Parece inverno, mas é verão. Fortes chuvas castigam Salvador

Sistema de baixa pressão deixa o tempo nublado durante esta semana

Foto : Alexandre Galvão/ Metropress

Por Gustavo Medeiros

Um sistema de baixa pressão, que chegou do Espirito Santo, deixou o tempo nublado em Salvador nesta quarta-feira (22), trazendo muitas chuvas. Em poucos minutos, ruas e bairros ficaram alagados. Houve deslizamentos de terra.

Segundo o INMET, o sistema que se encontra sobre a capital baiana vai ocasionar chuvas moderadas, por vezes fortes,acompanhada de rajadas de ventos e trovoadas. Isso acontece por conta do calor e da umidade que vem do Oceano Atlântico.

De acordo com o último boletim divulgado pela Codesal, os maiores acumulados de chuva ocorreram às 11h40. Os bairros da Pituba,Caminho das Árvores, Praia Grande, Mirantes de Periperi,Plataforma e Centro foram os mais atingidos. Devido ao mau tempo, a travessia entre Mar Grande e Salvador foi suspensa.

A Defesa Civil também divulgou um balanço de ocorrências com registros de 21 alagamentos, 24 ameaças de desabamento, 15 ameaças de deslizamento, duas árvores caídas, 12 avaliações de imóveis alagados, um desabamento de imóvel, um desabamento de muro, quatro desabamentos parciais, 11 deslizamentos de terra, 14 destelhamentos, três infiltrações, três orientações técnicas e um poste ameaçando cair.

No Terminal Aeroporto, uma parte da cobertura cedeu a força da água, que formou uma cachoeira entre as estruturas.

As unidades de saúde também sofreram com as fortes chuvas. Vídeos postados nas redes sociais mostram um alagamento na Unidade de Saúde da Família de São Cristóvão e e um transbordo de esgoto no 5º Centro de Saúde Clementino Rodrigues.

Um vendaval arrancou parte do telhado de uma universidade em Patamares. Segundo a instituição, não houve feridos

Foto- Reprodução/Internet

Fonte – A Tarde e Correio da Bahia

Primeiro dia do ano com chuva em Salvador

CODESAL emitiu alerta na tarde desta quarta-feira (1°)

Foto – Reprodução/Internet

Por Gustavo Medeiros

A Companhia de Defesa Civil emitiu uma nota alertando sobre a continuidade das chuvas fracas e moderadas no primeiro dia do ano em Salvador.

Na madrugada do dia 31, um temporal atingiu a capital baiana deixando transtornos em ruas e avenidas. Três shows do Festival da Virada tiveram que ser cancelados. O prefeito ACM Neto confirmou que atrações se apresentarão no Festival da Cidade.

Fonte – Bahia.ba

Aqualtune – baiana lança livro em que narra trajetória da avó de Zumbi dos Palmares

Escrito por Sara Messias, Aqualtune: Um Sonho Chamado Liberdade foi lançado dia 21 de novembro, no Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB).

Por Juliana Barbosa

A escritora baiana Sara Messias lançou dia 21 de novembro, no Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB), o livro intitulado “Aqualtune: Um sonho chamado liberdade”. A obra conta a história da Rainha do Congo, que no Brasil é conhecida por ter sido avó de Zumbi dos Palmares.
Fruto de um trabalho de identidade, pesquisa e paixão, “Aqualtune” pretende levar ao leitor relatos de aventuras de uma mulher que viveu no século XVII, considerada como uma personagem revolucionária, corajosa e destemida, mas que se viu obrigada a se casar com o próprio primo.

A equipe do MMQI conversou com Sara, mulher negra, baiana, nascida no bairro do Garcia, em Salvador,que traduz no romance o Holocausto africano, o maior crime perpetrado contra a humanidade, no livro lançado um dia antes do dia da consciência negra.

MMQI O que levou você a escrever Aqualtune, de onde veio a sua inspiração? O que te levou a mergulhar em tanta pesquisa?
S.M Eu moro há mais de uma década na Itália, onde nasceu minha filha. Ao vê-la crescer longe da realidade do meu país, senti uma forte necessidade de resgatar a memória do povo brasileiro, das nossas raízes entrelaçadas aos nossos antepassados negros, índios e europeus. Eu quis dar a ela heroínas, nas quais pudesse se inspirar e através das quais pudesse aprender sobre a nossa história. Comecei a escrever sobre Dandara, já que eu não sabia da existência de Aqualtune. Foi estudando Dandara que eu descobri outras personagens fundamentais para a História do Brasil e tive a intuição de criar a Saga Afro-brasileira Quilombola, para dar voz a essas mulheres que foram silenciadas pela história oficial. E não teve jeito. Assim que li sobre Aqualtune me apaixonei pela sua história de vida e toda a sua trajetória de luta pela liberdade.

