanece nos dias atuais”, explica Sara Messias. “Esse trabalho envolve identidade, pesquisa e paixão, com o propósito de contribuir para uma sociedade mais fraterna, igualitária e principalmente respeitosa frente aos direitos humanos”, conclui

Aqualtune – princesa do Reino do Congo que veio para cá como escrava

Conhecida no Brasil como mãe de Ganga Zumba e avó materna de Zumbi dos Palmares, até hoje, a lendária heroína simboliza liderança e luta dentro do sistema escravocrata, tendo deixado esse legado através de seus herdeiros e de seu comando no quilombo. Sara Messias vai além e revela um retrato pouco conhecido de uma África do começo do século XVII, numa obra que mistura realidade e ficção. O livro leva ao leitor detalhes da infância e juventude de Aqualtune, até ser obrigada a se casar com seu primo e ver sua vida mudar radicalmente.

Sara Messias

Fotografia: Luís Sá

Mulher, mãe, negra, brasileira e baiana, Sara nasceu em dezembro 1981 e cresceu no bairro do Garcia, em Salvador. Filha de um metalúrgico e uma doméstica, ela e a irmã gêmea, Simone, foram criadas sob os cuidados do avô Valdete e da saudosa avó, dona Agmar – responsáveis por plantar em Sara a semente da leitura. Ainda na infância, ela foi incentivada por eles, pois liam livros clássicos e assistiam a filmes antigos.

A escritora estudou na pré-escola Batista, cursou o primário na Escola 25 de Agosto e o ginásio na Escola Municipal Hildete Lomanto, no bairro do Garcia. Já o ensino médio foi dividido entre o Centro Educacional Edgar Santos e o Centro Educacional Odorico Tavares. Sara tem formação em Turismo pelo CEFET-BA, atual IFBA – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia.

Foi a curiosidade e a vontade de descobrir mais sobre a formação do Brasil que levaram a autora a uma viagem no tempo, fazendo Sara se apaixonar ainda mais pela história do povo brasileiro. Ao começar a escrever, guiada pelo forte desejo de resgatar essa memória, Sara decidiu por um enredo que compartilhasse a formação do povo brasileiro. E assim nasce a primeira obra de uma saga cheia de coragem, luta e ‘orgulho preto’, como ela mesma diz. Hoje, Sara vive na Itália com seu marido Antônio e sua filha Nicole.

Aumentam casos de feminicídio em 2019 na Bahia

Numero é superior ao de casos de homicídio no estado

Foto-  IStock

Por Gustavo Medeiros

Levantamento feito pelo G1, site de noticias da globo.com, mostra que o numero de casos caracterizados como feminicídio aumentou 27% em 2019. No Brasil, a alta foi de 7,3%.

Durante o ano passado, o estado registrou 101 ocorrências. Em 2018 foram registrados 76 casos do mesmo tipo.

O acréscimo no numero de feminicídio vai na contramão da redução de casos de assassinato.

Fonte – Metro 1 e G1

Da Bahia para o mundo: a estilista que conquistou as famosas e no primeiro dia do verão mais quente dos últimos 30 anos, já bateu recorde de vendas.

Lia Presenti produz peças exclusivas a mão; vende moda praia para o exterior.

Foto: Robert Schwenck

As primeiras semanas de dezembro já bateram o pico de temperatura do mesmo período ano passado. Em dezembro de 2018, o auge do calor foram 31,3 ºC. Neste ano, às 14h do dia 6, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou 32,6 ºC. O órgão disponibiliza, online, medidas de tempo desde 1963.  Desde 1989, a temperatura máxima do verão chegou a evoluir 1,2 ºC nos meses de fevereiro. Durante todo o verão, o aumento foi de 0,6 ºC. 

Tão quente quanto a temperatura estão as vendas da estilista soteropolitana Lia Presenti. Nascida e criada na cidade baixa, essa baiana arretada se inspirou não apenas nas belíssimas praias do subúrbio, de Salvador, onde se hospedam presidentes da república, e ministros mas, também na terra onde nasceu seu pai. E a equipe do MMQI conversou com Lia para saber os detalhes do sucesso das vendas, suas inspirações, e conhecermos mais das peças que estão vestido pessoas em todo o mundo – afinal, nós sabemos o que é que a baiana tem: Talento!

MMQI Qual a sua formação?

Lia Presenti Sou Formada em administração  MBA em Marketing, pela Unifacs. Participo de cursos e feiras de moda em todo Brasil e no Exterior para estar sempre antenada às novas tendências.

MMQI Sua infância influenciou na escolha da sua profissão?

Lia Presenti Sim, nas férias ia pra cidade que meu pai nasceu (Conceição de Salinas da Margarida).Por ser numa cidade praiana, sempre gostei de ter várias peças de biquíni. Meu amor por praia começou desde pequena

MMQI O que é essencial em um biquíni?

Lia Presenti A exclusividade . Não tem nada melhor do que vestir uma peça e saber que não irá encontrar ninguém igual a você. Os bordados da Lia Presenti são exclusivos. Não repetimos 1 biquíni.

MMQI Calcinha grande ou pequena?

Lia Presenti Os biquínis da Lia Persenti permitem a escolha de modelo e tamanho de calcinhas, além de diversificadas opções de cores, o que facilita a formação de vários “looks’ a partir de uma única peça.

Foto:Robert Schwenck

MMQI Cortininha ou tomara-que-caia?

Lia Presenti Pra quem é fã de uma marquinha de verão, o cortininha é uma excelente opção. O tomara que caia vem com alças opcionais. O bojo do tomara que caia compõe o look tanto praia, quanto piscina, que também pode ser usado como peça do vestuário para uma Night.

MMQI Qual é a cor do biquíni deste verão?

Lia Presenti Os tons neon continuam nesse verão. O coral foi eleito a cor do ano. O amarelo continua em alta., laranja também, o que combina com o calor. A ousadia do animal print e poá, mesclando com os tons de neon é uma forte tendência.

Foto: Robert Schwenck

MMQI A que você atribui o seu sucesso?

Lia Presenti: A Minha família , que me deu todo suporte para os estudos, ao meu marido e a minha filhinha, que tem nove anos.

MMQI Uma frase ou palavra que resuma a sua vida e a sua carreira:

Lia Presenti: Empoderamento: uma mulher empoderada, uma mulher pra frente!

Foto: Robert Schwenck

Depois de viajar a negócios para o Rio de Janeiro, onde celebrou importantes parcerias, a estilista está em São Paulo comemorando o sucesso nas vendas e a marca de 20 mil seguidores numa rede social. O momento de alegria e gratidão foi registrado pelo fotógrafo Márcio Dantas.

Márcio Dantas

Fontes: Inmet, Correio