MMQI No Livro fica claro as influências que Zumbi herdou da avó das estratégias de guerra? Você propõe esse resgate da heroína mãe de Ganga Zumba?
S.M Sim, até porque Zumbi torna ao Quilombo dos Palmares com dezesseis anos. A influência de Aqualtune na sua vida foi fundamental, para que ele se tornasse o herói que conhecemos hoje. A minha proposta é fazer o leitor reviver a história de Aqualtune. O resgate histórico desta heroína mãe de Ganga Zumba é de grande importância, não só para o povo brasileiro, mas para a história universal. A vida de Aqualtune é um exemplo sobre o Holocausto Africano, o criminoso comércio de vidas humanas que deixou cicatrizes terríveis em nosso povo.

MMQI O lançamento de Aqualtune – Um sonho chamado liberdade, foi 21 novembro, um dia após um dia da Consciência Negra. Como foi este momento?
S.M Nossa! Foi maravilhoso, inesquecível e surpreendente. Descrever este momento é como viver novamente: a emoção e paixão por essa heroína, Aqualtune. Ela me dá tanta energia e aumenta o meu desejo de mostrar todas as heroínas que ela originou. Agora, é hora de fortalecer a história dela, divulgar o livro para que mais pessoas conheçam a trajetória dessa mulher incrível. Enquanto isso, preparo o caminho para os outros livros da saga.

Cidades da Região Metropolitana também foram atingidas pelas fortes chuvas

Camaçari,Lauro de Freitas e Vera Cruz apresentam transtornos com o mau tempo

Chuvas atingiram o Centro de Lauro de Freitas. Foto – Dayse Macedo

Por Gustavo Medeiros

Além de Salvador, as fortes chuvas também atingiram as cidades da Região Metropolitana durante esta terça-feira (26). Em Camaçari, ruas e localidades ficaram alagadas. De acordo com a Defesa Civil do município, várias ocorrências já foram registradas desde a madrugada.

Em Lauro de Freitas, a chuva atingiu o centro da cidade, causando alagamentos nas principais vias. O Aeroporto Luís Eduardo Magalhães, que fica no limite com Salvador, opera apenas por instrumentos. Alguns vôos foram cancelados.

Na cidade de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, a orla foi invadida pela água. Moradores estão isolados na localidade da Gameleira.

Segundo o Climatempo, a frente fria,que chegou em Salvador e Região Metropolitana na última segunda-feira (25), deve ficar até quinta-feira (28).

Fonte – Bahia Notícias e Brasil Urgente Nordeste

Salvador embaixo d’água. Chuva causa transtornos na capital baiana

Pontos importantes de Salvador, como a Avenida ACM, ficaram completamente alagados. Foto-Reprodução

Por Gustavo Medeiros

Salvador amanheceu debaixo de muito chuva nesta terça-feira (26). Desde a última segunda (25) que a capital baiana sofre com o mau tempo,transformando a primavera em inverno.

As fortes chuvas tem causado transtornos em vários pontos da cidade. Nas vias mais importantes, o que se vê são carros parados e pistas alagadas. Pela manhã, a Codesal (Defesa Civil) emitiu uma nota da continuidade do tempo, com riscos de deslizamentos de terra e alagamentos. Com isso, houve mudança no nível do alerta máximo.

Até às 10:30 da manhã, o orgão registrou mais de 105 casos, sendo 40 alagamentos de imóveis e 11 ameaças de deslizamentos por meio do número 199. A sirene já foi acionada nas áreas de maior risco como a Baixa do Cacau, Baixa da Santa Rita, Calabetão, entre outras.

Até mesmo o metrô sofreu com o impacto do temporal que castiga a cidade. A linha foi interrompida no trecho que liga as estações Acesso Norte, DETRAN e Rodoviária, afetando todo o sistema. A água invadiu a porta do elevador na Estação Campo da Pólvora e provocou rachaduras em uma área próxima da passarela que dá acesso à Estação Imbuí.

Transtornos

Por conta do acúmulo de água, o trânsito ficou lento em avenidas como a Cardeal da Silva, Heitor Dias e Antônio Carlos Magalhães. Na Avenida Centenário, no trecho entre o Shopping da Bahia e o Instituto Médico Legal, os carros pararam na via quando atravessavam as poças d’água no sentido Centro.

Na região do Dique do Tororó, na altura da Arena Fonte Nova, houve pequenos deslizamentos de terra. Por conta disso, o trânsito está complicado neste trecho.

Limite

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), Salvador registrou cerca de 65 mm de chuva entre a meia noite e as nove da manhã, ou seja um volume de chuvas maior do que o esperado para o mês de novembro.

Fonte – Correio da Bahia e Metro 1